FGV EPGE - Teses, Doutorado em Economia

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 20 de 183
  • Item
    Essays in Monetary Policy
    (2023-11-29) Miyamoto, Rodrigo Toshiaki
    Esta tese é composta de dois ensaios sobre política monetária. O primeiro deles investiga a resposta da política monetária do Banco Central do Brasil em 5 diferentes períodos. O segundo ensaio analisa como um Banco Central muito hawkish pode aumentar a probabilidade de default da dívida soberana.
  • Item
    Essays on Urban Transportation Economics
    (2023-12-19) Chaves Maia, Pedro Henrique
    Esta tese contém três ensaios independentes sobre a economia do transporte urbano. O fio condutor que une esses ensaios é a busca pela compreensão do papel que as velocidades de deslocamento desempenham na determinação de variáveis de relevância econômica. Especificamente, foco está na relação entre variação de velocidade e 1) a demanda por transporte público e 2) o valor do tempo de viagem (VTV). No primeiro capítulo, intitulado Os Custos do Deslocamento em Chuvas de Alta Intensidade: Evidências do Rio de Janeiro, estimo os impactos das chuvas de alta intensidade (CAI) na cidade do Rio de Janeiro sobre as velocidades dos ônibus e a demanda por transporte público. Encontro evidências que as CAI reduzem as velocidades médias dos ônibus nas horas de pico de 1,73% até 8,94% e que há um leve aumento na demanda pelo sistema de transporte público quando a cidade enfrenta uma CAI altamente disruptiva. Esse comportamento é consistente com a ideia de que essas diminuições exógenas na velocidade do sistema viário alteram a relação do custo de oportunidade do tempo entre os modos de transporte e, uma vez que o sistema ferroviário funciona como um seguro contra essas desacelerações, leva a uma maior adesão ao sistema de transporte público. Estimo que os custos anuais associados às CAI, medidos como o custo de oportunidade salarial das perdas de velocidade derivadas das chuvas, sejam de 678,00 milhões de reais, o que equivale a 0,20% do PIB do Rio e 3,57% do custo de oportunidade salarial total derivado do tráfego. No segundo capítulo, intitulado Diferenças de Velocidade dos Ônibus ao Longo do Dia: Evidências do Rio de Janeiro, apresento uma série de fatos estilizados e associações sobre a dinâmica diária das velocidades dos ônibus na cidade do Rio de Janeiro. Encontro que o congestionamento desempenha um papel importante nas variações de velocidade intraurbana, ao contrário do que é reportado pela literatura em relação às variações de velocidade entre cidades, e que as horas de pico da tarde estão associadas à desacelerações desproporcionais e consistentes em comparação com suas equivalentes matinais. Comparo a variação observada de velocidade intradia com a literatura teórica sobre engarrafamentos e encontro evidências que apoiam o modelo proposto por Z.-C. Li, W. H. Lam e Wong(2014). No terceiro capítulo, intitulado Em Ponto: Tempo de Viagem e o Preço do Deslocamento no Brasil, forneço estimativas sobre o VTV derivado do deslocamento para três das maiores áreas metropolitanas do Brasil. Encontro que 1) demografia e congestionamento desempenham um papel importante na determinação do VTV de equilíbrio; 2) a regra prática, que valora o VTV entre 50% e 100% da taxa salarial, parece capturar o VTV médio das metrópoles; 3) o VTV das áreas metropolitanas brasileiras selecionadas varia entre 31,4% e 67,0% da taxa salarial; e 4) o alto grau de heterogeneidade não observada representa um obstáculo na interpolação das estimativas de VTV de uma área metropolitana para outra. Utilizo uma estrutura multinomial mixed logit aplicada a dados de pesquisa de preferência revelada origem-destino para fornecer essas descobertas.
  • Item
    Evaluation of Brazilian education policies of the late 2000s
    (2022-08-05) Ogava, Bruno Toshio
    Após cumprir a meta de universalizar o acesso à educação básica no início dos anos 2000, o governo brasileiro mudou o foco de suas políticas educacionais para melhorar a qualidade da educação. Ações foram tomadas no final dos anos 2000 seguindo algumas estratégias voltadas para esse novo objetivo. Em especial, foi implementado um piso salarial para professores, como forma de valorização da profissão docente, e houve a ampliação das redes de educação infantil, como forma de fazer com que as crianças iniciassem a escolarização mais cedo. Neste trabalho buscamos compreender os fundamentos por trás dessas políticas e os contextos institucionais que levaram às suas implementações, bem como avaliá-las por meio de modernas técnicas econométricas. Em ambos os casos, contamos com dados de pontuações em testes nacionais e padronizados, bem como outras fontes de dados para atender às necessidades específicas de cada avaliação.
