FGV EAESP - CDAE: Teses, Doutorado em Administração de Empresas

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 20 de 773
  • Item
    Empresas de copropriedade dos empregados alcançam desempenho superior?
    (2024-02-27) Monetti, Fabiano
    A maioria dos estudos empíricos observou correlação positiva, mas fraca, entre participação societária dos empregados e desempenho da empresa. A incorporação de moderadores e mediadores às análises não ampliou significativamente o conhecimento no campo. O desenvolvimento teórico é considerado insuficiente, e a relação entre os fenômenos, mais complexa do que se supôs. Argumentamos que a premissa teórica predominante, de que a participação dos empregados transmite seus efeitos ao desempenho da empresa, por meio de mudanças nas atitudes e comportamentos, não se aplica a todos os casos. Quando participação no capital e participação nas decisões constituem direitos plenos de propriedade capazes de alterar as relações de trabalho e poder na empresa, engendra-se, em determinados casos, uma configuração organizacional particular, caracterizada pela copropriedade dos empregados. A hipótese de pesquisa é de que tal configuração organizacional constitui condição suficiente para desempenho superior da empresa. Por meio de um reenquadramento conceitual e analítico, baseado em perspectivas teóricas alternativas, abordagem configuracional e análise comparativa qualitativa, confirmamos empiricamente a hipótese de pesquisa, desenvolvemos uma explicação teórica mais complexa e matizada sobre as condicionantes da relação entre participação dos empregados no capital e nas decisões e desempenho da empresa e demonstramos que, em contextos de copropriedade dos empregados, essa relação é mais clara e robusta do que os estudos empíricos observaram. Além de suas contribuições práticas, esta pesquisa contribui para rearticular os estudos de gestão a fenômenos sociais mais amplos e retomar o vínculo entre participação nas organizações e o debate político sobre sistemas organizacionais alternativos.
  • Item
    Governance mechanisms in multi-tier supply chains: a multiple case study in the Brazilian orange chain
    (2024-02-26) Maia, Laís Moltene
    Ensuring operational standards throughout a multi-tier supply chain challenging. Therefore, buyers must understand and manage the different levels of their chain, considering their first and second-tier suppliers. For this, the adoption of different governance mechanisms (contractual and relational) is essential for efficient supply chain management, avoiding illegal subcontracting, violations, and fraud. However, to date, no study has analyzed how different tiers in a supply chain use governance mechanisms among themselves to implement traceability. Moreover, there is a lack of studies that evaluate how traceability increases the transparency and reliability of information, improving supply chain governance. The aim of this study is to understand how different tiers have been using governance mechanisms to ensure the traceability in a multi-tier food supply chain. To achieve this objective, a multiple case study was carried out in two orange juice supply chains in the state of São Paulo. The data analysis compiled the governance mechanisms into 8 contractual mechanisms and 5 relational mechanisms. It was found that buyers use contractual (monitoring, certification, auditing, training) and relational (cooperation and coalition) mechanisms to guarantee the traceability process of their products. Another finding is that the buyer in these cases does not put efforts or resources into implementing traceability throughout the chain since the juice processor (1st tier) already does it in order to meet international standards. Another conclusion of the study was that traceability is a contractual governance mechanism.
  • Item
    Three essays on strategic entrepreneurship in emerging economies
    (2024-03-15) Azevedo, Paulo José de
    This study addresses the strategic entrepreneurship challenges in emerging economies, emphasizing the relevance of the informal economy as a strategic mechanism for entrepreneurs and survival mechanism for people involved in this context. Opportunistic or vulnerable individuals turn to the informal sector as a survival strategy in the face of institutional obstacles, such as bureaucracy and high taxes. This work deepens the understanding of the dynamics between strategic choices of informal and formal companies, the influence of informality on women's professional trajectories and how informality can be linked to illicit practices, highlighting the interaction between the informal economy, entrepreneurship opportunities and socioeconomic challenges.
