FGV DIREITO RIO - Cadernos FGV Direito Rio

Os Cadernos FGV DIREITO RIO são uma publicação quadrimestral da FGV DIREITO RIO, em formato impresso e digital. O objetivo da publicação consiste em realizar uma discussão rigorosa a respeito do ensino jurídico no Brasil, além de também apresentar reflexões a respeito da formação do profissional do direito e também do mercado de trabalho no Brasil e no mundo.

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 16 de 16
  • Item
    Cadernos FGV Direito Rio - vol. 14
    (2023-11) Leal, Fernando; Alves, Cristina Nacif; Lima Junior, João Manoel de; Paiva, Amanda Simões de Lima; Valle, Juliana Rodrigues; Cantarelli, Luiz Guilherme Pessoa; Duarte, Paula da Cunha; Zaide, Tatiana Arima Cohen; Corrêa, Thiago Pinheiro
    Os Cadernos FGV Direito Rio são publicados pela FGV Direito Rio, em formato impresso e digital, desde 2005. A publicação tem como objetivos centrais fomentar os debates sobre o ensino jurídico no país e contribuir para o seu aprimoramento. Para tanto, os textos dos “Cadernos” investem em diagnósticos rigorosos e se debruçam sobre discussões metodológicas, teóricas e práticas sobre os dilemas cotidianamente enfrentados por alunos e professores em sala de aula.
  • Item
    Cadernos FGV Direito Rio - vol. 13
    (FGV Direito Rio, 2022-12-01) Leal, Fernando; Gomes, Bianca; Roquete, Felipe; Jorge, Álvaro Palma de; Bogossian, Andre; Andreiuolo, Bernardo; Franco, Paulo Fernando de Mello; Kellner, Alexander Leonard Martins; Schmidt, Gustavo da Rocha; Caggiano, Heloisa Conrado; Costa, Leonardo de Andrade; Freitas, Rafael Véras de
    Os Cadernos FGV Direito Rio são publicados pela FGV Direito Rio, em formato impresso e digital, desde 2005. A publicação tem como objetivos centrais fomentar os debates sobre o ensino jurídico no país e contribuir para o seu aprimoramento. Para tanto, os textos dos “Cadernos” investem em diagnósticos rigorosos e se debruçam sobre discussões metodológicas, teóricas e práticas sobre os dilemas cotidianamente enfrentados por alunos e professores em sala de aula.
  • Item
    Teorias contemporâneas do direito: o direito e as incertezas normativas
    (Editora Juruá, 2016) Fortes, Pedro Rubim Borges; Campos, Ricardo José Furquim de; Barbosa, Samuel
    O presente volume discute ‘teorias contemporâneas do direito: o direito e as incertezas normativas’, a partir de uma perspectiva interdisciplinar e pluralista sobre o direito na sociedade contemporânea. A presente obra é o resultado de um simpósio internacional organizado pelos editores em março de 2015 na FGV Direito Rio e que contou com a participação de autores brasileiros e alemães para discutir o tema em dois dias de intensa e rica discussão acadêmica. A reunião dos trabalhos em uma série dedicada ao ensino jurídico, à metodologia de pesquisa e à formação profissional se justifica porque os ensaios apresentam um mosaico com a proposta de uma visão renovadora sobre como a teoria pode contribuir para se pensar o direito no Brasil. Além de trabalhos atuais e inéditos de autores consagrados no Brasil e no exterior, reunimos ensaios de jovens professores e pesquisadores, cujos temas e textos contêm, em seu conjunto, um novo olhar contemporâneo sobre a teoria do direito e que – esperamos – terá impacto nos debates de sala de aula, na perspectiva metodológica e no refinamento das reflexões analíticas do leitor da série Cadernos FGV Direito Rio.
  • Item
    Direito, cultura POP e cultura clássica
    (Escola de Direito do Rio de Janeiro da Fundação Getulio Vargas, 2015-12) Fortes, Pedro Rubim Borges; Coiro, Adriana Lacombe; Gebara, Ana Elvira Luciano; Galligan, D. J.; Muylaert, Eduardo; Schwartz, Germano; Steiner, Henry J.; Ghirardi, José Garcez; Friedman, Lawrence M.; Gómez, Manuel A.; Mizukami, Pedro Nicoletti; Ferraz Junior, Tercio Sampaio; Twining, William
    A série Cadernos FGV DIREITO RIO está publicando simultaneamente dois volumes sobre a relação entre o fenômeno jurídico e a manifestação artística, seja popular ou clássica. Este volume 12 cuida da relação entre Direito, Cultura Pop e Cultura Clássica, ao passo que o volume 11 discorreu sobre experiências inovadoras de Ensino Jurídico, Cultura Pop e Cultura Clássica. Assim, estamos celebrando o pioneirismo dos professores Gabriel Lacerda e José Garcez Ghirardi, que lecionam cursos respectivamente sobre ‘Direito e Cinema’ no Rio de Janeiro e sobre ‘Direito e Artes’, em São Paulo. Se o volume anterior apresentou experiências pedagógicas inovadoras, o presente título traz ensaios com reflexões profundas sobre a relação entre o direito e mídias, fotografia, videogames, rock, jazz, poesia, literatura, ópera, teatro, séries de televisão e cinema. Esta coleção de ensaios apresenta uma série de trabalhos de professores renomados do Brasil e do exterior com reflexões sobre a reflexividade entre o fenômeno jurídico e a expressão artística.
