FGV DIREITO RIO - CTS: Livros

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 20 de 37
  • Item
    The quest for AI sovereignty, transparency and accountability: official outcome of the UN IGF data and artificial intelligence governance coalition
    (2023-10) Belli, Luca; Gaspar, Walter B.
    This volume marks the beginning of activities of the Coalition on Data and Artificial Intelligence Governance (DAIG), a multistakeholder group established under the auspices of the United Nations Internet Governance Forum (IGF). The Coalition aims at fostering discussion of existing approaches to data and AI governance, promoting analysis of good and bad practices to identify what solutions should be replicated and which ones should be avoided by stakeholders to achieve a sustainable an effective data and AI governance, with a particular focus on experiences from Global South countries.
  • Item
    Community networks: building digital sovereignty and environmental sustainability
    (FGV Direito Rio, 2023) Belli, Luca; Hadzic, Senka
    This book is the official 2023 outcome of the Dynamic Coalition on Community Connectivity (DC3), which is a component of the United Nations Internet Governance Forum (IGF). Community networks are crowdsourced initiatives relying on the active participation of local communities in the design, development and management of network infrastructure as a common resource. add text. This volume is the latest collective effort elaborated by DC3 and is dedicated to “Community Networks: Digital Sovereignty and Environmental Sustainability” to provide a missing, yet essential, perspective to the community networks debate: their role as drivers of commons-based notions of digital sovereignty and environmental sustainability. For further information on DC3 and all previous reports can be found at www.comconnectivity.org
  • Item
    Cibersegurança: uma visão sistêmica rumo a uma proposta de Marco Regulatório para um Brasil digitalmente soberano
    (FGV Direito Rio, 2023-06-14) Belli, Luca; Franqueira, Bruna Diniz; Bakonyi, Erica; Chen, Larissa; Couto, Natalia de Macedo; Chang, Sofia; Hora, Nina da; Gaspar, Walter B.
    Este trabalho destaca que a cibersegurança é um assunto necessariamente multidimensional, multissetorial e, frequentemente, transnacional. Tal natureza é evidente, considerando que a elaboração e implementação de conceitos, estratégias, normas, ferramentas e mecanismos de governança de cibersegurança depende de atores de natureza extremamente diferente – pública, privada, associativa etc. – que não são necessariamente localizados na mesma jurisdição. Ao mesmo tempo, ciberataques implicam frequentemente atores de natureza diferente localizados em várias jurisdições, tornando a cooperação internacional uma necessidade não somente para conseguir respostas apropriadas aos ciberataques, mas, ainda mais basicamente, para conseguir um nível de certeza adequado na atribuição mesma dos ataques.
  • Item
    De la gouvernance à la régulation de l'internet
    (2015) Belli, Luca
    L’ambition de ce travail de recherche est d’examiner les différents mécanismes de gouvernance qui ont permis, et qui continuent à permettre, à une pluralité de parties prenantes de façonner l’évolution de l’Internet. L’émergence du concept de gouvernance et les déclinaisons de la notion de régulation seront analysées, à titre liminaire, afin de pouvoir comprendre l’application de ces concepts dans l’écosystème internautique. Ensuite, nous parcourrons l’histoire de l’Internet en soulignant la valeur normative des protocoles et des standards techniques, ainsi que des « principes architecturaux » qui permettent le fonctionnement de ce réseau mondial. Nous mettrons en lumière l’affirmation d’un nouveau modèle organisationnel, fondé sur la participation d’une hétérogénéité de stakeholders à la négociation d’instruments de régulation dont l’application est indépendante des frontières nationales. Ce paradigme multistakeholder est incarné par des entités méconnues des juristes, telles que l’Internet Engineering Task Force (IETF), l’Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN) et l’Internet Governance Forum (IGF). D’une part, le décryptage de ces entités nous amènera à appréhender leur rôle fondamental dans la définition de la structure logique de l’Internet et dans la mise en oeuvre d’une véritable administration « cyberterritoriale ». D’autre part, l’analyse des processus participatifs qui caractérisent ces entités nous permettra d’arguer la possibilité de reproduire ces processus afin d’élaborer des modèles régulatoires par le biais d’une négociation multi-parties prenantes. En effet, ce travail de recherche repose sur la thèse selon laquelle la participation multistakeholder qui caractérise la gouvernance « technique » de l’Internet peut être transposée dans l’élaboration de modèles réglementaires pouvant être adoptés par les législateurs et les régulateurs nationaux, ou pouvant inspirer ces derniers, en vertu de leur efficacité. Cette thèse a été mise en application en élaborant un modèle de cadre sur la neutralité du réseau Internet.
