Submissões Recentes

Item
The impact of remanufacturing: a partnership between brands and consumers
(2024-02-09) Barbanti, Juliana de Campos Maia
This study aims to deepen the understanding of how consumers and brands can cooperate to reach more sustainable levels of consumption in the circular economy. Sustainability and circular economy are topics that have gained relevance throughout the past years as unbounded consumption and inadequate disposal of used products rampantly increase, progressively reducing the availability of raw materials and natural resources and, consequently, expanding the hazardous impact of climate change and trash production. To add up to this equation, recent inflation, and economic uncertainty force consumers to become more aware and conscious of their habits and choices when spending. Therefore, to answer this challenging landscape, a few incumbent brands are timidly piloting different disposal strategies for which they need the cooperation and partnership from consumers to be successful. Thus, this is a case study, through which Ambev’s strategy in Brazil will be investigated both through data obtained from interviews with the company’s managers, and researched data accessed through public company reports and media vehicles to provide an in-depth comprehension of the phenomena and its impact in a real case scenario. It is expected that the understanding developed by the end of this study will generate guidelines through which brands will be able to design effective and valuable interactions with their consumers in the endeavor of partnering towards more sustainable levels of production and consumption.
Item
A sociedade anônima do futebol e os aspectos societários da lei nº 14.193/2021
(2023) Guardia, Júlia Palmeira Villanova Guarneri
O presente trabalho se propõe a estudar os aspectos societários da Lei nº 14.193 de 2021, legislação que instituiu a Sociedade Anônima do Futebol (SAF), e entender a importância que essa legislação tem no cenário futebolístico nacional, tanto nos seus aspectos administrativo, econômico e desportivo, quanto no aspecto cultural. Desse modo, a presente pesquisa objetiva responder a seguinte pergunta: de que forma a Lei nº 14.193 pode contribuir para a evolução da regulamentação do futebol, em relação às leis anteriores e no sentido da profissionalização da gestão esportiva? A fim de chegar à resposta a essa pergunta, a metodologia deste trabalho foi pautada na análise legislativa e pesquisa bibliográfica. Os resultados encontrados por esta pesquisa confirmam a hipótese, isto é, de que a Lei nº 14.193 representa uma relevante evolução no contexto da regulamentação desportiva, especialmente em relação à Lei Zico e à Lei Pelé. Assim, conclui-se que a Lei nº 14.193 é um mecanismo fundamental para garantir o desenvolvimento e a boa governança na gestão do futebol no Brasil, capaz de atrelar a regulação jurídica e econômica com a modernização do desporto.
Item
O impacto da eficiência operacional na lucratividade das instituições financeiras
(2024-01-29) Sousa, Evanio Gomes de
A eficiência, refere-se à capacidade de uma organização produzir resultados desejados com o mínimo de recursos e esforço. Por outro lado, a lucratividade é o resultado tangível dessa eficiência. Este estudo se aprofundará precisamente nesse aspecto, buscando entender os determinantes da eficiência bancária e como ela se relaciona com a lucratividade dos bancos brasileiros. A metodologia consiste em avaliar o impacto da eficiência na rentabilidade, para isso, foi usado um modelo autorregressivo para avaliar a relação de curto e longo prazo entre os indicadores financeiros que são amplamente utilizados como medida de desempenho das instituições financeiras, ROE e IEO. Além disso, por meio de regressão de dados em painel, identificou-se quais variáveis determinam a eficiência bancária, e por fim, uma análise DEA (Data Envelopment Analysis) foi realizada para identificar gaps de eficiência dos principais bancos utilizando o modelo BCC (Banker, Charnes, and Cooper), que considera retornos variáveis de escala. A análise corrobora a hipótese de que bancos mais eficientes tendem a ser mais rentáveis e revela que tanto a rentabilidade passada, quanto a alavancagem financeira e Investimento em tecnologia, são fatores críticos, sugerindo que a gestão equilibrada desses insumos está associada a uma maior Eficiência Operacional e consequentemente maior lucratividade.
Item
Desempenho das ações listadas no ISE da B3 nos anos de 2022 e 2023 x demais ações: uma visão clusterizada
(2024-01-15) Conde, Daniel Mamoré
O estudo visa avaliar o desempenho das ações listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3 em comparação às ações não listadas numa ótica clusterizada. Com este objetivo, foram criadas Carteiras Teóricas de Ações para os anos de 2022 e 2023. As Carteiras são compostas por empresas que participaram do processo de seleção para compor o ISE da B3, independentemente de terem sido selecionadas ou não para compor o índice. Neste contexto temos dois grupos de Carteiras Teórica: i) Empresas que não foram selecionadas e compõem a Carteira 99, ii) Empresas que foram selecionadas pelo ISE da B3 que compõem as Carteiras Clusterizadas. Para a criação destas Carteiras Clusterizadas foi utilizado o método K-Means, que permitiu a criação de Carteiras com perfil de Score aderentes, ou seja, Carteiras com perfil ASG semelhantes, com exceção de uma “Carteira Outliers”, que durante o processo de Clusterização não se assemelhava com os demais Clusters criados. Os resultados apresentados sugerem que um maior comprometimento ASG (maior pontuação no Score Combinado) gera um menor risco, portanto uma menor volatilidade, mas que isto não garante uma rentabilidade acumulada superior aos demais pares. A Carteira 99, com menor comprometimento ASG, teve a maior rentabilidade acumulada dentre as Carteiras/cenários avaliados, tendo uma rentabilidade inferior apenas no cenário com a Carteira Outlier presente, que teve uma rentabilidade muito superior aos demais grupos avaliados. É importante apontar que, apesar das diferentes rentabilidades acumuladas, não há uma diferença estatisticamente relevante entre os retornos dentro de cada cenário, conforme apurado no teste Wilcoxon-Mann-Whitney, que avalia o ponto central, ou seja, a mediana dos retornos.
Item
Temas para 2024
(Instituto Brasileiro de Economia, 2024-01) Campelo Junior, Aloisio; Pelliccione, Ana Victoria; Braz, André; Pinheiro, Armando Castelar; Dianin, Caio; Duque, Daniel; Senna, José Júlio; Pereira, Lia Baker Valls; Ribeiro, Livio; Pires, Manoel; Tobler, Rodolpho; Pessôa, Samuel; Seda, Viviane
Como em todo janeiro, também neste é hora de fazer, ou rever, previsões para o ano à frente. Ao fazê-lo, porém, é importante reconhecer que essas previsões são sempre incertas, posto que o que vai ocorrer nos próximos 12 meses depende diretamente de como a política econômica vai evoluir, aqui e lá fora, o que, por seu turno, depende não só da política em si.