  • Item
    Valorizando a diversidade: desenvolvimento da liderança inclusiva e impacto sobre o engajamento no trabalho
    (2024-02-26) Andretta, Danilo
    Valorizar a diversidade e a inclusão tem sido algo cada vez mais presente nos discursos dos gestores nas organizações. Diante de um crescente interesse pela pauta de diversidade, o recorte teórico desta tese lançou luz sobre o estilo de liderança inclusiva. De acordo com a literatura, o líder inclusivo promove a singularidade dos indivíduos, fortalece o senso de pertencimento em um time, demonstra apreciação das contribuições individuais, e apoia esforços organizacionais para a inclusão. Assim, um olhar direcionado às práticas de gestão da diversidade representa um elemento central para se compreender a liderança inclusiva. Nesse contexto, esta tese foi desenvolvida a partir de três estudos que exploraram diferentes aspectos da liderança inclusiva. No primeiro estudo, foi realizada uma revisão integrativa da literatura sobre o desenvolvimento de liderança na ótica da diversidade e inclusão. A pesquisa revelou quatro eixos temáticos que sinalizam diferentes caminhos nessa literatura, mas que estão entrelaçados. Somado a isso, foi proposto um modelo conceitual a partir das contribuições da literatura com dois elementos centrais: o perfil do líder e os objetivos do programa, envolvidos pelo contexto e cultura da organização. O segundo estudo teve como objetivo examinar o impacto da liderança inclusiva sobre o engajamento no trabalho através do efeito do comportamento ético do líder, cuja relação é condicionada pela reputação por resultado do líder. Esse estudo lançou luz sobre o engajamento no trabalho como um dos resultados potenciais da liderança inclusiva, a partir da teoria da sinalização, e contou com uma amostra de 221 liderados. Tornou-se possível descobrir que os líderes inclusivos são vistos pelos liderados como líderes mais éticos, e que essa relação culmina em maior nível de engajamento no trabalho. O terceiro estudo teve como objetivo examinar se o impacto da liderança inclusiva sobre o engajamento no trabalho acontece apenas quando os liderados reconhecem esse líder como inclusivo. Somado a isso, foi avaliado se o nível de comprometimento do líder com a promoção da igualdade representa uma estratégia que fortalece a relação entre a autoavaliação e a percepção dos liderados sobre a liderança inclusiva. A terceira pesquisa contou com a participação de 41 líderes e 161 liderados, e o modelo teórico foi discutido à luz da teoria do gerenciamento de impressões. Essa pesquisa revelou que a autoidentificação do líder com o estilo de liderança inclusiva não é suficiente para despertar o engajamento no trabalho, pois essa relação depende do reconhecimento dos liderados de que este líder é inclusivo e valoriza a diversidade. Em conjunto, as pesquisas desenvolvidas nesta tese reverberam sobre a relevância e atualidade da liderança inclusiva. Essa literatura pode continuar fomentando transformações significativas no ambiente de trabalho, almejando a edificação de organizações mais justas, igualitárias e sustentáveis que valorizem o ser humano.
  • Item
    Collective Social Accountability: integrating intersectionality and decolonial approaches in the prevention and tackling of domestic violence in organizations
    (2024-02-26) Silva, Caroline Rodrigues
    This thesis examines the pervasive issue of domestic violence in organizational contexts, engaging a decolonial and intersectional feminist lens to reflect the complexities of collective social accountability. By integrating decolonial feminist theories and intersectionality, the research highlights the myth of domestic violence being a private problem and underscores the need for a collective approach to social accountability within organizations. The thesis adopts a reflexive theoretical methodology called "escrevivência", a concept that combines writing (writing) with living (living), emphasizing the lived experiences of black Brazilian women as producers of new futures. This approach not only serves as the backbone of the study but also functions as a decolonial method, challenging traditional academic norms and advocating the recognition of domestic violence as a collective social responsibility. Through the analysis of narratives and empirical data, including case studies ("causos"), this research brings to light the intersectional realities of domestic violence and the role that organizations can play in addressing it. This study deepens the discussion on domestic violence in organizational contexts, incorporating insights from three key pieces of research that reinforce the need for collective social responsibility and decolonial and intersectional approaches. First, it reveals how decolonial and intersectional agendas promote collective social responsibility, although still underrepresented in organizational studies. Through the lens of decolonial feminist academics in Brazil, it points to strategic solutions that challenge the coloniality of power, knowledge, and being, recognizing the role of organizations in both perpetuating and solving social problems. Additionally, the research underscores the importance of escrevivência as a central reflexive mode for Black Brazilian women, challenging traditional academic norms and promoting a rich understanding of the lived experiences of plural women. This concept serves as a call for change in social and academic paradigms, redefining the boundaries of the study of domestic violence and organizational practices. Finally, the third study emphasizes the intersection between domestic violence and organizational practices from a decolonial and Black feminist perspective, identifying domestic violence not only as a "private" problem but as a matter of collective social responsibility. By challenging traditional conceptions of corporate responsibility, this work contributes to Organizational Studies (OS) and the field of Domestic Violence (DV) by proposing a new lens for understanding and addressing the social accountabilities of organizations. This thesis reiterates the urgency of transcending the frontiers between the private and the organizational, calling for a collective responsibility against domestic violence, grounded in decolonial and intersectional practices. By challenging existing power structures and reimagining paradigms of social responsibility, this work not only contributes to a more inclusive academia but also builds possible pathways for organizations that actively participate in constructing violence-free futures.