  • Item
    Community networks as enablers of human rights
    (2022-12-01) Belli, Luca; Hadzic, Senka
    The authors of this book are (in alphabetical order): Carlos Baca, Luca Belli, Senka Hadzic, Erik Huerta, Lee W.McKnight, Ronaldo Neves de Moura Filho, Niels ten Oever, Raquel Rennó, and Karla Velasco. This book is the Official 2022 Outcome of the Dynamic Coalition on Community Connectivity (DC3) of the United Nations Internet Governance Forum (IGF). DC3 is a multistakeholder group, fostering a collaborative analysis of community networks (CNs), exploring how such initiatives can improve and expand connectivity while empowering Internet users. As the DC3 has demonstrated over the past seven years, community networks represent an important complementary strategy that can foster not only connectivity but also sustainability and the full enjoyment of human rights. CNs are crowd-sourced collaborative networks, developed in a bottom-up fashion by groups of individuals – i.e., communities – that design, develop and manage the network infrastructure as a common resource. Hence, CNs are connectivity initiatives managed according to the governance models established by their community members, in a democratic fashion, and may be operated by groups of self-organised individuals or entities such as non-governmental organisations (NGOs), local businesses or public administrations. CNs should not be considered as a competing or antagonistic model either to the state or to the market. On the contrary, they should be seen as a particularly interesting complementary solution to fill the existing connectivity gaps. All previous DC3 publications can be found at www.comconnectivity.org.
  • Item
    Da televisão ao YouTube: influenciadores, audiências e normas
    (2021-10) Reia, Jhessica; Francisco, Pedro Augusto P.; Freitas, Bruna Castanheira de; Mizukami, Pedro Nicoletti
    O YouTube é, atualmente, a maior plataforma de streaming de vídeo on-line do mundo. Criado, em 2005, e adquirido pelo Google pouco mais de um ano depois, conta com cerca de 2 bilhões de usuários - um número que representa quase um terço do total de usuários da Internet - e dá acesso a, diariamente, mais de 1 bilhão de horas de vídeo, com bilhões de visualizações, em 91 países e em oitenta idiomas diferentes. No entanto, é preciso refletir para além dos números e analisar o impacto do YouTube como intermediário, no ecossistema de produção de conteúdo. Como qualquer intermediário que atinge um alcance global, o YouTube não é um mero agente cujo trabalho se resume em colocar criadores em contato com suas respectivas audiências. Tal como ainda ocorre com grandes gravadoras, editoras e produtoras de cinema e TV, a plataforma de streaming exerce influência no tipo de conteúdo que distribui, seja por meio de suas políticas de controle de conteúdo ou pela sua arquitetura. Este livro é o resultado dos esforços de pesquisa de diversos autores que se dedicaram, para compreender esse fenômeno. Ele reúne muitos olhares e diferentes perspectivas sobre esta relevante plataforma.
  • Item
    Da fotocopiadora à nuvem: acesso ao conhecimento, pirataria e educação
    (2021-10) Reia, Jhessica; Francisco, Pedro Augusto P.; Freitas, Bruna Castanheira de; Mizukami, Pedro Nicoletti
    Esse livro é o resultado de muitos anos de pesquisas e colaborações. O último de uma série de projetos financiados pelo International Development Research Centre (IDRC) e desenvolvidos pelo Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV, foi pensado em rede e costurado por muitas mãos. Ao olhar para os processos de digitalização, a série à qual esse livro pertence tentou entender desdobramentos e impactos de novas tecnologias na produção cultural em diferentes setores.
