Impacto do ônibus sob demanda no transporte público regular em Goiânia-GO

Data
2022-07-05
Orientador(res)
Biderman, Ciro
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Os avanços na tecnologia de informação e comunicação nos últimos 10 anos fomentaram o surgimento, expansão e diversificação de novos serviços de mobilidade urbana, entre eles o e-haling, bicicleta e carona compartilhada, entre outros. Isso permitiu o ressurgimento de iniciativas dos serviços de ônibus sob demanda, antes restritos a atendimentos a nichos específicos, como o transporte de pessoas com deficiência ou em áreas rurais. A literatura ainda é controversa em relação aos impactos dos serviços de e-hailling na mobilidade urbana em geral, ainda que este novo modo esteja presente nas principais cidades do mundo. No entanto, o impacto destes serviços na demanda do transporte público coletivo é quase sempre negativo, isto é, o e-haling atrai passageiros do transporte público coletivo e tem contribuído para a intensificação da perda de sua demanda. Por outro lado, o sucesso do e-haling tem fomentado iniciativas semelhantes, mas com veículos de maior capacidade e compartilhamento de viagens entre os indivíduos. No entanto, ainda não existe evidência do impacto desta nova oferta de serviços na demanda do transporte coletivo convencional. A recente implantação do ônibus sob demanda em Goiânia/GO se apresenta como uma oportunidade para entender a interação entre os novos serviços e o sistema de transporte coletivo por ônibus, num momento de intenso debate sobre o destino do transporte público coletivo pós pandemia. O trabalho usa o método de diferenças-em-diferenças e utiliza a demanda diária de passageiros por transporte coletivo no nível das linhas (rotas) para estimar os impactos dos novos serviços e conclui que, no modelo implantado, o ônibus sob demanda impacta negativamente a demanda de passageiros das linhas do transporte coletivo que operam na região onde o ônibus sob demanda foi implementado.


Descrição
Área do Conhecimento