  • Item
    Essays on board gender diversity and corporate governance
    (2024-02-23) Coletta, Carolina
    This thesis explores board gender diversity in Brazil and its relationship with two main aspects: corporate governance (CG) and firm value. In the first chapter, we present the evolution of women participation in Brazilian boards of directors from 2010 to 2020. Their presence is higher in low-corporate governance requirement listings. However, when we consider independent female directors, their presence is higher in high-CG listings. In chapter two, we investigate whether board gender diversity is determined by firm-level corporate governance (CG). Previous research has failed to control for CG level when analyzing board gender diversity and firm outcomes, such as firm value. We find that CG negatively predicts measures of overall, non-independent and family-related female directors. However, such relationships turn positive when considering female independent directors. Our results contribute to the importance of controlling for CG to obtain unbiased estimates on the relation between female directors and firm performance, as they are both determined by CG. Finally, the third chapter investigates whether board gender diversity predicts firm value in Brazil. Our results show that overall measures of female directors (FD) or independent FD do not predict firm value in Brazil. However, there is a negative relationship between non-independent FD and firm value, driven by female directors that are members of the controlling family.
  • Item
    I “heart” my neighborhood: retailer’s servicescape, resident’s well-being perceptions, and local attractiveness
    (2024-02-27) Sarcinelli, Arthur França
    This dissertation investigates how residents' perceived well-being mediates the relationship between the servicescape experience of retail agglomerations and neighborhood attractiveness. Employing an explanatory sequential mixed methods approach, combining survey administration with semi-structured interviews of neighborhood retail residents and consumers, this research reveals that the impact of neighborhood retail agglomeration on attractiveness does not occur directly. Instead, it operates through two parallel mediated indirect pathways: consumer well-being via subjective well-being and consumer well-being in conjunction with agglomeration attractiveness. Additional results indicate that neighborhood daily life, social interactions, and community identity are important factors in the mediating role of residents' perception of well-being in the construction of an attractive neighborhood from neighborhood retail agglomerations. It contributes to a deeper comprehension of local attractiveness within the context of neighborhood retail in Brazil.
  • Item
    Essays on organizational sustainability orientation
    (2024-02-27) Tardin, Matheus Grage
    This thesis delves into the concept of Organizational Sustainability Orientation (OSO), providing a comprehensive examination of how sustainability is integrated within organizational strategies and the resulting impact on business outcomes. Through a mixedmethods approach combining bibliometric analysis, qualitative content analysis, and metaanalysis, this research traces the evolution of OSO, identifies key drivers of its implementation, and evaluates its effects on operational and performance outcomes. A significant contribution of this work is the identification of the balanced importance of social and environmental sustainability, advocating for an approach that incorporates the interdependence of environmental, social, and economic dimensions. The research stresses the central role of internal and external factors—including regulatory pressures, competitive dynamics, leadership commitment, and cultural influences—in shaping an organization's sustainability orientation. The findings reveal that a robust OSO enhances organizational performance across various metrics while also positioning firms to better meet the evolving expectations of consumers, employees, and society at large. Moreover, it underscores the strategic value of sustainability as a central driver of innovation, competitive advantage, and long-term success. This thesis contributes to the theoretical and practical understanding of sustainability in business, offering insights and recommendations for organizations seeking to navigate the complexities of sustainability. It calls for a comprehensive, integrated approach to sustainability, emphasizing the need for leadership that champions sustainable values and practices across all levels of the organization.
  • Item
    Topografia da resistência digital: espaços de resistência no contexto do trabalho de plataforma digital
    (2024-02-01) Neves, Ianaira Barretto Souza
    Pesquisas prévias dedicados ao campo de trabalho em plataformas digitais têm realizado ampla investigação no que tange o entendimento de como o controle algorítmico é empregado para a gestão da força de trabalho. No entanto, para além da compreensão dos mecanismos de controle, torna-se relevante desvelar como esses trabalhadores de plataforma geridos algoritmicamente se envolvem em atos de oposição a esse tipo de controle e quais espaços de resistência eles constroem. Este estudo tem como objetivo analisar como os trabalhadores resistem à gestão algorítmica no trabalho em plataformas digitais a partir das narrativas de resistência dos trabalhadores que atuam food-delivery no Brasil. Para tanto, realizei uma pesquisa qualitativa e empírica, empregando análise temática de narrativas, baseada em dados coletados ao longo de três anos de pesquisa. A coleta de dados envolveu entrevistas etnográficas, observações e inserções no campo e etnografia digital em grupo do WhatsApp. A partir das emergentes narrativas de resistência dos trabalhadores, pude identificar três espaços distintos de resistência: Resistência no espaço físico, Resistência no espaço híbrido e Resistência no espaço imaginativo. Essas categorias demonstraram que, ao contrário do cenário de controle absoluto apontado por alguns estudos prévios, os trabalhadores de entrega de alimentos em plataformas digitais se opõem e resistem em diferentes espaços, sendo esses espaços não mutuamente excludentes. Dessa forma, a pesquisa contribui para o avanço teórico e empírico nos estudos sobre organizações e tecnologia; gestão mediada por algoritmo; trabalho em plataformas digitais e com os emergentes estudos sobre resistência no trabalho em plataformas digitais. Por fim, metodologicamente, avança nos debates sobre os desafios de investigações conduzidas simultaneamente nos espaços digitais e físicos.