  • Item
    Internet governance and regulations in Latin America
    (FGV Direito Rio, 2019-09) Álvarez, Carlos; Arellano, Pablo Bello; Azzolin, Horacio; Baca-Feldman, Carlos F.; Belli, Luca; Batista, Filipe; Bellagamba, Sebastian; Blanc, Humberto Carrasco; Carballo, Adrián; Cavalli, Olga; Cerf, Vinton G.; Cortés, Margarita Valdés; Chorão, Nadine Andrade; Datysgeld, Mark W.; Dias, Lacier; Doneda, Danilo; Echeberría, Raúl; Fergus, Luã; Francisco, Pedro Augusto; Garay, Oscar Robles; Gatto, Raquel; Garzón, Agustín; Gómez, Julio César Vega; Iracelay, Jorge Javier Vega; Lanza, Edison; Lopes, Cláudio Soares; Hinojosa, Daniela Parra; Jimenez, Maryleana Méndez; Knight, Peter; Magrani, Eduardo; Malvido, María Álvarez; Messano, Oscar A.; Mendes, Laura Schertel; O’Flaherty, Christian; Oliveira, Renan Medeiros de; Quiroga, Eduardo Molina; Ramos, Bruno; Ramos, Karla Velasco; Sastre, Andrés; Scartezini, Vanda; Simões, Vanessa Fusco Nogueira; Simões, Hugo Fusco Nogueira; Steck, Christoph; Velázquez, Erick Huerta; Zingales, Nicolo
    This book celebrates the ten-year anniversary of the South School on Internet Governance. The authors of this volume are (in alphabetical order): Carlos Álvarez, Pablo Bello Arellano, Horacio Azzolin, Carlos F. Baca-Feldman, Filipe Batista, Sebastian Bellagamba, Luca Belli, Humberto Carrasco Blanc, Adrián Carballo, Olga Cavalli, Vinton G. Cerf, Margarita Valdés Cortés, Nadine Andrade Chorão, Mark W. Datysgeld, Lacier Dias, Danilo Doneda, Raúl Echeberría, Luã Fergus, Pedro Augusto Francisco, Oscar Robles Garay, Raquel Gatto, Agustín Garzón, Julio César Vega Gómez, Jorge Javier Vega Iracelay, Edison Lanza, Cláudio Soares Lopes, Daniela Parra Hinojosa, Maryleana Méndez Jimenez, Peter Knight, Eduardo Magrani, María Álvarez Malvido, Oscar A. Messano, Laura Schertel Mendes, Christian O’Flaherty, Renan Medeiros de Oliveira, Eduardo Molina Quiroga, Bruno Ramos, Karla Velasco Ramos, Andrés Sastre, Vanda Scartezini, Vanessa Fusco Nogueira Simões, Hugo Fusco Nogueira Simões, Christoph Steck, Erick Huerta Velázquez, Nicolo Zingales. The Internet has become an integral part of the lives of all connected individuals and an essential tool for forming our opinions and enabling us to learn, communicate, socialize, do business and access public services easily and globally. This volume does not intend to comprehensively analyse the evolution and impact of the Internet in Latin America, but rather to offer the elements necessary to understand and question several facets of Internet governance and critically analyse a number of regulatory tools that influence its evolution in the region. This work adopts a multistakeholder approach by including a series of very heterogeneous analyses written by some of the region’s most recognised experts from academia, the public and private sectors, civil society and the technical community. This book confronts different opinions on the governance and regulations of Internet infrastructure, connectivity models, privacy, cybersecurity and technological developments in Latin America. In this sense, the reader may find varied and sometimes divergent opinions, since the purpose of this work is not to offer definitive solutions, but only to share ideas and elements of pluralistic reflection, to help each one to form their opinion in a critical and independent way.
