Aplicação de um modelo de intensidade para apreçamento de credit default swaps sobre emissor corporativo no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2018-02-07
Orientador(res)
Pinto, Afonso de Campos
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Extensa literatura existe acerca de apreçamento de derivativos de crédito, em especial Credit Default Swaps, porém pouco foi discutido sobre o caso peculiar brasileiro, com convenções de taxas de juros e legislação específicas. Este trabalho foca na implementação de um modelo de intensidade, em particular o modelo padrão da ISDA, adaptado à um contrato de CDS no Brasil sobre um emissor corporativo. Spreads de Credit Default Swaps negociados no mercado offshore, yields de bonds e yields de debêntures foram utilizados como insumos para obtenção das taxas implícitas de intensidade de default e backtesting do modelo. Os dados utilizados compreendem o período de 2015 a 2017, englobando momentos de estresse relacionados à crise política brasileira. Algumas aplicações são, então, apresentadas, entre elas hedging, basis trading e estruturação de Credit Linked Notes.


Descrição
Área do Conhecimento