  • Item
    Ensino jurídico, cultura POP e cultura clássica
    (Escola de Direito do Rio de Janeiro da Fundação Getulio Vargas, 2015-08) Fortes, Pedro Rubim Borges; Direito, Carlos Gustavo; Lacerda, Gabriel; Reia, Jhessica; Ghirardi, José Garcez; Neves, José Roberto de Castro; Brown, Kathryn; Machado, Maíra Rocha; Asimow, Michael; Almeida, Paula Wojcikiewicz; Mizukami, Pedro Nicoletti
    A série Cadernos FGV DIREITO RIO possui uma dimensão de diário de bordo, isto é, de registro para a posteridade das atividades pedagógicas, de pesquisa jurídica e de perspectiva sobre o mercado profissional do direito. Neste contexto, o presente volume registra uma experiência inovadora das escolas FGV DIREITO e RIO e FGV DIREITO SP, descrevendo e celebrando uma década de ensino jurídico por meio da cultura pop. Os docentes pioneiros nesta empreitada são os professores Gabriel Lacerda e José Garcez Ghirardi, que lecionam cursos respectivamente sobre ‘Direito e Cinema’ no Rio de Janeiro e sobre ‘Direito e Artes’ em São Paulo. Ensaios originais de ambos os professores se encontram neste volume, complementados por uma série de experiências docentes realizadas por outros professores das escolas FGV DIREITO RIO e FGV DIREITO SP. Além das experiências realizadas no Brasil, reunimos ensaios de duas referências internacionais sobre o ensino jurídico e a cultura pop, a saber, os professores Michael Asimow, da Stanford Law School, e Kathryn Brown, da Universidade de Tilburg.
  • Item
    A formação da advocacia contemporânea
    (Escola de Direito do Rio de Janeiro da Fundação Getulio Vargas, 2014) Fortes, Pedro Rubim Borges; Garth, Bryant G.; Yoshikawa, Caio Henrique; Gouvêa, Carlos Portugal; Cavalli, Cássio; Decker, Christopher; Asensi, Felipe Dutra; Ribeiro, João Paulo da Silveira; Ghirardi, José Garcez; Timm, Luciano Benetti; Migliora, Luiz Guilherme Moraes Rego; Araujo, Nadia de; Lobo, Otto Eduardo Fonseca; Costa, Pedro Belchior; Perdomo, Rogelio Pérez; Suchodolski, Sergio Gusmão; Beneti, Sidnei Agostinho
    O mercado profissional da advocacia sofreu inúmeras transformações ao longo das últimas décadas no Brasil e no mundo. As variadas mudanças afetaram o tamanho dos escritórios de advocacia, sua organização interna, as hierarquias profissionais, o relacionamento com clientes e suas estratégias de atuação. As transformações também se estenderam ao próprio perfil profissional da advocacia contemporânea, de maneira que um advogado atualmente deve estar preparado para lidar com o fenômeno da globalização, as possibilidades oriundas das inovações tecnológicas e os desafios da economia e da opinião pública. Na sociedade contemporânea, espera-se ainda que o advogado tenha espírito empreendedor e visão crítica, posicionando-se conforme o marketing profissional e aproveitando não apenas as oportunidades decorrentes da advocacia tradicional. Assim, o presente volume reúne uma coleção de textos relativos às transformações do mercado e da profissão a partir de diversas perspectivas.