  • Item
    Building community network policies: a collaborative governance towards enabling frameworks
    (FGV Direito Rio, 2019-10) Baca, Carlos; Belli, Luca; Bloom, Peter; Gaspar, Walter B.; Burns, Adam; Coffin, Jane; Echániz, Nicolás; Frankston, Bob; Heimerl, Kurtis; Hellerstein, Judith; Huerta, Erik; Jorge, Sonia; Lorenzon, Laila; Manzar, Osama; McKnight, Glenn; Muthusamy, Sivasubramanian; Navarro, Leandro; Oghia, Michael J.; Pace, Nico; Ramos, Bruno de Souza; Rosnay, Mélanie Dulong de; Srivastava, Ritu; Velasco, Karla; Viñas, Roger Baig
    This book was elaborated thanks to the invaluable contributions of (in alphabetical order): Carlos Baca, Roger Baig Viñas, Peter Bloom, Walter Britto, Adam Burns, Jane Coffin, Mélanie Dulong de Rosnay, Nicolás Echániz, Bob Frankston, Judith Hellerstein, Kurtis Heimerl, Erik Huerta, Sonia Jorge, Laila Lorenzon, Osama Manzar, Glenn McKnight, Sivasubramanian Muthusamy, Leandro Navarro, Michael Oghia, Bruno Ramos, Ritu Srivastava, Nico Pace, and Karla Velasco. This volume is jointly published by Fundação Getulio Vargas (FGV) and the Internet Society (ISOC) and is the result of a participatory process developed by the Dynamic Coalition on Community Connectivity (DC3). DC3 is a multistakeholder group of the United Nations Internet Governance Forum (IGF), fostering a cooperative analysis of community networks, exploring how such initiative may be used to improve connectivity while empowering Internet users. Community networks are crowdsourced initiatives relying on the active participation of local communities in the design, development and management of network infrastructure as a common resource. This book provides concrete suggestions regarding the policy elements that should be considered by regulators and other stakeholders alike in order to develop enabling frameworks for community networks. This work complements the previous DC3 publications dedicated to “Community Connectivity: Building the Internet from Scratch” (2016); “Community Networks: the Internet by the People, for the People” (2017); and “The Community Network Manual: How to Build the Internet Yourself” (2018). All publications are freely available online.
  • Item
    Termos de uso e direitos humanos: uma análise dos contratos das plataformas online
    (Editora Revan, 2019) Venturini, Jamila; Louzada, Luiza; Maciel, Marília Ferreira; Zingales, Nicolo; Stylianou, Konstantinos; Belli, Luca
    Entre o final dos anos 1990 e no início dos anos 2000, a Internet foi considerada um instrumento capaz de conectar diretamente o usuário ao provedor, o comprador ao vendedor, o público ao autor e eliminar uma série de intermediários tradicionais num fenômeno que viria a ser caracterizado como de “desintermediação”. No entanto, para que o tráfego de dados entre remetente e destinatário possa ocorrer, é necessária a existência de uma série de agentes privados, nas camadas de infraestrutura, lógica e de conteúdo. Por conta disso, atualmente parece mais correto afirmar que a Internet não determina a desintermediação, mas, ao contrário, estimula a emergência de novos intermediários que substituem alguns dos agentes que desempenharam funções essenciais na era anterior à Internet. Observa-se a emergência de um amplo espectro de entidades privadas particularmente poderosas em decorrência de sua capacidade de regular o acesso e a difusão de informações por meio de contratos de adesão e de coletar grandes quantidades de informações pessoais sobre os usuários e sobre as suas atividades. Este livro traz os resultados do projeto “Termos de Uso e Direitos Humanos”, que analisou os contratos de 50 plataformas, verificando como eles lidam com os direitos à liberdade de expressão, privacidade e processo justo.
  • Item
    Horizonte presente: tecnologia e sociedade em debate
    (Editora Letramento, 2019-05) Reia, Jhessica; Francisco, Pedro Augusto P.; Barros, Marina; Magrani, Eduardo
    O campo de estudos em Direito, Tecnologia e Sociedade é amplo e controverso, sujeito a mudanças constantes que trazem, muitas vezes, mais perguntas do que respostas. Os debates deste campo tratam de objetos que transformarão a vida cotidiana no futuro, mas que também já produzem efeitos no presente. É para explorar essa realidade multifacetada que o presente livro reúne especialistas de diversos setores para debater transformações tecnológicas, políticas públicas, desafios regulatórios, posicionamentos da sociedade civil, preocupações, soluções e oportunidades, dentro e além do Direito.
  • Item
    Breves considerações temáticas às propostas de emenda à Constituição - Parte 3
    (FGV Direito Rio, 2018) Sganzerla, Rogério Barros; Vasconcellos, Fábio; Cerdeira, Pablo de Camargo
    Parte integrante da obra “Três décadas de reforma constitucional - onde e como o Congresso Nacional procurou modificar a Constituição de 1988”, este capítulo teve como objetivo fazer breves considerações temáticas de no máximo cinco páginas sobre temas constitucionais, não somente naquilo que modificou a Constituição, mas também aquilo que procurou modificar, mas não foi aprovado.
