Análise do impacto das mudanças de ratings no preço das empresas da B3

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022-02-11
Orientador(res)
Norden, Lars
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Objetivo - O presente estudo teve por objetivo analisar como os anúncios de rebaixamentos e elevações de rating influenciam o preço das ações de empresas da B3. Metodologia - A metodologia escolhida foi o estudo de eventos utilizando o modelo de retorno ajustado ao mercado a fim de estimar os retornos normais e retornos anormais para 3 janelas de evento 41 dias (-20; +20), 21 dias (-10; +10) e 3 dias (-1; +1) e o teste T para avaliar a significância estatística dos resultados encontrados. A amostra foi desenvolvida com base nas mudanças de rating da Standard & Poor’s emitidos para empresas da B3 entre janeiro de 2010 e dezembro de 2020, com 230 eventos, sendo 145 de rebaixamento e 85 de elevação de rating. Resultados - Os resultados demonstram que as divulgações de alterações de rating têm influência no preço das ações de forma segmentada pelas subamostras analisadas. Esses efeitos são mais acentuados para as subamostras de rebaixamentos, principalmente das empresas das seguintes subamostras: Novo Mercado, empresas rebaixadas com perda do nível de investimento e as menores empresas. Adicionalmente, os resultados apresentam evidências de que os investidores tendem a antecipar os eventos de rating e o preço das ações sofre os efeitos antes da divulgação do novo rating, especialmente para as subamostras de rebaixamentos do Novo Mercado, Segmento de Listagem Básico e nas menores empresas. Sendo assim, a maior janela de evento analisada apresenta melhores informações para o desenvolvimento da análise. Nos eventos de elevação de rating, o efeito da alteração de rating é mais acentuado nas empresas que ganham (recebem) rating com nível de investimento (partindo de um rating especulativo), nas menores empresas, nas que fazem parte do Novo Mercado e do Nível 2 de governança corporativa diferenciada da B3. Limitações - São analisadas apenas empresas que fazem parte da B3, que tiveram rebaixamento ou elevação de rating de longo prazo, em escala global, no período de 01/01/2010 a 31/12/2020, pela Standard & Poor’s e tem cotação diária de ações. Apenas são considerados os ratings emitidos para empresas de capital aberto apesar de as agências de classificação de rating emitirem ratings também para empresas fechadas. A principal razão para desenvolver o trabalho com essas empresas é porque existem cotações diárias disponíveis em sites de corretoras, que são necessárias para mensurar e analisar o impacto das alterações de rating. Assim, esse conjunto de restrições da amostra não faculta a generalização dos resultados deste estudo para todas as empresas brasileiras. Com relação à metodologia escolhida para avaliar o impacto do rating no preço das ações das empresas, é importante ressaltar que o AAR é calculado com base no modelo de retorno ajustado ao mercado. Então, outros pesquisadores podem formular pesquisas utilizando outros modelos para o cálculo do Retorno Anormal (Retorno Ajustado à Média, Retorno Ajustado ao Risco e ao Mercado e outros Modelos Econômicos ou estáticos) e, com isso, encontrar resultados divergentes. Ainda com relação à metodologia do estudo, as janelas do evento analisadas são: 41 dias (-20; +20), 21 dias (-10; +10) e 3 dias (-1; +1.). Aplicabilidade do trabalho - A partir dos resultados encontrados, as empresas à procura de financiamento passam a ter acesso a informações sobre o comportamento do investidor diante de situações de piora e melhora de rating, de acordo com seu nível de governança corporativa, nível de rating (investimento ou especulativo), porte, situação de rebaixamento e perspectivas da economia em função da pandemia. Sendo assim, esse trabalho contribui com informações uteis para otimização da estrutura de capital e desempenho de empresas que possuem ratings corporativos. Contribuições para a sociedade - Essa dissertação contribui para suprir a lacuna acadêmica da literatura nacional e de mercados emergentes de estudos de impactos de mudanças de rating no preço de ações com as seguintes análises: rebaixamento x elevações de rating, ganho e perca de rating com nível investimento e por porte de empresa. Originalidade - São realizadas análises que não foram encontradas anteriormente na literatura de estudos de impacto de mudança de rating no preço de ações, como por nível diferenciado de governança corporativa, eventos de rebaixamento sobre influência de mudanças do rating soberano e eventos ocorridos durante a pandemia global e fora do período da pandemia.


Descrição
Área do Conhecimento