  • Item
    Modelos de negócios digitais para infoprodutos e os empreendedores digitais
    (2024-02-07) Oliveira-Cunha, Yuri Lazaro de
    Este estudo investigou os modelos de negócios digitais utilizados por empreendedores que produzem, comercializam e distribuem infoprodutos. Por meio de uma abordagem qualitativa e exploratória baseada em estudo de casos múltiplos, foram identificadas as características e componentes desses modelos de negócios, além de explorar a evolução desses empreendimentos digitais. A pesquisa se mostra relevante tanto academicamente, por investigar em profundidade um fenômeno de empreendedorismo digital em um contexto emergente, quanto na prática, por fornecer aprendizados que podem orientar novos empreendedores digitais, dada a alta mortalidade de novos negócios mundialmente. O referencial teórico abrangeu conceitos sobre modelo de negócio digital, empreendedorismo digital e infoprodutos. Por meio de entrevistas semiestruturadas com empreendedores digitais de infoprodutos, buscou-se compreender suas estratégias, processos e modelos de negócio adotados, assim como os artefatos digitais desenvolvidos. A análise dos casos indicou convergência quanto ao foco dos modelos na produção de conteúdo, com parcerias para complementar atividades de comercialização e distribuição. Ao mesmo tempo, as motivações, configurações organizacionais, formatos de infoprodutos e desafios enfrentados diferiram entre os empreendedores analisados. As contribuições incluem proporcionar melhor entendimento sobre o fenômeno dos infoprodutos ainda pouco explorado no contexto do empreendedorismo digital, trazendo aprendizados sobre modelos de negócios digitais de infoprodutos que podem orientar novos empreendedores. O estudo também fornece insights para trabalhos futuros sobre um campo de pesquisa emergente.
  • Item
    Se quiser bem-feito, faça você mesmo: dos fatores de propensão ao desenvolvimento da capacidade da firma para integração vertical
    (2024-02-06) Partyka, Raul Beal
    A integração vertical é uma estratégia para empresas e suas cadeias de suprimentos a fim de melhorar seus níveis de confiabilidade. Em algumas situações, realizar uma operação internamente se torna necessário. Dentre os fatores de propensão para realização de integração vertical, é plausível estimar que alguns possuem maior importância que outros. Estes podem ser encontrados com diferentes níveis e impactam diferentemente a decisão de integração vertical. Ao olhar internamente, a firma pode escolher por desenvolver – no médio e longo prazo - internamente ou, devido a recursos finitos, adquirir e controlar essa capacidade. Dentre os recursos que a firma possui para realizar integração vertical alguns são mais relevantes do que outros. Tais recursos acabam por constituir uma capacidade organizacional para realizar integração vertical que tende a habilitar as empresas a buscar a integração vertical de operações, realizando atividades internamente. Mesmo que as empresas possam ter como intuito a aquisição da capacidade, ao invés de, primordialmente serem capaz de adquirir a operação, elas ainda são dotadas de capacidades. Portanto, esta tese testa os efeitos de três fatores de propensão, consistência, aquisição do controle e abrangência, para a integração vertical via fusões e aquisições (M&A) e verifica como os recursos da firma são utilizados para realizar integração vertical, se há diferentes perfis e como é a formação da capacidade de integração vertical. Esta tese adota a metodologia de método misto paralelo, com o uso de dados quantitativos e qualitativos. Na etapa quantitativa, três hipóteses foram testadas empiricamente, através de análise de regressão logística com estimador de razão de chances (odds ratio), para três fatores de propensão com 2.174 operações de M&A de empresas brasileiras entre os anos de 2017 e 2021. A etapa qualitativa utiliza o método de estudo de casos embedded múltiplos polares, de doze operações de M&A verticais, sendo cinco upstream e sete downstream, para verificar a utilização dos recursos, a existência de diferentes perfis e a formação da capacidade da firma. As hipóteses foram confirmadas e evidenciam que, a consistência, a aquisição do controle e as operações de abrangência doméstica, estão positivamente relacionadas e aumentam as chances de realização de M&A verticais. Ao apresentar as evidências dos recursos da firma, o estudo qualitativo identifica e mensura seis recursos relacionadas às M&A verticais. Como resultado, uma capacidade para integração vertical é mais dependente dos níveis existentes dentro de casa, no período pré-aquisição, do que dependente da apropriação da operação adquirida. O estudo traz à luz os diferentes perfis de recursosrelacionadas à integração vertical além da formação de uma capacidade para integração vertical. Quando considerada a polaridade entre casos, ou seja, uma aquisição do controle (comando) ou uma aquisição sem o controle, nos dois extremos confirmou-se a existência dos diferentes níveis e perfis de recursos. O estudo contribui para a discussão teórico-empírica acerca da integração vertical, dos recursos e da capacidade da firma. Sobretudo, explora fatores que até agora não foram relacionadas ao efeito da decisão de realizar integração vertical e traz uma nova e significativa abordagem para avaliar a propensão e os caminhos ao se adotar a estrutura vertical.
