FGV EPGE - Dissertações, Mestrado em Finanças e Economia Empresarial

O curso de Mestrado em Finanças e Economia Empresarial (MFEE) da EPGE proporciona formação sólida e aprofundada aplicando as mais modernas teorias de economia e finanças às atuais questões do mercado financeiro, organização empresarial, políticas econômicas e áreas afins.

Para mais informações, acesse o Portal da EPGE.

Responsáveis por esta coleção:
Secretaria do MFEE (mfee AT fgv DOT br)

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 20 de 527
  • Item
    O caso do pedido de recuperação judicial pela Americanas S.A e a análise acerca do poder preditivo dos z-scores Brasil
    (2023-07-06) Gonçalves, Paula Meira
    O presente estudo tem como objetivo analisar se os Z-scores de Altman adaptados para Brasil (Z1 e Z2 scores, propostos por Altman, Baydia e Dias, em 1979), teriam sido eficazes em antever o pedido de Recuperação Judicial pela Americanas, movimento que aparentemente não era esperado pelo mercado. Também foi analisado um score mais atualizado, o Zk-score. Para tal, analisou-se a validade dos referidos modelos para o mercado brasileiro nos dias atuais, aplicando-os em dados atualizados de empresas brasileiras entre os anos de 2011 e 2021. Em resumo, concluiu-se que aqueles scores não seriam adequados para a análise em questão, por apresentar altos níveis de erros tipo 1 e tipo 2 no back test realizado. Dado esse contexto, buscou-se, então: a) atualizar o modelo dos Z1 e Z2 scores com os dados recentes, utilizando a mesma metodologia adotada anteriormente (Analise discriminante Linear) para o mercado Brasileiro e b) utilizar outras metodologias (Análise Discriminante Quadrática e Regressão Logística) para a referida previsão, buscando aquela mais indicada para a análise em questão. Na análise, foram utilizadas as mesmas variáveis explicativas sugeridas nos estudos originais. A metodologia mais adequada para a amostra em questão foi a Regressão Logística (Logit), dado que os pressupostos para a utilização dos outros dois modelos não foram atendidos pela amostra. Em posse dos resultados da Logit, foram ajustados os seus coeficientes e utilizou-se apenas as variáveis estatisticamente relevantes para a previsão de insolvência financeira. Com isso, o presente estudo desenvolveu uma metodologia mais atualizada de previsão de insolvência financeira, Z-logit, com melhor taxa de acerto para a base de dados atualizada e com erros tipo 1 e 2 em torno de 15%. Em posse dessa nova metodologia proposta pela presente dissertação, foi analisada a previsão para o caso de Americanas S.A. Em resumo, mesmo a nova metodologia não foi capaz de antever o movimento observado na empresa. Tal fenômeno pode ser explicado pelo fato de as demonstrações financeiras disponíveis não representarem a verdadeira situação financeira da empresa ou pela empresa estar na margem de erro dos modelos, opção que a autora entende como menos provável, dado contexto da Americana à época do encerramento desse estudo, que havia relatado ao mercado evidências de que a contabilidade da companhia tenha sido objeto de fraude. Por fim, não foi objeto do presente estudo acrescentar novas variáveis independentes que poderiam aumentar a assertividade do modelo e tampouco analisar a capacidade de predição dos modelos citados para outros casos de potencial fraude contábil.
  • Item
    Determinantes do spread no mercado de câmbio brasileiro
    (2022-12-22) Bezerra Júnior, Marcos Antonio Alves
    Este trabalho tem por objetivo identificar os determinantes do spread no mercado de câmbio brasileiro. Foram estudadas operações realizadas no mercado primário de câmbio (compra e venda de dólares) e operações realizadas no mercado de derivativos (mercado a termo de dólares) realizadas por empresas não financeiras. Os spreads das operações foram calculados conforme metodologia adotada no estudo “spread no mercado de câmbio” do Banco Central do Brasil (2019). O recorte temporal utilizado foi de janeiro de 2005 até dezembro de 2018 para estudo do mercado primário e de junho de 2012 até dezembro de 2018 para o mercado de derivativos (termo de moedas). A análise dos modelos econométricos se dá por meio de regressões lineares múltiplas. Os resultados indicam que o número de contratos de importação e o EMBI (medida de risco Brasil) influenciam tanto o spread no mercado primário quanto no mercado a termo. Já o número de contratos de exportação, a variação do Dólar spot e o VIX (medida de risco global) influenciam somente o spread do mercado primário. Por outro lado, o índice de preços de commodities, a volatilidade implícita de opções de dólar e o IBC-BR (índice de atividade do Brasil) impactam somente o spread do mercado a termo.