  • Item
    Essays on taxes and consumption
    (2022-09-27) Matos, Mariana Milhomem
    This thesis consists of three independent essays in applied microeconomics. The first paper estimates the marginal social welfare functions for Brazil using two functional forms for the agents preferences: quasi-linear in consumption and isoelastic in consumption and in labor. We use a dual approach of the standard optimal income tax model, the logic is inverted, we estimate a social welfare function that makes optimal the actual marginal tax rate schedule. Finally, we check if the revealed social preferences satisfies the conditions of the model, so the inversion is well behaved. We find that with quasi-linear utilities, the revealed social preferences are not decreasing for some values of productivity. When we introduce income effects, we introduce curvature in the utility for consumption and then the revealed social preferences are well behaved and Paretian. The second paper evaluates the welfare consequences of replacing the Brazilian current joint tax system in which spouses’ incomes are added to calculate taxable income with one for which spouses’ incomes are averaged to determine taxable income. In Brazil, spouses have the option to file individually or jointly. We find that a reform in the Brazilian current joint tax system is welfare-improving. Changing to an income tax system in which spouses’ earnings are averaged to determine taxable income increases the social welfare of the economy. The final paper investigates consumption behavior and optimality using microdata available from the Consumer Expenditure Survey. With a longer and more recent sample, we confirm the life cycle and time series patterns found by Attanasio and Weber (1995) for the United States through a synthetic panel and cohort analysis. Furthermore, we follow their approach of modeling the Euler equation with demographic and labor supply variables, but relaxing the implicit assumption that consumers use only one asset to smooth consumption over time. We do so by aggregating returns and using Mulligan and Threinen (2010) measure of return to aggregate capital to test the life cycle-permanent income hypothesis. Our results provide further evidence in favor of the theory and show that ignoring the portfolio optimization of households may overestimate the Elasticity of Intertemporal Substitution.
  • Item
    The economics of amazon deforestation: drivers, consequences, and policies to stop it
    (2022-09-15) Araujo, Rafael Carlquist Rabelo de
    Esta tese contém quatro artigos independentes, mas relacionados no campo da economia ambiental. Capítulo 1, When clouds go dry: an integrated model of deforestation, rainfall, and agriculture. O desmatamento em florestas tropicais é resultado da expansão agrícola. Mas, o desmatamento afeta a precipitação que afeta a própria agricultura. Neste artigo, integro um modelo de escolha discreta de uso da terra com um modelo climático de precipitação para medir o impacto da externalidade que as decisões de uso da terra têm na produção do setor agrícola. Como aplicação, estimo o modelo climático usando dados de nível de pixel para toda a Floresta Amazônica e o modelo de uso da terra com dados de nível de pixel para o estado brasileiro de Mato Grosso, um dos polos agrícolas mais importantes do mundo. Eu então considero um contrafactual onde os agricultores podem desmatar áreas protegidas. Neste contrafactual, a precipitação diminuiria em média 2% com algumas regiões perdendo até 4% e os retornos da produção agrícola diminuiriam em média 2% com algumas regiões perdendo até 8%. Capítulo 2, Valuing tropical forests: deforestation, rainfall, and hydropower. O desmatamento de florestas tropicais afeta as chuvas em escala continental. Desenvolvo uma abordagem para valorizar esse serviço ecológico para o setor de energia usando um modelo climático econométrico que conecta o desmatamento tropical com chuvas a centenas ou mesmo milhares de quilômetros de distância da floresta. Como aplicação, estimo o impacto que o desmatamento da Amazônia tem na capacidade de geração de energia da usina hidrelétrica de Teles Pires no Brasil, uma das dez maiores