  • Item
    Poder Constituinte e reforma da Constituição - dentro, fora e para além do Estado - Parte 2
    (FGV Direito Rio, 2018) Sganzerla, Rogério Barros; Vasconcellos, Fábio; Cerdeira, Pablo de Camargo; Legale, Siddharta
    Parte integrante da obra “Três décadas de reforma constitucional - onde e como o Congresso Nacional procurou modificar a Constituição de 1988”, este capítulo teve como objetivo a análise teórica do Poder Constituinte Originário, Derivado e também pensar novas formas para além deles.
  • Item
    Trinta anos de propostas e modificações constitucionais - Parte 1
    (FGV Direito Rio, 2018) Sganzerla, Rogério Barros; Cerdeira, Pablo de Camargo; Vasconcellos, Fábio
    Parte integrante da obra “Três décadas de reforma constitucional - onde e como o Congresso Nacional procurou modificar a Constituição de 1988”, este capítulo teve como objetivo a análise empírica dos dados referentes aos dispositivos constitucionais presentes nas propostas de emenda à Constituição apresentados de 1988 a 2018. O objeto da investigação focou não somente naquilo que modificou a Constituição, mas também aquilo que procurou modificar, mas não foi aprovado. Concluímos que, caso a Constituição tivesse apenas 1/3 do tamanho atual, ainda assim, persistiriam 51,36% das propostas de modificação e 62,58% das modificações. Além disso, também identificamos que apenas 2% das propostas apresentadas pela(o)s deputada(o)s e senadora(e)s foram aprovadas. Ainda assim, em trinta anos, houve uma expansão de 23,4% em relação ao texto original. Portanto, também concluímos que o próprio Poder Legislativo se contém na reforma da Constituição.
  • Item
    Governança e regulações da Internet na América Latina: análise sobre infraestrutura, privacidade, cibersegurança e evoluções tecnológicas em homenagem aos dez anos da South School on Internet Governance
    (FGV Direito Rio, 2018-12) Belli, Luca; Cavalli, Olga; Álvarez, Carlos; Arellano, Pablo Bello; Azzolin, Horacio; Baca-Feldman, Carlos F.; Batista, Filipe; Bellagamba, Sebastian; Blanc, Humberto Carrasco; Carballo, Adrián; Cerf, Vinton G.; Cortés, Margarita Valdés; Chorão, Nadine Andrade; Datysgeld, Mark W.; Dias, Lacier; Doneda, Danilo; Echeberría, Raúl; Fergus, Luã; Francisco, Pedro Augusto; Garay, Oscar Robles; Gatto, Raquel; Garzón, Agustín; Gómez, Julio César Vega; Iracelay, Jorge Javier Vega; Lanza, Edison; Lopes, Cláudio Soares; Hinojosa, Daniela Parra; Jimenez, Maryleana Méndez; Knight, Peter; Magrani, Eduardo; Malvido, María Álvarez; Messano, Oscar A.; Mendes, Laura Schertel; O’Flaherty, Christian; Oliveira, Renan Medeiros de; Quiroga, Eduardo Molina; Ramos, Bruno; Ramos, Karla Velasco; Sastre, Andrés; Scartezini, Vanda; Simões, Vanessa Fusco Nogueira; Simões, Hugo Fusco Nogueira; Steck, Christoph; Velázquez, Erick Huerta; Zingales, Nicolo
    Este livro confronta diferentes opiniões sobre governança e as regulamentações de infraestrutura, conectividade, privacidade, cibersegurança e desenvolvimentos tecnológicos na América Latina. Nesse sentido, o leitor poderá encontrar opiniões variadas e, por vezes, divergentes, pois o objetivo deste trabalho não é oferecer soluções definitivas, mas apenas comunicar ideias e elementos de reflexão pluralista, para ajudar cada um a formar sua opinião de maneira crítica e independente. Este volume não pretende analisar exaustivamente a evolução e o impacto da Internet na América Latina, mas sim oferecer os elementos necessários para poder compreender e questionar várias das facetas que compõem o prisma da governança da Internet e analisar criticamente várias das ferramentas regulatórias que influenciam sua evolução na região. Este trabalho adota uma abordagem multissetorial no sentido de incluir uma série de análises muito heterogêneas, escritas por alguns dos mais reconhecidos especialistas da região, do mundo acadêmico, dos setores público e privado, da sociedade civil e da comunidade técnica.
