Submissões Recentes

Item
A determinação do preço das obras de arte: um estudo para o mercado de pinturas e fotografias no Brasil
(2023-09-21) Paixão, Luiz Andrés Ribeiro; Mesquita, Thais; Campos, Eduardo Lima
Esse estudo tem como objetivo estimar os fatores que mais contribuem para a valorização de obras de arte no contexto brasileiro. A análise se concentrou especificamente nas obras de arte de duas dimensões leiloadas pela Bolsa de Arte, casa de leilão brasileira, no período entre 2012 e 2022. Foram selecionadas para compor a amostra obras dos artistas mais relevantes em termos de número de obras vendidas e de valores negociados. A base de dados final conteve 1.073 obras de 43 artistas que se destacaram no cenário artístico nacional. O método utilizado para estimar os determinantes do preço das obras de arte foi o modelo de preços hedônicos, uma técnica econométrica que permite estimar o preço implícito das características que compõe um produto. Os resultados apontam que o autor é o principal determinante do preço de uma obra de arte no mercado brasileiro, por exemplo uma obra da Tarsila de Amaral, a artista mais valorizada no período, chega a exibir um sobre preço de 15.777%, enquanto uma obra de Alfredo Volpi, artista com maior número de obras negociadas, exibiu um sobre preço de 2.069%. Técnica utilizada, dimensão da obra, obras datadas pelo artista e participação em alguma bienal são fatores que também adicionaram valor a obra no mercado brasileiro de arte, entre 2012 e 2022.
Item
A OUTRA FEIRA: EXPANDINDO OS LIMITES DO MERCADO DE ARTE PARA ATENDER A BASE DA PIRÂMIDE
(2023-09-21) Bado, Lilian
Esse artigo é sobre a A Outra Feira de Arte Contemporânea, realizada entre 2016 e 2019, contando com cinco edições itinerantes em São Paulo e uma em Jundiaí. O evento, idealizado por Lilian Bado (autora deste artigo) tem o diferencial de ser uma feira onde o próprio artista comercializa diretamente com o colecionador, e o intermediário que serve de orientação para o público sobre o valor cultural da obra recai sobre a responsabilidade dos jurados e da curadora. Inicialmente A Outra Feira surgiu como opção para exposição de trabalhos artísticos para artistas sem representação em galeria, sem experiência no mercado de arte e iniciantes em suas carreiras. A feira é uma alternativa aos salões e editais de museus públicos que em sua maioria não são voltados para venda e promovem pouco relacionamento entre artista, público e instituição. O texto discorre sobre a trajetória d'A Outra Feira e traz uma reflexão a partir das intenções primeiras e da comparação dos números, que embora pequenos no impacto do mercado de arte paulistano obtiveram uma evolução considerável da primeira à última edição.
Item
O DIREITO DE SEQUÊNCIA, SEUS PROBLEMAS E INFERÊNCIAS A PARTIR DE UMA PROPOSTA DE SOLUÇÃO: O REGISTRO DE OBRAS DE ARTE E SEUS PROPRIETÁRIOS
(2024-09-21) Cançado, Leonardo
A difícil arrecadação do Direito de Sequência e a necessidade de controle independente de proveniência e destinação de Obras de Arte.
Item
Informações sobre artistas no mercado contemporâneo de arte do Brasil.
(2023-09-21) Hochleitner, Katya
O mercado de arte brasileiro é objeto de um número reduzido de análises econômicas e estatísticas. O objetivo deste estudo foi obter informações sobre as trajetórias de artistas brasileiros e identificar fatores que pudessem influenciar carreiras e sucesso, colaborando para uma maior transparência no mercado de arte. Este trabalho representa, também, um primeiro passo no sentido de estabelecer um banco de dados sobre artistas brasileiros e apresentar estatísticas básicas sobre o assunto. Nosso processo de coleta de dados envolveu compilar informações selecionadas, disponíveis sobre artistas e galerias de arte brasileiros tanto em websites em português quanto em inglês. O banco de dados resultante incluiu informações demográficas dos artistas, tais como gênero, local de nascimento, educação, galeria de arte atual e localização da galeria de arte. Ao analisar dados de 1.575 artistas, representados por 81 galerias de arte brasileiras, este estudo confirmou a importância do Estado de São Paulo como o principal centro brasileiro para artistas, galerias de arte, e instituições educacionais no mercado de arte, entre outras conclusões.
Item
APROXIMAÇÕES METODOLÓGICAS PARA AVALIAÇÃO DE OBRAS DE ARTE (BRASIL, ARGENTINA E COLÔMBIA)
(2023-09-21) Perino, Gustavo
A precificação das obras de arte é complexa devido às variáveis que são próprias do mercado da arte. O conhecimento dessas variáveis é indispensável para realizar, de maneira assertiva, uma aproximação do valor de uma obra de arte. Muitos estudos publicados sobre precificação baseiam-se, exclusivamente, na análise de dados comerciais, sem a análise contextual do artista, resultando numa avaliação inerte que não dialoga com a realidade. Neste artigo, pretende-se mencionar as diferentes aproximações metodológicas usadas na avaliação de obras de arte, desde a profissão do perito avaliador, figura independente não vinculada à comercialização das peças, que tem grandes conhecimentos do contexto artístico no qual o artista está inserido.