Submissões Recentes

Item
Green Human Resources Management: a comparative study of Japanese multinationals
(2024-01-15) Tsibana, Camila Lie
This master thesis aims to explore the Human Resources practices towards the company’s environmental efforts in Japanese multinationals. The study involves an analysis of a sample comprising four companies of Japanese capital. The first analysis approach for this thesis is to evaluate the company’s communication and environmental efforts through its published reports, information found on its websites, and third-party sources. A second approach defines the best practices for Green Human Resources Management and assesses them based on the information disclosed by these corporations. The research provides insights into the environmental concerns of the sampled companies (Toyota Motor Corporation, Mitsubishi Corporation, Honda Corporation, and Mitsui & Co.), as well as an overview of their reporting and Green Human Resources practices. Although the Social and Governance pillars within the ESG agenda are natural concerns for the Human Resources department, this study aims to delve deeper into links with less obvious direct impacts. In other words, the environmental concerns. In addition, this study also tries to find similarities and a better understanding of the scenario through the perspective of Japanese multinationals. The findings reveal that Japanese companies show a strong commitment to addressing environmental issues. They have transparent reporting but need standardization for external reporting to other institutions such as the United Nations. When it comes to Green Human Resources practices, all of the studied companies follow best practices in Green Recruiting. Overall, while companies are dedicated to environmental initiatives, there are opportunities for further standardization and improvement in certain aspects of Green Human Resources practices.
Item
Volatility spillover between crude oil and Brazilian biodiesel feedstock
(2024-02-20) Oliveira, Otávio Rodrigues Hermogenes de
Brazil has emerged as a significant producer of biodiesel in the past decade, resulting in a fundamental transformation of vegetable oil consumption. More specifically, soybean oil, which represents about 80% of the country’s annual vegetable oil production, has experienced a notable transition from being primarily utilized for food consumption to being utilized as fuel, accounting for nearly half of its usage. This development carries implications for the potential impact of energy sector volatility on the food industry. Studies have shown that the prices of vegetable oil in the United States and Europe have become cointegrated to crude oil prices. However, there is limited understanding regarding the Brazilian market and the extent to which volatility spills over between the two sectors. In this article, we measure volatility spillover between international crude oil market and Brazilian biodiesel feedstock. We account for structural variations in data by splitting our weekly returns in two: from May 2000 to December 2007 and from January 2008 to December 2022. We find no evidence of volatility spillover prior 2008, but we evidence of volatility spilling over from crude oil to soybean oil after 2008.
Item
Competição interagências. Serviços públicos prestados em regime de concorrência dentro da Administração Pública e fora dela: uma análise do sistema de registro de direitos autorais no Brasil
(2023-10-19) Portella, Marcus Vinicius de Albuquerque
Objetivo: A pergunta central da presente pesquisa é a seguinte: as regras de mercado, em especial as regras da competição, podem ser satisfatoriamente transpostas do ambiente puramente privado para a prestação de serviços públicos, em especial nos serviços de registro de direitos autorais prestados pela própria Administração Pública, a exemplo das obras literárias e musicais? Haveria o atendimento à demanda legítima por mais eficiência? Ou essa competição atrairia incertezas informacionais, redundâncias administrativas indesejadas, insegurança por parte dos usuários e dos mercados relevantes (editorial e musical), dentre outras externalidades negativas, com prognóstico de descontrole das atividades tipicamente estatais? A busca por respostas para essas perguntas pode ajudar no direcionamento estratégico da Administração Pública, no sentido de uma maior abertura ou fechamento à competição, não apenas em relação aos serviços de registro de direitos autorais como também em relação a outras atividades estatais. Metodologia: Foi empreendido um estudo descritivo a partir de artigos acadêmicos sobre competição interagências, secundado por uma abordagem qualitativa, a partir de entrevistas realizadas por meio virtual, com pessoas qualificadas do meio, ou seja, indivíduos com amplo conhecimento e vivência profissional do mercado literário ou musical, assim escolhidos por serem aqueles que representam os maiores “clientes” dos serviços de registro de obras intelectuais, sujeitos à proteção do direito autoral. Também foram selecionados servidores e atuantes nos órgãos de registro autoral referente a estes mercados. Essas entrevistas foram estruturadas de maneira breve e concisa - a partir de um roteiro semiestruturado -, mas de forma a extrair o máximo de informações e opiniões dos participantes, que foram divididos em três categorias: (i) agentes públicos que detenham contato com o tema em razão de suas atribuições funcionais, a exemplo dos funcionários do Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional (EDA/FBN) e do Serviço de Registro Autoral da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EM-UFRJ); (ii) representantes de empresas ou instituições privadas que, de alguma forma, se relacionam com o registro de obras literárias ou musicais, como é o caso da União Brasileira de Compositores (UBC); e (iii) usuários de serviços registrais dessa natureza, notadamente, escritores e compositores. Resultados: Os resultados demonstram que é prevalecente a opinião positiva quanto à existência de uma pluralidade de instituições públicas ofertantes de serviços de registro de obras sujeitas à proteção do direito autoral, em especial, as obras musicais, resultando no aumento das opções à disposição dos interessados. Chega a causar certa surpresa que essa seja a percepção geral, não apenas dos usuários de tais serviços, mas também dos agentes