  • Item
    Ciclos econômicos e as organizações do setor: evidências empíricas
    (2023-06-30) Oliveira Júnior, José Demóstenes de
    O presente estudo tem como objetivo avaliar a influência dos ciclos econômicos sobre as organizações de terceiro setor e demonstrando como Organizações da Sociedade Civis (OSCs) tem seus números de abertura de acordo com oscilações da economia no decorrer dos anos. A metodologia utilizada na tese foi dividida em duas etapas. Primeiramente, a partir de series históricas foi realizada uma análise descritiva de como a criação de OSCs relaciona-se com o comportamento de variáveis macroeconômicas brasileiras. Na segunda etapa foram estimadas regressões econométricas de mínimos quadrados ordinários rodado no software Stata, usando como variável dependente o número de abertura de OSCs e como variáveis explicativas, o Produto Interno Bruto, a taxa de desemprego, o índice Gini e o número de vínculos de civis ativos governo para embasar a tese. O trabalho sugere três pontos após a análise dos resultados: (i) o ciclo econômico tem uma correlação positiva com o número de aberturas OSCs, fato esse provavelmente pode ser explicado pelo aumento na capacidade de financiamentos de novas OSCs nesse bom momento da economia; (ii) observa-se um papel de atuação complementar ao Estado uma vez em que quando maior o setor público maior a atuação as OSC; e (iii) observa-se o crescimento dos números das OSCs em momentos de maior desigualdade social no país, momento esse onde são mais necessárias as ações das OSCs.
  • Item
    O impacto da amortização de intangível no imposto de renda corrente e contribuição sobre lucro líquido de empresas
    (2023-12-12) Lima, Pedro de Amorim
    O presente estudo tem como objetivo investigar o impacto da amortização de intangível na apuração dos impostos correntes das empresas, sendo eles o Imposto de Renda Corrente e a Contribuição sobre Lucro Líquido. O objetivo é entender se a amortização do ativo intangível cria um benefício fiscal no qual as empresas pagam menos impostos. O que motivou este estudo é a complexidade de valorar ativos intangíveis, visto que estes não são corpóreos, ou seja, físicos. Como resultado, a sua complexidade pode gerar risco de erro ou manipulação dos valores tanto do intangível como da amortização, dado que um erro no intangível, gera, por consequência, erro na amortização. Logo, o imposto também estará impactado. Os estudos sobre o teste de recuperabilidade dos ativos tangíveis e intangíveis, conhecido como impairment, sugerem um comportamento que sinaliza que há uma discricionariedade que permite os gestores a terem praticas oportunistas que prejudicam a confiabilidade das informações contábeis. Mas ressalta-se que esses estudos apenas observam esses possíveis comportamentos, sem concluir pela afirmação desta prática, visto que são necessários mais dados e informações para comprovarem este fato. O teste de recuperabilidade também tem impacto na amortização, porém antes mesmo de entender se a amortização corre riscos de discricionariedade, é preciso analisar se a amortização, de fato, está fazendo com que os impostos apurados estão realmente caindo com a amortização. Para isso, primeiramente, analisamos os conceitos e as normas contábeis em torno de ativo, ativo intangível, amortização e o impacto deles nos relatórios contábeis. Posteriormente, avaliar de forma quantitativa, através de regressões, a relação entre amortização de ativo intangível e imposto. Neste estudo, foram encontradas relações positivas entre intangível, dívida e receita, o que mostra a importância do ativo intangível. Porém, a relação entre amortização e imposto não atende a expectativa de ser inversa entre elas. Entretanto, os resultados não são necessariamente conclusivos, dado que a pequena amostra de 40 empresas pode não ter sido suficiente para validar a relação entre essas contas contábeis. O que incentiva a necessidade de mais estudos e pesquisas nesta matéria.
