Roteiro de pesquisa e organização no Zotero: um guia prático a partir da temática antirracista

Data
2022-04-29
Orientador(res)
Barbosa, Silvia Monnerat
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

As produções acadêmicas sobre estudos étnico-raciais e seu processo de comunicação científica podem ser importantes aliados no combate ao racismo, uma vez que fortalece o debate e, consequentemente, estimula novos estudos, posturas antirracistas e práticas de reparação. Nesse sentido, o presente relatório dedicou-se a apresentar um roteiro de pesquisas e organização das referências a partir da temática antirracista, mas que seja exemplo de procedimento metodológico para outros trabalhos e assuntos. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico na Base de Dados de Teses e Dissertações (BDTD) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). As palavras-chave utilizadas durante as buscas na BDTD foram: cotas raciais, racismo, discriminação racial, raça e antirracismo. Desses termos utilizados, foram recuperados um total de 25 trabalhos, dos períodos de 2004 a 2020, até a data de 25/10/2020. Os resultados evidenciaram que as abordagens étnicoraciais apareceram nas Teses (T) e Dissertações (D) de 10 Programas de PósGraduação (PPG): no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS), o PPG em Sociologia e Antropologia, o PPG em História Comparada e o PPG em História Social; no Museu Nacional (MN), o PPG em Antropologia Social; no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR), o PPG em Planejamento Urbano e Regional; na Faculdade de Letras (FL), o PPG em Letras Neolatinas; no Instituto de Psicologia (IP), o PPG em Teoria Psicanalítica; na Faculdade de Educação (FE), o PPG em Educação; na Escola de Comunicação (EC), o PPG em Comunicação e Cultura; e o Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. O PPG em Educação foi o programa que obteve a maior frequência dessas publicações. Desse total, foi definido como critério de exclusão um recorte para estudos dos anos de 2015 a 2020, com enfoque antirracista, onde 3 teses e 3 dissertações foram selecionadas como corpus de análise. Utilizou-se a metodologia quali-quantitativa, na qual a partir da análise das categorias das teses e dissertações selecionadas, foi traçado o desenho do produto final deste relatório, ou seja, o Roteiro de pesquisa e organização no Zotero: um guia prático a partir da temática antirracista. Enfim, um roteiro onde são delineadas as etapas do ciclo da pesquisa e sua importância no processo de comunicação científica.


Descrição
Área do Conhecimento