  • Item
    Essays on the influence of NHC (Nutrition and Health Claims) on consumer response
    (2023-11-17) Sutil, Bruno do Nascimento
    Esta dissertação explora as influências históricas e contemporâneas da indústria alimentar, dos meios de comunicação social e das intervenções regulamentares nas percepções e escolhas dos consumidores. O trabalho enfatiza o papel das Comunicações de Nutrição e Saudabilidade (NHC) e da Rotulagem Nutricional na Frente da Embalagem (FoPNL) na formação da compreensão do consumidor. O estudo destaca os desafios colocados pelas informações enganosas nas embalagens e na publicidade, necessitando de regulamentações governamentais para garantir uma comunicação precisa dos alimentos. No centro da análise está o efeito halo de saudabilidade, onde uma única informação, como o NHC, influencia as percepções gerais do produto. A pesquisa reconhece a agência do consumidor na tomada de decisões e investiga processos cognitivos, como a dissonância cognitiva, que afetam as escolhas. Dividida em três artigos, a dissertação analisa sistematicamente o impacto do NHC nas percepções do consumidor, explora a relação entre o efeito halo de saúde do NHC e a dissonância cognitiva e testa as limitações do NHC e do FoPNL nos produtos alimentares, fornecendo informações valiosas sobre a dinâmica dos alimentos.
  • Item
    Fake news, desinformação e infodemia nas redes sociais: uma proposta de caracterização
    (2023-10-10) Abreu, Rosamelia Girão
    Nos últimos anos, presenciamos uma enorme preocupação com a difusão de fake news nas redes sociais, com potenciais grandes consequências políticas e sociais, porque estas se espalham mais rápida, profunda e amplamente do que informações factuais. Nas redes sociais, câmaras de eco, algoritmos e vieses cognitivos desempenham papel relevante na modelagem do comportamento de seus usuários. Entretanto, a própria definição de fake news ainda é alvo de intensos debates e o arcabouço das pesquisas disponíveis ainda é recente e inconclusivo, o que demanda maior exame desse assunto. De fato, apesar do crescimento de estudo focados em fake news, os pesquisadores desse fenômeno ainda não chegaram a uma definição única para o conceito. Sobretudo, embora algumas alegações possam ser verificadas num processo de fact check e, em seguida, filtradas caso sejam falsas, o fato é que muitas técnicas podem ser utilizadas para propagar mentiras em redes sociais sem que se façam, stricto sensu, alegações falsas. A maioria dos autores que se debruçaram sobre o tema partiram do princípio de que a verdade e a falsidade podem ser concretamente definidas. Como podemos saber, de fato, o que é verdade? Ou antes, o que é a verdade? Assim, como contribuição teórica, este trabalho trazer mais clareza à definição do construto fake news, propondo um critério alternativo para sua classificação. Este trabalho situa-se, então, na intersecção dos estudos de Marketing sobre Redes Sociais e da formação da opinião pública na Comunicação. Como perspectiva filosófica adotou-se o construtivismo social, com estratégia de pesquisa qualitativa. Foram usados dados coletados no Twitter (atual plataforma X), de março de 2020 a fevereiro de 2021, durante a pandemia de COVID-19 e que incluíram, mensalmente, as 30 maiores postagens repercutidas no Twitter com relação ao tema “vacina”, num total de 360 mensagens, que foram, posteriormente, analisados usando a técnica de Análise de Conteúdo. O trabalho propõe uma classificação para fake news baseada em três vetores: o formato gráfico, a intenção de causar dano e fatualidade ou perigo claro e presente, além de sugerir critérios claros para que se faça essa caracterização. Este estudo contribui com os formuladores de estratégias de comunicação, especialmente em momentos de crise.