  • Item
    Modelagem pela teoria de precificação de opções com preço de exercício estocástico dos rendimentos de conveniência na curva de contratos futuros de óleo diesel
    (2023-12-27) Castelo Branco, Raphael
    Esta análise empírica estende o modelo de opção de compra proposto por (Milonas, N.T. and Thomadakis, S.B., 1997) para estimar rendimentos de conveniência presentes nas curvas de preços futuro de óleo diesel. Definimos um período de médio prazo para observar os rendimentos de conveniência e comparar suas médias mensais com as projeções médias para os mesmos períodos. Os resultados obtidos estão em linha com resultados encontrados por pesquisas envolvendo outras commodities, no sentido de que as propriedades capturadas pelo modelo de precificação de opções são mais relevantes para explicar os rendimentos de conveniência do que os níveis de estoque da commodity. Analisamos a possibilidade de aprofundamento ao verificar os impactos no poder de explicação do modelo com a substituição dos de estoques absolutos por relativos e com a introdução de um índice que mede a participação de especuladores nas posições em contratos futuros.
  • Item
    A sectoral analysis of price-setting behavior in brazilian manufacturing industries
    (2023-07-06) Almeida, Gabriel Cid Taboada
    Essa dissertação estuda a rigidez de preços em nível setorial no Brasil e a relação entre o comportamento de definição de preços em nível setorial e o ambiente macroeconômico. A metodologia econométrica utilizada é baseada no trabalho não publicado de Barros et al (2009). As estatísticas de definição de preços utilizadas são retiradas de Abib e Matos (2022a), que as calcularam a partir de microdados mensais para todos os bens manufaturados que abrangem o IPP brasileiro no período de 2008 a 2019. Os dados mostraram uma heterogeneidade persistente e constatei que a frequência positiva e negativa de ajustes de preços têm uma resposta assimétrica ao atraso da taxa de câmbio. Além disso, os modelos de regressão em painel identificam os determinantes do comportamento agregado de definição de preços, enquanto a regressão OLS setorial mostra um grande grau de dispersão entre determinantes agregados e em nível setorial.
  • Item
    Impacto socioeconômico do saneamento no Brasil
    (2022-12-14) Pires, Clleo Gonçalves da Silva
    Contextualizada dentro do dinâmico momento no qual se insere o setor de saneamento atual-mente desde o Novo Marco Legal do Saneamento Básico, essa dissertação traz como propos-ta, a partir de uma reflexão sobre a história do saneamento no Brasil, perpassando por indica-dores atuais de níveis de acesso da população brasileira à estes serviços, bem como estudos institucionais e acadêmicos quanto aos benefícios do saneamento para o desenvolvimento so-cioeconômico da população, estimar de forma quantitativa e através de um modelo de regres-são linear múltipla, qual a influência do saneamento básico dentro do desenvolvimento socioe-conômico e na saúde no país.
