Quanto vale a pena fazer um doutorado? Um Estudo sobre as carreiras de egressos de programas de doutorado no Brasil

Data
2015
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente estudo descreve a atuação profissional de egressos de programas de doutorado no Brasil, titulados entre 2010 e 2012, e estima os diferenciais de rendimento associados a este nível de formação. Estes diferenciais, em termos de remuneração, são estimados tomando-se como grupo de controle o conjunto de egressos do mestrado acadêmico. Técnicas de pareamento em mais de 10 diferentes variáveis (demográficas e de atuação profissional) no ano de entrada no programa de Doutorado são utilizadas para controlar a seleção em variáveis observáveis. Adicionalmente, a análise longitudinal em um modelo de diferenças em diferenças permite controlar o efeito de variáveis não-observáveis que não mudam ao longo do tempo. A análise empírica tem como base dados censitários longitudinais de fontes oficiais (RAIS-MTE) e indica efeitos positivos do doutorado na remuneração dos egressos - de aproximadamente 20% - assim como a existência de efeito-diploma (sheepskin effects).


Descrição
Área do Conhecimento