públicos que atuam diretamente em diferentes órgãos responsáveis pelos registros, que talvez pudessem se sentir ameaçados pela competição com outras instâncias administrativas. Em relação às instituições privadas que também se voltam ao serviço de registro de obras intelectuais, houve maior preocupação quanto à validade, confiabilidade e oportunidade de tais serviços oferecidos fora do ambiente público. Essa preocupação pôde ser sentida nas três classes de entrevistados. Delimitações: O presente estudo focaliza na competição interagência percebida em um recorte muito específico, qual seja, o de serviço de registro de obras protegidas pelo direito autoral, conforme empreendido pelo EDA/FBN e pela EM-UFRJ, dois órgãos públicos incumbidos legalmente de tal tarefa, nos termos da Lei nº 9.610/1998 e do artigo 17 da Lei nº 5.988/1973. Limitações: Em relação às limitações do método, considerando que a natureza da pesquisa é qualitativa, foi imaginado inicialmente uma combinação de entrevistas e coleta de dados do tipo questionário. Ante a baixa adesão deste último método, que pode ser justificada pelo limitado conhecimento geral em relação ao tema, optou-se por centrar esforços nas entrevistas virtuais com pessoas de reconhecida qualificação e amplo conhecimento profissional do mercado literário ou musical. Foram realizadas treze entrevistas que, diante das limitações de tempo e de recursos desse empreendimento, reputa-se adequado ao atingimento do ponto de saturação necessário às conclusões oferecidas pelo presente estudo. Contribuições práticas: Estudos como este podem contribuir para avaliar situações já existentes de competição entre órgãos estatais na consecução de serviços públicos, não apenas o caso específico aqui estudado, de registro de direitos autorais. Com isso, é possível projetar a adoção de medidas que resultem em melhorias aos usuários, seja aprimorando o ambiente competitivo, seja até mesmo abolindo a competição, a depender do caso. O presente estudo pode ainda indicar a introdução da competição em situações que atualmente estejam sob o regime de monopólio. Contribuições sociais: A eficiência nos serviços públicos é um dos caminhos para o progresso, tendo em mente a complexidade das relações entre cidadãos e o Estado, que modernamente se expressam cada vez mais como uma típica relação provedor-usuário. Originalidade: Estudos acadêmicos sobre competição interagências no Brasil ainda são pouco frequentes, e a presente pesquisa possui um recorte específico: órgãos públicos responsáveis pelo registro de diretos autorais, nos termos da Lei nº 9.610/1998 e da Lei nº 5.988/1973, o que pode ser considerado um trabalho inédito.
Item
As metodologias de rating ESG e suas divergências
(2023-12-18) Vieira, Renata Corrêa
O Ambiental, Social e Governança (ESG) refere-se a um conjunto de critérios utilizados para avaliar o desempenho de uma empresa nos aspectos Ambientais, Sociais e Governanças corporativa. As metodologias de Rating ESG são utilizadas para avaliar o desempenho das empresas em relação a esses critérios, fornecendo uma medida objetiva do seu comprometimento com práticas sustentáveis e responsáveis. O primeiro objetivo desta pesquisa é discutir o conceito de ESG, da metodologia ESG, sua evolução no Brasil, no mundo e sua importância. O segundo objetivo é explorar as metodologias de Ratings de ESG fornecidas por agências renomadas, como S&P, Sustainalytics, Refinitiv e MSCI. Serão apresentadas informações sobre como essas agências avaliam as empresas em relação aos critérios ESG, destacando suas abordagens e metodologias específicas. O terceiro objetivo é discutir as divergências dos Ratings ESG entre as agências, o fato dos Ratings ESG não terem padrões obrigatórios e nem uma metodologia única para a estimação das métricas ESG, o que pode levar a divergências na avaliação de uma mesma empresa por diferentes agências e dificultar a comparação entre as empresas e a tomada de decisão por investidores. A necessidade de uma maior transparência nas métricas e classificações ESG surge como resposta aos debates contínuos e ao ruído percebido associado às avaliações ESG. O ponto principal é garantir a clareza e a compreensão dessas métricas para os usuários, com o intuito de mitigar as ambiguidades inerentes e mal-entendidos frequentes presentes nas discussões sobre as classificações ESG. A transparência em relação aos critérios e metas específicos é crucial para que as empresas possam desenvolver estratégias e práticas corporativas alinhadas às expectativas das métricas ESG. Além disso, a transparência nessas métricas assume importância significativa para os investidores, que as utilizam como parte essencial de seus processos de análise de investimentos. Assim, o aprimoramento da transparência nas métricas ESG não apenas contribui para a qualidade das práticas corporativas, mas também fortalece a utilidade dessas classificações como ferramenta essencial na análise de investimentos, beneficiando assim as partes interessadas. Este estudo utilizou metodologia de pesquisa bibliográfica para sua realização. Quanto à natureza, classifica-se como descritivo, visando fornecer uma análise aprofundada sobre a temática em questão.
Item
“O profeta vascaíno”: a ascensão política de Eurico Miranda no Club de Regatas Vasco da Gama (1986-2001)
(2024-02-08) Marcolan, Letícia Costa
A pesquisa tem como objetivo central investigar a ascensão política de Eurico Miranda no Club de Regatas Vasco da Gama sob o prisma do “estilo dirigencial” vascaíno. Para isso, em primeiro lugar, é preciso compreender as representações sociais que compõem a identidade clubística vascaína, o vascainismo. Chamei tal fenômeno de “narrativa da resistência”, uma vez que prescreve a ideia de que o Cruzmaltino, supostamente desde a sua fundação, é o clube que luta “contra tudo e contra todos”, especialmente no período analisado por essa dissertação. Posteriormente, tratei da persona do dirigente esportivo, tendo como referência a díade Antônio Soares Calçada - Eurico Miranda. Reconheço que, em certos momentos, seus estilos de liderança se complementam, mas, acima de tudo, observo que eles se opunham. Por fim, examino a primeira eleição de Eurico Miranda no Club de Regatas Vasco da Gama, ocorrida em 2001, sustentada por episódios que evidenciam a incorporação e, consequentemente, a reconfiguração da identidade de resistência vascaína por parte de Eurico.