  • Item
    Infraestrutura, concessões e controle externo: uma proposta de modelo conceitual de apoio à decisão ao Tribunal de Contas a partir do estudo de caso de serviços de abastecimento de água potável e de esgotamento sanitário
    (2023-10-09) Silva, Daniel Barbosa
    Muito se discute sobre a atuação dos Tribunais de Contas (TC) em sede de fiscalização de Concessões e Parcerias Público-Privadas (PPP) em projetos de infraestrutura, sobre sua legitimidade de atuação preventiva e o alcance das suas decisões, notadamente quanto a políticas de alta relevância social, sobretudo diante das competências do Poder Concedente de formular, implementar e regular políticas públicas. No campo do saneamento básico, cuja manutenção e expansão das infraestruturas demandam vultosos investimentos, os serviços de abastecimento de água potável e de esgotamento sanitário (SAAP-ES) evidenciam relevância a partir da percepção dos múltiplos usos da água como bem econômico e social indissociável da subsistência das espécies, do desenvolvimento, da saúde pública e, ao fim, da própria qualidade de vida das pessoas, trazendo tanto para a agenda dos governos como para a Academia e organismos sociais acalorados debates sobre a melhor forma de seu planejamento, de sua implementação e regulação e de seu controle, com o fim maior de mitigar a ausência de universalização e garantir a modicidade tarifária dos SAAP-ES. Nesse contexto, o presente trabalho busca explorar, a partir de uma perspectiva do controle de Concessões e PPP pelos Tribunais de Contas, de que modo o TC pode se apropriar das percepções e opiniões dos atores envolvidos na política pública que engloba os SAAP-ES quando da tomada de decisão em suas ações fiscalizatórias, dado que a avaliação prévia, concomitante ou posterior do TC pode culminar com decisão passível de inviabilizar a própria política pública fiscalizada. A pesquisa, exploratória e projetiva, traz uma breve revisão da literatura de serviços públicos, concessões e PPP, sistemas de controle externo e Tribunais de Contas e respectiva fiscalização pelos TC, com exposição de conceitos relevantes sobre os SAAP-ES, seu dimensionamento e formas de avaliação por indicadores, tendo-se como referência a literatura acadêmica e as leis e regulamentos do Marco Legal do Saneamento, propondo-se ao final a estruturação de um Modelo Conceitual para analisar a política além da conformidade, com intuito de permitir ao julgador a ponderação objetiva das consequências práticas da decisão quando de uma ação fiscalizatória. Como benefícios diretos do modelo proposto, espera-se que a aplicação das ferramentas sugeridas permita a expedição de determinações/recomendações pelo TC que considerem a sua finalidade maior (no estudo de caso, a universalização dos SAAP-ES com modicidade tarifária) sem inviabilizar a sua concretização quando falhas são tecnicamente justificadas. Espera-se ainda, ao final, que o trabalho contribua com o aperfeiçoamento do serviço público prestado e com a melhoria das condições de desenvolvimento econômico e social da região objeto da prestação dos serviços, inclusive a partir do estímulo ao controle social, com ganhos positivos para a sociedade.
  • Item
    Killer Acquisitions no setor financeiro brasileiro: uma análise antitruste dos casos Ágora-Bradesco e XP-Itaú
    (2023-08-30) Abreu, Luiz Felipe Bittencourt de
    The present study aimed to address Killer Acquisitions in the Brazilian financial sector by analyzing the cases of Ágora-Bradesco and XP-Itaú in the context of antitrust scrutiny and challenges posed by digital markets. Killer Acquisitions refer to a strategy where a company acquires a promising competitor with the intention of preventing it from growing into a significant threat in the future. Digital markets have introduced unique challenges to antitrust scrutiny due to rapid innovation and technological evolution, making it difficult to define competition boundaries. Financial technology companies (fintechs) and startups have gained traction in the financial sector, providing innovative and disruptive services. Killer Acquisitions can be a strategy employed by major financial institutions to eliminate potential competitors and maintain their dominant position in the digital market. The study seeks to evaluate concentration acts through the lens of the theory of harm of Killer Acquisitions in digital markets and their possible consequences after the operations. The conducted study highlights that in the specific cases of ÁgoraBradesco and XP-Itaú, the firms in question are not nascent entities, but rather established companies with disruptive profiles that have brought about significant changes in their operating markets, resembling Maverick firms. In the case of Ágora, reconsideration of the treatment of relevant markets could be warranted, especially given Ágora's leading position in a rapidly growing segment where individuals execute operations via Home Broker. In the subsequent XP case, occurring nearly a decade later, distinct actions were taken by antitrust authorities, both by CADE and, in this instance within the financial sector, by the Central Bank. The implementation of behavioral remedies, limiting Itaú's interference, preserved XP's competitiveness and may have enabled it to sustain its disruptive business model without reducing competitive pressure on the incumbents.