  • Item
    Smart cities for whom? Intersectionality and women`s safety perception and violence experience
    (2023-10-10) Macaya, Javiera Fernanda Medina
    This thesis aims to understand how intersectionality shapes women’s experiences in smart cities and analyses how technologies affect such experiences. This qualitative research was conducted based on semi-structured interviews with diverse women. The fieldwork provided information about women’s understanding of smart cities, technologies' role, safety perception and experiences of violence. Besides the critical-interpretive epistemological positioning, a phenomenological approach is used to understand these phenomena, and a deductive and inductive coding process was undertaken in the data analysis. Based on the perspectives of women from the Global South, the research highlights the need to consider intersectionality in designing, implementing, monitoring, and evaluating smart city initiatives. The intersectional approach considers the embeddedness of power, privilege, differentiation, and systems of domination in urban spaces and technologies. Therefore, considering the diversity of shapes and effects, that approach helps comprehend the inequalities in smart cities. The thesis advances some contributions. Using intersectional lenses contributes to the smart city field. It enables the designing of smart city plans and addressing contextual inequalities resulting from differentiation processes and systems of domination in society. The research contributes to understanding women’s perspectives and experiences in the city and technology’s roles. Specifically, it brings Global South perspectives to address these themes, showing how some experiences are particular to our context and, when similar, provide nuances and colours from here. The thesis also contributes to understanding women’s experiences of violence in urban and public spaces. The research shed light on the relevance of analyses focused on understanding the differentiation processes and systems of oppression in violence (especially regarding sexual violence). More nuances about other types of violence also inform which elements should be contemplated in the solutions’ design. Lastly, it shows women’s low expectations about technologies to prevent crimes, particularly those related to sexual violence and their expectations of using them to promote a better reception and support for victims.
  • Item
    Fatores antecedentes e atenuantes de burnout durante a pandemia de COVID-19
    (2023-10-27) Sant'Ana, Lívia Sousa
    A pandemia de Covid-19 trouxe impactos significativos na saúde mental da população global, incluindo um aumento alarmante nos níveis de ansiedade e depressão em todo o mundo. Nesse contexto, o estudo da síndrome de burnout ganha relevância, visto que as condições adversas da pandemia podem ter agravado sua incidência. Embora a literatura sobre burnout tenha mais de 50 anos, a literatura em geral foca em contextos de normalidade laboral, e não em ambientes de vulnerabilidade percebida como na pandemia de Covid-19, e os estudos em cenários extremos têm foco quase exclusivo na população diretamente afetada, como os profissionais de saúde. Uma lacuna na literatura parece ser os efeitos de cenários extremos sobre populações laborais indiretamente afetadas. Este estudo busca contribuir na redução dessa lacuna ao (a) testar como fatores relacionados ao trabalho, à família e à própria pandemia estão interligados e podem influenciar a síndrome de burnout; e (b) analisar o burnout, seus fatores antecedentes e atenuantes a partir de dados de uma população laboral indiretamente afetada pela pandemia de Covid-19. Com base no Modelo DemandaControle-Suporte (DCS), a pesquisa usou dados quantitativos secundários que foram originalmente coletados em múltiplos períodos durante a pandemia por uma instituição financeira sediada em São Paulo. Os resultados deste estudo reforçam a hipótese multiplicativa, mostrando em cenários de vulnerabilidade percebida, que o impacto totalizado dos fatores antecedentes e atenuantes excede a soma de suas contribuições individuais, pois os fatores interagem entre si no processo de desenvolvimento da síndrome de burnout, denotando que as características do ambiente laboral não agem de forma isolada na formação do estresse ocupacional crônico e na intensificação da incompatibilidade entre as expectativas do indivíduo e a realidade apresentada. Os dados permitem concluir que os efeitos de acirramento das condições estressoras vão além dos setores de linha de frente e não apenas enriquecem a compreensão da relação entre trabalho, família e saúde mental em tempos de crise, mas também fornecem insights práticos para a gestão de pessoas em organizações que enfrentam desafios semelhantes.
