Suspeita fundada na cor: seletividade racial nas condenações por tráfico com provas obtidas em entradas ilegais em domicílios no Brasil

Resumo

O artigo aborda a suspeita de seletividade racial nas condenações por tráfico de drogas no Brasil, centrando-se na obtenção de provas em incursões ilegais em residências. Examina-se a possibilidade de discriminação racial na abordagem policial, resultando em uma aplicação desproporcional da lei. Destaca-se a questão da cor da pele como um fator influente no processo de investigação e julgamento, levantando preocupações sobre a justiça e a imparcialidade no sistema legal brasileiro.


Descrição
Área do Conhecimento