usinas de um país que tem hidrelétricas como sua principal fonte de energia. A queda na geração de energia é maior na estação chuvosa, com decréscimo médio de 10% e cenários extremos de 17%, totalizando uma perda potencial para o operador hidrelétrico de US$ 21 milhões por ano. Em seguida, mapeio as regiões da Amazônia que teriam os maiores valores de preservação para a hidrelétrica. Os resultados fornecem evidências da importância econômica dos serviços ecológicos das florestas tropicais para as atividades econômicas. Capítulo 3, Efficient forestation in the Brazilian Amazon: evidence from a dynamic model, é um trabalho conjunto com Francisco Costa e Marcelo Sant’Anna. Este artigo estima a cobertura florestal eficiente em relação ao estoque de carbono da Amazônia brasileira – ou seja, quando os agricultores internalizam o custo social do carbono. Propomos um modelo dinâmico de escolha discreta de uso da terra e o estimamos usando um painel de uso da terra e estoque de carbono com 5,7 bilhões de pixels entre 2008 e 2017. O cenário habitual implica uma liberação ineficiente de 44 Gt CO2 no longo prazo resultante de desmatamento de uma área duas vezes o tamanho da França. Impostos de carbono relativamente pequenos podem mitigar uma parte substancial do desmatamento ineficiente. Mostramos que os esforços de mitigação direcionados em áreas com maior potencial de redução de emissões podem ser muito eficazes. Embora tributar a produção pecuária possa reduzir as emissões, tributar a produção agrícola é praticamente inócuo. Capítulo 4, Environmental impacts of transportation infrastructure in the Brazilian Amazon, é um trabalho conjunto com Juliano Assunção e Arthur Bragança. Este artigo estima os efeitos dos investimentos em infraestrutura de transporte sobre o desmatamento e a produção agrícola na Amazônia brasileira. Usando novos dados sobre a evolução da rede de transporte no Brasil, construímos uma medida de acesso ao mercado que captura os efeitos agregados de mudanças na infraestrutura por meio de mudanças nos custos de transporte. Esse modelo pode ser aplicado para medir o impacto de projetos individuais de infraestrutura, como estradas, portos, construção ou melhoria de ferrovias. Como aplicação, estudamos os impactos do projeto altamente debatido da ferrovia Ferrogrão. Nosso modelo sugere uma grande área de influência do projeto, com uma pegada de desmatamento relevante e desigualmente distribuída ao longo do contorno do projeto.
  • Item
    Essays in Econometrics
    (2022-12-21) Martins, Tiago dos Guaranys
    Esta tese é composta de três ensaios relacionados a econometria. O primeiro deles busca explicar o porquê e por quanto os agentes profissionais discordam em suas projeções. O segundo ensaio realiza exercícios empíricos de modelos propostos na literatura de apreçamento de ativos em relação a base proposta por Fama e French (1992,1993). No último capítulo, nós estimamos um indicador diário da inflação do Brasil utilizando um modelo de frequências mistas.
  • Item
    Essays on Macrodynamics and Inequality
    (2022-06-30) Valerio, Andre Cordeiro
    Essa tese contém três ensaios independentes em macroeconomia do desenvolvimento. O fio que une os três ensaios é a conexão entre a macroeconomia, e as políticas macroeconômicas, e a desigualdade de renda. O primeiro artigo investiga os efeitos econômicos de políticas de redistribuição de renda, em particular, uma política de renda básica universal e uma política de transferência condicionada, similar ao Bolsa-Família. Utilizando um modelo de gerações sobrepostas, onde os agentes são as dinastias que fazem escolhas de consumo, trabalho e acumulação de capital humano e físico, simulamos a adoção de diversas políticas de transferência e seus impactos macroeconômicos, com destaque especial sobre variáveis socio-econômicas, como desigualdade e pobreza, e sobre acumulação de capital humano. Com esse modelo concluímos que uma política de renda básica, apesar de reduzir a desigualdade e a pobreza, não é capaz de gerar desenvolvimento a longo prazo, sofrendo do alto custo fiscal da política e suas distorções, assim como das distorções geradas pelo efeito-renda. Por outro lado, uma política