  • Item
    Análise de determinantes de liquidez de títulos públicos indexados à inflação no mercado secundário brasileiro
    (2022-12-30) Anjos, Nicole Carqueija dos
    O presente estudo busca analisar fatores que determinam a liquidez de títulos públicos federais indexados à inflação no mercado brasileiro, as NTNBs. O objetivo é analisar empiricamente o painel de dados de negociação de dez NTNBs de diferentes vencimentos, no período de janeiro de 2017 a junho de 2022. Utilizando dados macroeconômicos como inflação, retorno da Bolsa de Valores, taxa básica de juros, bem como medidas de liquidez do ativo, capturadas por uma dummy associada ao tempo até a maturidade de cada título, estimamos modelos que combinam esses fatores para explicar a contribuição de cada um no volume de negociação desses títulos. Observa-se que a variável IPCA, medida utilizada para capturar a inflação e, indexadora das NTN-Bs, foi significativa em todos os modelos, bem como a variável Selic, a taxa básica de juros da economia. Os resultados obtidos reforçam que os investidores irão considerar os retornos dos indexadores de seus ativos na tomada de decisão e também outros fatores macroeconômicos que afetam a rentabilidade de outros ativos.
  • Item
    Optimal Royalty Policy for welfare maximization: the case of Brazil’s offshore oil industry
    (2023-05-25) Medeiros, Carlos Edmundo Pontes
    Esta pesquisa propõe um novo método para definir a taxa de royalties com base na interação estratégica entre a empresa de petróleo e o regulador do setor. A definição dessa taxa – seja no Brasil ou em outros países – geralmente utiliza um valor fixo para cada contrato de petróleo. Desta forma, esta pesquisa contribuiu para a teoria econômica com a proposta de um arcabouço inovador para a definição da política de royalties. Ao reconhecer que a taxa de royalty pode ser utilizada como um incentivo para o operador melhorar seu desempenho, o regulador pode induzir uma mudança de comportamento no operador que leve a um aumento na arrecadação governamental. Para conseguir isso, desenvolveu-se um modelo para avaliar o valor presente líquido (VPL) de diferentes escolhas de ambos os jogadores em um cenário de jogo sequencial. Assim, este estudo também pode contribuir para um aumento dos ganhos tanto para o governo quanto para o operador.
  • Item
    Previsão do preço do petróleo no longo prazo a partir da evolução no mercado de energia prevista por modelos de avaliação integrada para mudanças climáticas
    (2023-04-13) Gariglio, Gabriel
    A indústria do petróleo caracteriza-se por demandar investimento intensivo e possuir tempo de retorno muito longo, inerente a todo processo de desenvolvimento das jazidas, que se inicia com a pesquisa geológica, para localização das reservas, e termina, por vezes décadas depois, com a perfuração dos poços e a instalação das plataformas de produção. Dada essa característica do setor, é importante uma previsão adequada do preço do petróleo no longo prazo, de modo a embasar os estudos de viabilidade econômica dos projetos. Este estudo busca contribuir para a literatura sobre previsão de preço do petróleo e para a compreensão dos impactos das mudanças climáticas na indústria do petróleo. Tendo em vista a progressiva mudança em curso nos perfis de produção (oferta) e consumo (demanda) mundiais de energia, pretende-se obter, com base no histórico, uma relação entre esses perfis e o preço do petróleo, para que, utilizando-se das projeções para esses perfis, fornecidas por diversos modelos de avaliação integrada (IAM) participantes do CMIP (Coupled Model Intercomparison Project - World Climate Research Programme), sejam obtidas previsões para o preço do petróleo no longo prazo. Espera-se que essas previsões reflitam os estudos sobre as mudanças climáticas, com seus aspectos tecnológicos, sociais e geopolíticos, contemplados nos referidos modelos. A metodologia consiste em se obter uma regressão linear múltipla com os dados históricos e se realizar previsões para o preço do petróleo, utilizando-se as previsões dos valores futuros para os regressores fornecidas pelos IAM para os diversos SSPs (Shared Socioeconomic Pathways). Para esse fim, o trabalho divide-se em duas partes. Na primeira, utilizam-se dados históricos de 1971 a 2019, oriundos da IEA (International Energy Agency), para se obter uma relação entre o perfil de produção global de energia, o perfil de consumo global de energia e o preço do petróleo, por meio de uma regressão linear múltipla. Na segunda parte, utilizam-se as previsões para os perfis de produção e consumo de energia provenientes dos modelos de avaliação integrada selecionados, para se obter, segundo a regressão obtida na primeira parte, previsões para o preço do petróleo nas próximas décadas. Os resultados encontrados apontaram para uma redução do preço do petróleo, que se intensifica ao longo das próximas décadas.