  • Item
    Três décadas de reforma constitucional : onde e como o Congresso Nacional procurou modificar a Constituição de 1988
    (FGV Direito Rio, 2018-12) Cerdeira, Pablo de Camargo; Vasconcellos, Fábio; Sganzerla, Rogério Barros
    O tamanho da nossa Constituição influencia a quantidade de reformas sobre ela? Há um limite para o reformismo constitucional nos títulos, capítulos e seções da Constituição? Até que ponto a modificação (alteração, criação ou revogação de dispositivos) de uma seção contraria o desejo e objetivo do Poder Constituinte Originário? Podemos dizer que o Poder Legislativo funciona como contenção às propostas de modificação da Constituição? Essas questões serviram de referência para as investigações deste estudo sobre as propostas de emenda à Constituição (PEC). Ao identificar cada dispositivo presente em cada uma das 5.142 PECs, conseguimos elaborar indicadores sobre modificação, sucesso e extensão da Constituição de 1988. Concluímos que, caso a quantidade de dispositivos se restringisse a 1/3 dos dispositivos atuais, ainda assim, persistiriam 51,36% das propostas de modificação e 62,58% das modificações. Além disso, também identificamos que apenas 2% das propostas apresentadas pela(o)s deputada(o)s e senadora(e)s foram aprovadas. Ainda assim, em trinta anos, houve uma expansão de 23,4% em relação ao texto original. Assim, também concluímos que o próprio Poder Legislativo se contém na reforma da Constituição. Esta obra é um convite a diversos questionamentos contemporâneos acerca da extensão da Constituição, o poder de reforma, seus limites e a capacidade do Poder Legislativo de autocontenção.
  • Item
    The community network manual : how to build the Internet yourself
    (FGV Direito Rio, 2018-11) Belli, Luca; Ramos, Bruno de Souza; Antoniadis, Panayotis; Aubrée, Virginie; Viñas, Roger Baig; Dadoukis, Aris; Dini, Paolo; Rosnay, Mélanie Dulong de; Echániz, Nicolas; Heimerl, Kurtis; Johnson, Matthew; Kosakanchit, Pathirat; Pezé, Florencia López; Mansour, Steven; Maglavera, Stavroula; Martignoni, Jens; Mavridis, John; Meinrath, Sascha; Navarro, Leandro; Niavis, Harris; Roca i Tió, Ramon; Sevilla, Spencer; Tréguer, Félix
    This volume is jointly published by the Fundação Getulio Vargas (FGV), the International Telecommunication Union (ITU) and the Internet Society (ISOC). This volume is the result of the 2018 Call for Papers of the UN IGF Dynamic Coalition on Community Connectivity (DC3) and is the Official 2018 DC3 Outcome. DC3 is a multistakeholder group, fostering a cooperative analysis of community networks, exploring how such initiatives may be used to improve connectivity while empowering Internet users, triggering the creation of new content, applications, services and organisations, developed by the local community for the local community. Community networks rely on the active participation of local communities in the design, development and management of network infrastructure as a common resource. These networks give rise to new infrastructures, new governance models and new business opportunities and facilitate the free flow of information and knowledge, filling the lacunae left by the traditional Internet access-provision paradigm. This book is the third volume of a trilogy demonstrating the vitality, quality and interest of the contributions, projects and policy suggestions developed by DC3 members. It also proves that such vitality, quality and interest are not decreasing over time but, on the contrary, ideas and initiatives developed by DC3 members are increasing and cross-fertilising each other’s, while some of the most relevant institutions in the world are recognising their importance, value and impact.
  • Item
    Poder legislativo nacional : uma análise da produção legislativa do país sob a ótica do direito
    (FGV Direito Rio, 2018-10) Cerdeira, Pablo de Camargo; Vasconcellos, Fábio; Sganzerla, Rogério Barros
    O projeto Congresso em Números da FGV Direito Rio combina dois importantes aspectos na área da pesquisa aplicada contemporânea: o uso massivo de dados extraídos da Câmara dos Deputados e Senado Federal a partir do uso de recursos da computação e a reunião de uma equipe multidisciplinar, com conhecimento, por exemplo, em matemática aplicada, direito e ciência política. Esta obra reúne estudos de pesquisadores da FGV Direito Rio que utilizaram os dados organizados e estruturados pela equipe do Congresso em Números. São contribuições que procuram discutir aspectos substantivos de normas aprovadas pelo Congresso Nacional ou mesmo fatores que impactam a produção de leis no país.