focalizada que simula o Bolsa-Família é capaz de gerar desenvolvimento a longo prazo, a despeito de efeitos negativos no curto prazo. A razão para isso é o incentivo que a política gera na acumulação de capital humano, que dá início a um ciclo virtuoso de crescimento. São simuladas políticas de transferência condicionadas alternativas ao Bolsa-Família e conclui-se que a condicionalidade escolar é essencial para gerar desenvolvimento a longo prazo. O segundo artigo dá continuidade ao primeiro, mas sob outra ótica. Um tema recorrente no debate de políticas de redistribuição é o conflito redistributivo presente na sociedade. Esse artigo, portanto, tenta preencher uma lacuna na literatura que é a análise da adoção de políticas de transferência à luz da economia política. Utilizando um modelo de agentes heterogêneos e mercados incompletos com uma noção de equilíbrio político-econômico, é simulado a adoção de políticas de redistribuição de renda. A política adotada é escolhida de acordo com as preferências de um eleitor mediano, que escolhe uma política de transferência que pode ser focalizada apenas nos 10% mais pobres até uma política universal. Conclui-se, portanto, que uma política de renda básica nunca é escolhida nesse contexto, sugerindo que os efeitos indiretos da política são negativos a ponto de compensar o efeito direto. Por fim, o último artigo investiga os motivos pelos quais os retornos à educação e experiência no mercado de trabalho tem reduzido ao longo dos últimos 20 anos no Brasil. É proposto um modelo de equilíbrio geral com oferta endógena de trabalhadores qualificados, que se dá através da decisão de ir, ou não, à universidade. No modelo, o capital humano tem duas dimensões: escolaridade e experiência no mercado de trabalho. Tanto as firmas quanto os trabalhadores são heterogêneos, os primeiros na produtividade em relação a cada tipo de trabalhador, enquanto os trabalhadores se diferem em sua aptidão universitária. Com o modelo, eu testo, e valido, a hipótese de que um choque positivo na oferta de formandos em universidades explica a queda tanto no retorno à educação quanto no retorno à experiência.
  • Item
    Essays in macroeconomics and applied econometrics using PPI microdata
    (2022-08-12) Abib, Daniel Barboza Dale
    This thesis investigates the firms’ price-setting behavior in Brazil for the 2008- 2020 period, focus on the dynamics of the price setting statistics over the business cycle, the exchange rate pass-through at firm level and the impact of the monetary policy and exchange rate shocks in the disaggregated price dynamics. This thesis is composed by three papers and in all of them I use a novel confidential microeconomic data collected by FGV IBRE to construct the Producer Price Index (PPI), the oldest producer price index in Brazil, released since 1947. This unique data set covers a wide variety of manufactured products, and the electronic micro data set is available since 2008. In this work, I calculate the price-setting statistics for this database, as well as estimate the exchange rate pass-through to prices and lastly estimate the impulse-response functions for a set of prices using a FAVAR model.
  • Item
    Essays in Taxation
    (2022-07-21) Lobel, Felipe
    Derivamos a fórmula ótima de taxação para casais, levando em consideração a diferença entre desigualdades inter-pessoais e inter-familiares. Cada família é definida por dois trabalhadores com produtividades distintas e diferente acesso aos recursos familiares. Tratamos a multidimensionalidade que ameaçaria a tratabilidade do método de Mirrlees (1971), restringindo as preferências a serem isso-elásticas e focando em tributação caracterizada pela separação de renda. Depois de mostrar como utilitarismo liderado pela perspectiva individual tipicamente leva a desalinhamento entre objetivos da família e do Governo, o qual Apps and Rees (1988) chamam de dissonância, oferecemos uma solução completa para o problema de screening, incorporando diferentes graus de correlação entre cônjuges e explicitando o papel na dissonância para o desenho da taxação ótima. Também investigamos os efeitos de bem estar em políticas de tributação gênero-específicas.