  • Item
    I want to break free: a phenomenological study of entrepreneurs’ experiences of freedom
    Manzoli, Ana Carolina Jacob
    What drives and inspires young people to get into entrepreneurship is widely researched. However, most studies addressing the motivation for entrepreneurship are based on organizational psychology and take an objectivist and cognitive approach. In contrast with this literature, my study is from an intersubjectivist ontological and a subjectivist epistemological position and is informed methodologically by phenomenological perspective that focuses on lived experience. My study aims to answer the following research question: "What does the experience of freedom mean for young entrepreneurs?” I gathered empirical material through participant-led photo-elicitation methods and in-depth semi-structured interviews. I contribute to the field of entrepreneurial studies theoretically and methodologically in the following way: a) Theoretically: extending literature on entrepreneurial motivation and entrepreneurial intention by offering a deeper and broader understanding of freedom. The former is primarily concerned with a specific element of freedom: autonomy, whereas the study findings offer a fruitful and profound understanding of how entrepreneurs experience freedom as relational, transitory, and contradictory; b) Methodologically: by bringing a rarely used perspective to the field of entrepreneurship, that of phenomenology, which is based on an intersubjectivist ontology and a subjectivist epistemology. Consequently, understanding how entrepreneurs experience freedom could help people make better and more informed career choices.
  • Item
    Essays on corporate social irresponsibility
    (2023-12-06) Rezende, Lígia de Azevedo
    This dissertation explores, along four independent chapters, the phenomenon of Corporate Social Irresponsibility (CSI). Chapter 1 presents a major literature review on the topic in order to synthesize this body of knowledge and propose a research agenda for future studies. The second chapter investigates the impacts of CSI on the employees of irresponsible firms, examining how such events affect their careers and financial outcomes. The third chapter examines how firms’ decision to engage in greenwashing – a common and deceitful disclosure strategy – is influenced by stakeholders’ difficulty in observing and assigning blame for CSI to specific firms. Finally, chapter 4 explores how shareholders respond to CSI through ESG-related activism, and how the language in sustainability reports may influence their responses. Taken together, the four chapters of this dissertation bring implications to several streams of research, especially to the literatures on corporate social (ir)responsibility, non-market strategies, stakeholder theory, impression management and information disclosure.
  • Item
    ESG criteria adoption by financial institutions: an investigation on lending impact
    (2023-10-30) Dalla Riva, Enrico
    The adoption of environmental, social, and governance (ESG) standards by financial institutions can be a powerful accelerator for sustainable development, however it is necessary to determine why financial institutions do or do not accept such criteria. We draw on the coercive, normative, and mimetic forces identified by DiMaggio and Powell (1983) and Scott (1995, 2003) in institutional theory and on social capital theory, which discusses the role of social ties of firms to people and communities (Coleman, 1988, Nahapiet & Ghoshal, 1998), to seek answers to the question of how the phenomenon of sustainable finance operates in the loan market. This research used a mixed method investigation to explore the use of ESG criteria in the financial system which primarily evolved from a quantitative analysis using difference-in-difference regressions on data on new loans from the database of the financial regulators and was complemented by a qualitative approach that started with focus group sessions with experts and ended with a content analysis of the reports in conjunction with interviews with financial institution officers. This strategy was used to answer the following questions: What are the motivators for ESG implementation in financial institutions? How have these changes been incorporated into the risk assessment processes of financial institutions? What is the impact of ESG regulations on the loan market in Brazil? Although the regulator’s efforts regarding socio-environmental risks have been recognised since 2014, the impact on the real economy remains unknown. The results show that institutional forces are associated with organisational change towards ESG business integration, but without major economic impact. Furthermore, based on social capital theory, the study confirmed heterogeneities within the financial system, particularly in the operations of credit unions, where maturities appear to be influenced by legislation, although such an endeavour has not yet been systematically applied to all loan terms (i.e., portfolio volumes and interest rates), nor has it considered the high climate risks of the financial sector. This research contributes to finance and sustainability pieces of literature when both institutional and social capital theories are employed to explain the sustainable finance phenomena within financial institutions progressing in such an interdisciplinary field. Additionally, it offers a regulatory impact study for future uses.