  • Item
    Arcabouço Fiscal Brasileiro: passado, presente e futuros possíveis
    (2023-10-25) Carvalho, Mario Rodrigues de
    Este trabalho busca analisar o arcabouço fiscal brasileiro e suas principais regras, com especial atenção ao Novo Regime Fiscal, regra sancionada em 2023 em substituição ao Teto de Gastos. Faz-se também uma breve descrição das regras fiscais, sua razão de ser, seus objetivos e tipos, passando pelo que vem sendo adotado internacionalmente. Através do arcabouço teórico da restrição orçamentária do governo, obtida da consolidação das contas entre o Tesouro Nacional e o Banco Central, analisa-se os mecanismos subjacentes às regras fiscais brasileiras e suas consequências para a sustentabilidade do endividamento público. Busca-se detalhar com especial atenção o Novo Regime Fiscal, realizando exercícios retrospectivos e prospectivos para o comportamento do endividamento público. Este trabalho busca destacar algumas fragilidades da regra proposta, como postergação da consolidação fiscal em casos de recessão e compressão ao longo dos anos das despesas não indexadas. Por fim, este trabalho sugere aperfeiçoamentos com o objetivo de aumentar as chances do Novo Regime Fiscal de garantir a sustentabilidade do endividamento público em um horizonte visível, mensurando de forma probabilística as chances de convergência do endividamento nos próximos 10 anos a partir de uma simulação de Monte-Carlo.
  • Item
    Modelo de partilha de óleo e gás do brasil: programação da partilha em R, comparação entre os impactos econômicos em projetos de pequeno e grande porte, regressividade dos tributos do regime e ranqueamento entre os sistemas tributários da rodada 1 até a rodada 6
    (2023-09-09) Reis, André Casimiro
    O principal objetivo deste trabalho é investigar em detalhes como o Modelo de Partilha de Óleo e Gás do Brasil impacta na rentabilidade dos empreendimentos privados do setor, para diferentes níveis de escala de operação, em todas as rodadas licitatórias já realizadas. Além disso, a dissertação buscou entender os incentivos econômicos que o regime fiscal sinaliza ao mercado a partir de seu modelo de tributação, que costuma é regressivo em termos de isonomia e capacidade contributiva das empresas. Sobre a modelagem do sistema, é raro encontrar na literatura uma explicação direta sobre como é possível chegar, a partir de dados técnicos, ao fluxo de caixa final e aos seus indicadores econômicos, passando por todas as etapas intermediárias. Nesse trabalho, o modelo fiscal é demonstrado passo a passo em termos matemáticos e em linguagem de programação do software econométrico R. Além disso, outros trabalhos costumam focar apenas na rodada 1 de licitação de partilha da ANP, ignorando as outras 5 rodadas. Esta dissertação pretende corrigir essa lacuna. Observa-se ainda na literatura um foco apenas em um tipo de projeto. Para o relatório, analisaram-se um caso pessimista e outro otimista na etapa de desenvolvimento da produção. Para os pessimistas, os projetos com as regras fiscais das rodadas 2, 4 e 5 possuem resultados melhores, enquanto a rodada 3 apresenta os piores. Para os otimistas, as rodadas 2, 4 e 5 são melhores, enquanto a 6 é a pior. Nos dois casos, a rodada 6 apresenta resultados melhores em níveis mais baixos do preço do brent. A diferença entre as rodadas, para um mesmo projeto, pode significar um acréscimo de 43% em sua economicidade, para o caso pessimista e 33% para o otimista. Por fim, demonstrou-se que há regressividade tributária nas regras de teto de recuperação de gastos e royalties, e neutralidade tributária no Óleo-Lucro destinado à União.