  • Item
    Globalização do ensino jurídico
    (2014-09-19) Fortes, Pedro Rubim Borges; Schwikkard, Pamela; Martes, Ana Cristina Braga; Vargas, Daniel; Lacerda, Gabriel; Ribeiro, Gustavo Sampaio de Abreu; Alviar, Helena; Falcão, Joaquim; Ghirardi, José Garcez; Castro, Marcus Faro de; Lima, Maria Lúcia Labate Mantovanini Pádua; Prado, Mariana Mota; Vieira, Oscar Vilhena; Barrozo, Paulo Daflon; Sester, Peter; Sampaio, Rômulo Silveira da Rocha; Macedo Júnior, Ronaldo Porto
    O livro começa com reflexões de diretores de quatro importantes escolas globais de Direito. Em seguida, professores discutem aspectos teóricos importantes - circulação de ideias, criação de sentidos, expansão da criatividade e postura cosmopolita - e outros compartilham sua experiência sobre possibilidades e limites do ensino jurídico globalizado. Há, ainda, o registro de uma conferência na Harvard Law School para discutir o tema, um ensaio com especulações sobre o futuro e um parecer sobre periódicos jurídicos internacionais. Temos colaboradores de universidades do Brasil, Colômbia, Estados Unidos, Canadá, Africa do Sul e Suíça.
  • Item
    Etnografia no ensino do direito
    (2012) Fontainha, Fernando de Castro; Hernandez, Audrey; Godet, Chloé; Trousset, Alice; Velu, Anne-Élise; Ferrand, Emmanuelle; Menezes, Gabriel Florêncio Marques de; Miglioma, Guilherme; Costa e Silva, Paula Teixeira Mendes; Gaspar, Walter B.; Figueiredo, Beatriz Helena Fonseca Rodrigues de Campos; Oliveira, Amanda Martins Soares de; Cattley, Luiza Mussoi; Costa, Rafael Viana de Figueiredo; Barboza, Rafaella Torres de Carvalho; Maciel, Gabriel Monteiro Dias; Miranda, Gustavo Felipe; Meerbaum, Johann
    Este volume buscou condensar e refletir sobre uma experiência pedagógica: a minienquete etnográfica. Iniciada no ensino da disciplina 'Sociologia Política' na Faculdade de Direito de Montpellier em 2009, a minienquete foi pensada como um trabalho que unisse ensino e pesquisa, e onde os alunos confrontariam os textos discutidos em sala com a observação direta de uma sessão inteira de qualquer parlamento. Da França ao Brasil e da sociologia política a jurídica, na FGV Direito Rio os alunos vem sendo instados a analisar o que observam diretamente num ambiente judiciário com os textos estudados em sala. Assim este volume começa com um balanço da atividade e se segue com os quatro melhores trabalhos dos alunos franceses, e os doze melhores trabalhos dos alunos brasileiros.
  • Item
    Ensinar e Fazer o Direito
    (FGV Direito Rio, 2012) Asensi, Felipe Dutra; Falcão, Joaquim; Machado, Mario Brockmann; Almeida, Paula Wojcikiewicz; Noronha, Rodolfo
  • Item
    Laboratório de Experiências Didáticas
    (FGV Direito Rio, 2011) Porto, Antônio José Maristrello; Souza, Carlos Affonso Pereira de; Oliveira, Fabiana Luci de; Lacerda, Gabriel; Falcão, Joaquim; Fabris, Lígia; Maciel, Marília Ferreira; Abramovay, Pedro Vieira; Francisco, Pedro Augusto; Nogueira, Rafaela; Branco, Sérgio; Amaral, Thiago Bottino do
  • Item
    Por que?
    (FGV Direito Rio, 2010) Coiro, Adriana Lacombe; Reino, Adriana Simonsen; Souza, Antônio Pedro Garcia de; Tulli, Carla Ribeiro; Aisengart, Daniel; Anciães, Hugo; Gomes, Lucas Thevenard; Barbosa, Mariana Monjardim; Rego, Mariana Montenegro
  • Item
    Formação Jurídica e Humanidades
    (FGV Direito Rio, 2010) Fabiani, Emerson Ribeiro; Campos, Francisco Eduardo de; Freyre, Gilberto; Gonçalves, Guilherme Leite; Salles, João Moreira; Falcão, Joaquim; Irti, Natalino
  • Item
    Educação jurídica e método de caso
    (FGV Direito Rio, 2010) Falcão, Joaquim; Stuckey, Roy; Dantas, San Tiago
  • Item
    Ensino Jurídico: ideias e reflexões
    (FGV Direito Rio, 2006) Falcão, Joaquim; Arguelhes, Diego Werneck; Sá, João Zacharias; Ferraz Junior, Tercio Sampaio
  • Item
    Projetos para um novo ensino jurídico no Brasil
    (FGV Direito Rio, 2005) Rodriguez, Caio Farah; Falcão, Joaquim; Unger, Roberto Mangabeira
  • Item
    A crise do ensino jurídico e a experiência do CEPED
    (FGV Direito Rio, 1972) Lamy Filho, Alfredo