  • Item
    A relevância da geografia no estudo da estratégia de negócios em empresas não localizadas em aglomerados geográficos
    (2023-10-30) Fernandes, Erik Cordeiro Caldas
    Esta pesquisa tem como objetivo investigar a influência de fatores geográficos na competitividade de empresas não aglomeradas, com foco na investigação das estratégias de difusão espacial de tecnologia. Enquanto a literatura existente explora extensivamente as vantagens de empresas localizadas em aglomerações empresariais, há uma relativa escassez de pesquisas que abordam a competitividade de empresas não aglomeradas. Este estudo busca ampliar o entendimento da inter-relação entre a geografia e os estudos de estratégia empresarial neste campo, promovendo e incorporando modelos de análise geográfica baseados na teoria de difusão espacial de inovações e nas concepções geoeconômicas do espaço da economia regional, e explorando a utilização de métodos estatísticos espaciais e teorias sobre a atenção organizacional (ABV) como bases para análise estratégica. A base empírica desta pesquisa reside na investigação das estratégias de difusão de tecnologia adotadas por empresas incumbentes nacionais e pequenos e médios provedores de internet (ISP) para alcançar clientes finais no mercado de banda larga fixa no Brasil. O estudo é estruturado em três artigos distintos: o primeiro artigo fornece uma revisão abrangente da literatura e propõe uma taxonomia de estratégias de difusão espacial de tecnologias; o segundo artigo utiliza métodos de análise estatística espacial, para explorar os padrões de difusão e a dependência espacial das ondas de propagação de tecnologia de empresas incumbentes nacionais e dos ISP; o terceiro artigo realiza um estudo de casos múltiplos para investigar as razões por trás da perda de domínio territorial e de participação de mercado por parte das empresas incumbentes tradicionais diante do crescimento das ISP. Os achados deste conjunto de artigos destacam a relevância da geografia na compreensão da competitividade. A revisão da literatura aponta um majoritário e representativo grupo de estudos que reafirma esta importância, inclusive entre empresas não aglomeradas, ainda que a literatura seja mais limitada. Os resultados das análises quantitativas do caso empírico estudado revelam que as ondas de difusão da tecnologia de banda larga fixa, impulsionadas pelas estratégias das empresas incumbentes e ISP, apresentam dependência espacial, mas com padrões distintos de propagação. Além disso, o estudo qualitativo destaca como estruturas geográficas contextuais e concepções geoespaciais presentes nas estruturas de conhecimento das empresas incumbentes limitam seu espaço e foco atencional. Este trabalho propõe que essa limitação resulta em avaliações inadequadas das estratégias dos ISP, levando, em última análise, à perda de domínio geográfico e ao desafio a sua liderança de mercado. Em conclusão, esta pesquisa contribui para a compreensão da influência da geografia sobre a competitividade das empresas não aglomeradas, fornecendo melhor entendimento sobre a interação de fatores geográficos e estratégicos na difusão espacial de tecnologia e, especificamente, nas dinâmicas competitivas do setor de banda larga fixa no Brasil.
  • Item
    The effects of retail sustainable strategies on the sustainability of the food value chain
    (2023-09-29) Araujo, Cecilia Maria Lobo de
    Retail plays a strategic and influential role in the food value chain, acting as a crucial link between suppliers and consumers. It directly shapes production and consumption patterns and indirectly influences the dynamics of the food value chain. Large retail companies, driven either by stakeholder pressures or voluntarily seeking a competitive advantage, are implementing a diverse portfolio of sustainable initiatives. This study is grounded in Stakeholder Theory and the understanding of the sustainability of the triple bottom line (Donaldson & Preston, 1995; Elkington, 1997). Through three interconnected investigations, seek to address the question: "How does the implementation of sustainable initiatives by retail impact the sustainability of the food value chain?" Article 1 through a pattern-matching methodology introduces an alternative perspective for sustainability - the ecocentric management mindset. This framework offers guidance for sustainability achievement at the corporation level. It emphasizes the critical importance of recognizing, engaging with, and comprehending the social and physical environments in which firms operate ("place"). It drives a constant process of reflection and questioning about sustainability achievement, providing an alternative for corporations in their pursuit of sustainability. Article 2 presents empirical findings derived from the implementation of sustainable initiatives by a multinational retail company. The study examines three distinct sub-cases: animal welfare within the pork value chain, the Horti fruit market, and food donation initiatives. Using the lens of stakeholder theory, it assesses value creation and sustainability. The results reveal positive value creation and better levels of sustainability achievement for retail and its stakeholders, along with variations in retail behavior and engagement levels influenced by motivation for retail to implement the initiative, market dynamics, and stakeholders’ power, among other factors. Article 3 through systematic literature review delves into the concept of materiality within stakeholder theory and its implications for corporate sustainability; and examines materiality assessment through empirical data derived from sustainability reports of Carrefour in Brazil. It sheds light on the limitations of the process within the framework of stakeholder theory and proposes a novel model. This model positions "nature" and "place" as central stakeholders, alongside the firm, representing the shared purpose of the firm network. It emphasizes the importance of ongoing reflection and questioning to maintain a relevant and adaptive sustainability framework. The study concludes by summarizing the key findings and outlining potential avenues for future research in this critical intersection of retail, sustainability, and the food value chain.