  • Item
    Modelo de preço de petróleo baseado em indicadores de demanda e oferta do mercado físico
    (2023-09-12) Lima, Vitor Procópio
    Este trabalho busca avaliar o preço do petróleo baseado em indicadores de oferta e demanda do mercado físico. Utilizando o IPP (Índice de Preços ao Produtor) de perfuração de poços de óleo e gás como proxy de custo, obtém-se uma variável como proxy de evolução da margem do produtor, que é estacionária. Com isso, verifica-se, a partir de uma regressão com os dados de oferta e demanda global da agência americana de energia, que o excesso de demanda global e capacidade ociosa da OPEP explicam boa parte da volatilidade dessa margem. Além disso, nota-se uma rigidez nos preços, o que pode ser devido a alguns contratos serem de médio prazo. Dentre as variáveis explicativas, o excesso de demanda é a que mais contribui, o que indica limitações da organização para formação de preço a longo prazo.
  • Item
    O risco de GAP entre preços de fechamento e abertura é precificado? Uma análise para o mercado brasileiro
    (2021) Baruque, Aziz
    O risco de gap entre preço de fechamento e abertura é precificado? Uma análise para o mercado brasileiro. 2021. Dissertação (mestrado) - Escola Brasileira de Economia e Finanças, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2021. O presente trabalho tem como objetivo analisar se a volatilidade das diferenças entre o preço de fechamento e a abertura do dia seguinte no mercado de ações é precificado no Brasil. Com esse fim, utilizamos os modelos de risco usados como referência pelo mercado financeiro, tais como, CAPM, FAMA-FRENCH 3 FATORES e FAMA-FRENCH ESTENDIDO (os três fatores anteriores mais os fatores Momentum e Liquidez). A ideia do trabalho origina-se do fato de que o investidor comprado em uma determinada ação é impactado pela volatilidade da descontinuidade de preços entre o fechamento do dia anterior e a abertura do dia seguinte de sua ação (evento de GAP). Deste modo, desenvolve-se o estudo simulando uma situação hipotética onde um gestor de investimentos usa uma estratégia de “Long and Short”, ou seja, sem desprendimento de capital, comprando ativos mais voláteis (medidos através do desvio padrão dos retornos nos eventos de GAP diários) e vendidos nos ativos menos voláteis. É utilizado o tercil das ações de maior (menor) volatilidade de GAP que compõe o Ibovespa de cada ano entre 2000 e 2020 para definir a parte comprada (vendida) da estratégia “Long and Short”. A volatilidade dos retornos diários dos GAPS de um ano foi regra para definição da carteira do ano seguinte assim como sua divisão da estratégia da parte comprada e da parte vendida. Os resultados comprovam que há geração de retornos anormais com a estratégia em todos os 3 modelos estudados, o que mostra que o risco de GAP não é precificado no mercado brasileiro.
  • Item
    Como utilizar o fundo aeronáutico de forma eficiente no Projeto FX-2
    (2023-08-31) Vieira, Alex Jorge da Camara
    O presente estudo se valeu da metodologia de regressão linear múltipla para estimar com alta probabilidade (95%) os valores futuros do Fundo Aeronáutico no contexto do projeto estratégico FX-2, conduzido pela Força Aérea Brasileira (FAB). Ao analisar os resultados obtidos, constatou-se que o Fundo possui a capacidade plena de custear, de forma integral, as despesas atualmente financiadas por meio de recursos externos, mesmo ao se considerar um valor médio anual de R$ 2 bilhões - quantia superior àquela aprovada pelo governo. Esses achados confirmam a possibilidade de utilizar o Fundo Aeronáutico como fonte autônoma de financiamento até a conclusão do contrato do projeto FX-2, previsto para 18 de abril de 2027. A robusta base de dados gerada pela regressão linear múltipla fornece subsídios sólidos para embasar decisões estratégicas, com êxito estimado em 95% dos cenários, sem a dependência exclusiva de recursos externos. Nesse sentido, a otimização do Fundo Aeronáutico assume importância significativa ao reforçar a necessidade de uma gestão financeira eficiente, o que impulsiona o progresso e modernização da aviação brasileira, situando o país como referência no contexto global das áreas de defesa e tecnologia aeronáutica.
