Demografia e Gastos Públicos / RP

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 3 de 3
  • Item
    Brazil's demographic transition and its effects on public spending
    (2020) Barbosa Filho, Fernando de Holanda; Turra, Cássio Maldonado; Franco Neto, Afonso Arinos de Mello
    This chapter presents future public spending projections for Brazil as a result of the demographic transition. The end of the demographic dividend, which will be followed by population ageing, will affect spending on health, education, social programmes and social security, including pensions. Health spending will increase significantly in absolute terms but should maintain its share as a proportion of gross domestic product (GDP). Education expenditure will decline. As education spending in Brazil is determined by the level of education, the reduction in spending will not be linear, and will affect all levels of government. The biggest challenge will be the payment of social security benefits, putting at risk the sustainability of the government finances. Therefore, the most urgent task for federal, state and municipal governments is to pursue comprehensive social security reforms that will guarantee basic government functions in the coming years.
  • Item
    Evolução dos gastos públicos no Brasil com base na demografia
    (2019-01-30)
    Este artigo faz uma simulação acerca da evolução dos gastos públicos no Brasil com base nas mudanças demográficas. O fim do bônus demográfico, com o envelhecimento da população brasileira e o aumento do peso relativo dos idosos em relação a população em idade ativa, afetará gastos fundamentais como em saúde, educação, programas sócias e previdência. Desta forma, levando-se em consideração somente o componente demográfico analisamos a evolução dos gastos por entes federativos no Brasil. Os gastos com saúde aumentarão em valores absolutos de forma significativa mas devem manter a sua parcela como proporção do PIB. Os gastos com educação irão se reduzir. Como os gastos com educação no Brasil são divididos de acordo com o grau educacional, a redução dos gastos não será linear, mas atingirá todos os níveis governamentais O maior desafio será no pagamento dos benefícios de previdência social. O envelhecimento populacional elevará de forma substancial os gastos com a previdência no Brasil, inviabilizando os diferentes níveis de governo. Desta forma, o maior desafio de curto prazo para governos federal, estadual e municipal é a realização de uma ampla reforma previdenciária que permita a operação das funções básicas de governo nos próximos anos.