  • Item
    Gobernanza y regulaciones de internet en América Latina
    (FGV Direito Rio, 2018-07) Belli, Luca; Cavalli, Olga; Cerf, Vinton G.; Lanza, Edison; Ramos, Bruno; Álvarez, Carlos; Arellano, Pablo Bello; Azzolin, Horacio; Baca-Feldman, Carlos F.; Batista, Filipe; Bellagamba, Sebastian; Blanc, Humberto Carrasco; Carballo, Adrián; Cortés, Margarita Valdés; Chorão, Nadine Andrade; Datysgeld, Mark W.; Dias, Lacier; Echeberría, Raúl; Fergus, Luã; Garay, Oscar Robles; Gatto, Raquel; Garzón, Agustín; Gómez, Julio César Vega; Iracelay, Jorge Javier Vega; Lopes, Cláudio Soares; Hinojosa, Daniela Parra; Jimenez, Maryleana Méndez; Knight, Peter; Magrani, Eduardo; Malvido, María Álvarez; Messano, Oscar A.; O’Flaherty, Christian; Oliveira, Renan Medeiros de; Quiroga, Eduardo Molina; Ramos, Karla Velasco; Sastre, Andrés; Scartezini, Vanda; Simões, Vanessa Fusco Nogueira; Simões, Hugo Fusco Nogueira; Steck, Christoph; Velázquez, Erick Huerta
    A Internet tornou-se parte integrante da vida de todos os indivíduos conectados e uma ferramenta essencial para a formação de nossas opiniões e para nos permitir aprender, comunicar, socializar, empreender e ter acesso a serviços públicos livremente. Este volume não pretende analisar exaustivamente a evolução e o impacto da Internet na América Latina, mas sim oferecer os elementos necessários para poder compreender e questionar várias das facetas que compõem o prisma da governança da Internet e analisar criticamente várias das ferramentas regulatórias que influenciam sua evolução na região. Este trabalho adota uma abordagem multissetorial no sentido de incluir uma série de análises muito heterogêneas, escritas por alguns dos mais reconhecidos especialistas da região, do mundo acadêmico, dos setores público e privado, da sociedade civil e da comunidade técnica. Este livro celebra dez anos de debates multissetoriais no âmbito da South School on Internet Governance (SSIG), confrontando diferentes opiniões sobre governança e as regulações de infraestrutura, conectividade, privacidade, cibersegurança e evoluções tecnológicas na América Latina. Nesse sentido, o leitor poderá encontrar opiniões variadas e, por vezes, divergentes, pois o objetivo deste trabalho não é oferecer soluções definitivas, mas apenas comunicar ideias e elementos de reflexão pluralistas, para ajudar cada um a formar sua opinião de maneira crítica e independente.
  • Item
    Congresso em números: a produção legislativa do Brasil de 1988 a 2017
    (FGV Direito Rio, 2018-04) Cerdeira, Pablo de Camargo; Vasconcellos, Fábio; Sganzerla, Rogério Barros; Cunha, Brenda; Carabetta, João; Sales, Alifer; Scovino, Fernanda
    O projeto Congresso em Números consiste no acompanhamento, busca e análise sistemática de grandes bases de dados sobre as atividades desenvolvidas pelo Congresso Nacional em seus mais diferentes aspectos: apresentação, aprovação, arquivamento, base do governo, tramitações, entre outros. Este livro é o primeiro estudo descritivo anual sobre a atividade legislativa desde a Constituição de 1988. Utilizando quatro eixos principais de análise (conjuntura política, produção legislativa, presença e indicador de apoio ao governo), examinamos como a Câmara dos Deputados buscou modificar o ordenamento jurídico brasileiro durante o período 1988-2017, com foco nas proposições apresentadas, aprovadas e arquivadas, sob um aspecto interdisciplinar, entre Direito, Ciência Política e Matemática Aplicada. Nosso desejo é que todos os interessados em compreender o Poder Legislativo tenham neste livro dados, questões e debates atualizados sobre o sistema político-jurídico brasileiro.