  • Item
    O impacto de riscos climáticos no custo de capital de empresas no setor de óleo e gás
    (2023-06-28) Bettega, Leonardo de Carvalho Bastos
    Em um contexto de transição energética e descarbonização, empresas atuantes no setor de óleo e gás podem estar mais expostas a riscos climáticos, tanto físicos como de transição. Esta maior exposição pode refletir em um maior custo de capital, dado os riscos de ativos encalhados, estigmatização do setor e redução das fontes de financiamento. Este trabalho busca estudar essa hipótese, aplicando modelos econométricos de regressões múltiplas para analisar se o risco climático, representado aqui pela métrica de Intensidade de Carbono (emissões de gases estufa de escopo 1 e escopo 2 por US$ de receita), possui efeito significativo no coeficiente de risco sistemático (Beta) dessas empresas. Os resultados mostram que a Intensidade de Carbono tem efeito positivo estatisticamente significativo sobre o Beta, contribuindo para o argumento de que um maior risco climático pode aumentar o risco sistemático das empresas. De acordo com o modelo mais robusto (Modelo 1), um incremento de 100% na Intensidade de Carbono gera uma elevação de 0,0608 no Beta, tudo o mais constante, um aumento de 7,25% em relação ao Beta médio da amostra.
  • Item
    Avaliação de empresas de mineração sob a ótica de segurança de barragens
    (2023-08-22) Carrijo, Daniel Manhães
    O presente trabalho tem como objetivo central propor uma metodologia de avaliação de empresas na indústria de mineração, destacando sua ênfase na segurança de barragens. Para alcançar esse propósito, são abordadas três diferentes metodologias de avaliação, com especial destaque ao método de fluxo de caixa descontado, utilizado amplamente no mercado. A dissertação detalha a aplicação dessa metodologia em um estudo de caso da mineradora Vale S.A., onde são explorados os aspectos fundamentais da empresa e sua demonstração de resultado. Nesse contexto, a segurança de barragens é tratada como um elemento crítico, refletindo a crescente preocupação com a sustentabilidade e a necessidade de mitigar riscos ambientais. A contribuição mais significativa deste trabalho é a proposição de uma metodologia específica para a precificação de eventualidades ambientais, focada em questões relacionadas à segurança de barragens na mineração. Essa abordagem visa mostrar a importância do tema sob a ótica financeira, justificando a incorporação da avaliação dos riscos associados às barragens em seus processos de tomada de decisão. A importância dessa nova perspectiva de avaliação está em consonância com o atual contexto da indústria de mineração, que tem sido impulsionado por regulamentações mais rigorosas e uma crescente conscientização sobre a responsabilidade ambiental. A adoção dessa metodologia pode auxiliar as empresas a aprimorar sua gestão de riscos, identificar áreas de melhoria em suas estruturas de barragens e, assim, contribuir significativamente para a segurança operacional e a sustentabilidade do setor.
  • Item
    Persistência de performance de fundos multimercado macro: seleção sob critérios salientes aos investidores
    (2023-08-29) Novaes, Guilherme Engrácia
    Este trabalho se propõe a estudar a persistência de excesso de retorno em relação ao ativo livre de risco nos fundos multimercados macro brasileiros, avaliando se o controle de riscos pela métrica perda máxima é indicativa de habilidade dos gestores, bem como a possibilidade de investidores formarem carteiras de investimento vencedoras com base em critérios salientes, como retorno e perda máxima dos fundos. Para isso, formamos carteiras a partir de critérios como retorno histórico e perda máxima em janelas de 12 e 24 meses, comparando o desempenho dessas carteiras com o ativo livre de risco (CDI), índice de mercado (composto pelos fundos da própria amostra) e outras carteiras formadas por critérios menos salientes, como Índices de Sharpe e de Calmar. A avaliação é feita sob diferentes métricas de risco e retorno, em janelas temporais fora de amostra de 12, 24 e 36 meses. Concluímos que o controle de riscos pela perda máxima gera excesso de retornos, além da possibilidade de formação de carteiras vencedoras com base em critérios de seleção simplificados, as quais apresentam persistência de performance.