  • Item
    Essays on migration and political economy
    (2022-03-14) Oliveira, Wagner
    Esta tese contém três artigos independentes sobre temas relacionados à Economia Política, Economia do Trabalho e Desenvolvimento Econômico. Os dois primeiros analisam os efeitos da migração internacional no país de destino, um analisando os canais econômicos subjacentes aos efeitos eleitorais nos EUA e o outro analisando os efeitos no mercado de trabalho brasileiro. O terceiro trata das origens do poder econômico dos líderes religiosos no Brasil. O primeiro é intitulado “Decompondo o efeito político da imigração de baixa escolaridade”. Evidências prévias mostram que a imigração de baixa escolaridade pode induzir mudanças eleitorais para a direita. No entanto, ainda não está claro se este é um fenômeno puramente de curto prazo, ou se tende a persistir ao longo do tempo. Também não está claro se as respostas econômicas de nativos aos choques de imigração podem explicar esse comportamento eleitoral. Este artigo visa a preencher essas duas lacunas analisando as eleições presidenciais nos Estados Unidos entre 1992 e 2016. Nossa estratégia de identificação se baseia em uma versão dinâmica de variáveis instrumentais do tipo shift-share, que nos permitem separar os efeitos de curto prazo e os ajustes de longo prazo. Mostramos que o desemprego entre os nativos de baixa escolaridade e os gastos públicos locais com políticas de assistência social per capita aumentam no curto prazo como resultado da imigração de baixa escolaridade, mas esses efeitos desaparecem com o tempo, enquanto a votação é persistentemente deslocada para os republicanos. As estimativas de um modelo de mediação causal sugerem que 60% do efeito do voto de curto prazo pode ser explicado por essas variáveis, mas se esses fossem os únicos canais em jogo, esperaríamos alguma atenuação na mudança de comportamento eleitoral. Evidências utilizando dados de pesquisas de opinião apontam para a hipótese dos anos impressionáveis como um possível mecanismo por trás desses resultados. O segundo é intitulado “Imigração, dinâmica empresarial e resultados do mercado de trabalho para trabalhadores nativos no Brasil”. Este artigo busca responder a seguinte pergunta de pesquisa: como o aumento da oferta de trabalho de imigrantes afeta o desempenho das empresas e o mercado de trabalho para os nativos? Embora a maior parte da literatura sobre migração se concentre em resultados individuais agregados em algum nível geográfico, contratar um imigrante é uma decisão no nível da empresa que pode alterar seu desempenho e afetar os trabalhadores nativos dentro dessas empresas ou em outras firmas que operam no mesmo mercado de trabalho. Neste artigo, utilizamos dados pareados de empregadores e empregados entre 2000 a 2017 para analisar resultados de firmas e trabalhadores nativos agregados em nível regional. Nossa estratégia empírica combina a localização anterior de imigrantes e os chamados Push Factors no país de origem (por exemplo, desastres ambientais e instabilidade política), fatores que influenciam a saída de migrantes desses países e são plausivelmente não correlacionados com a dinâmica local do mercado de trabalho no Brasil. Encontramos evidências de que a imigração teve um efeito negativo no número de empresas que contratam formalmente em uma região e também nos resultados do mercado de trabalho nativo (diminuição de salários e aumento de demissões). Lançamos luz sobre os mecanismos analisando os resultados no nível do estabelecimento e do trabalhador dentro de uma mesma empresa e entre diferentes empresas. Encontramos evidências contrárias à hipótese de ajuste dentro do mesmo estabelecimento e apontamos para uma mudança para a informalidade como possível mecanismo para os resultados. Por fim, o terceiro se intitula “Dinâmica empresarial secular e expansão religiosa no Brasil”. Este artigo lança luz sobre os determinantes econômicos da expansão religiosa ao estudar as trajetórias de negócios seculares de líderes religiosos. Nossa hipótese é que os empreendedores do setor privado têm um incentivo para atuar e crescer dentro do setor religioso quando seus negócios seculares prosperam. Estudamos o contexto brasileiro, onde a ascensão do Pentecostalismo molda a crescente presença da religião na sociedade. Fornecemos evidências descritivas e resultados de regressões com base em um novo pareamento de dados obtidos de registros de propriedade das empresas (Receita Federal) e registros de vínculos empregador-empregado correspondentes na RAIS. Os dados nos permitem identificar os proprietários de organizações religiosas e rastrear suas trajetórias observando os contratos de trabalho e o desempenho das empresas. Encontramos evidências de que o crescimento em negócios seculares previamente estabelecidos está associado a maiores chances de fundar igrejas. Isso sugere que as atividades seculares e religiosas são complementares e a acumulação de capital em atividades seculares é um importante impulsionador da expansão das igrejas.
  • Item
    Essays on Macroeconomic and Commodity Price Forecasting
    (2022-07-07) Lin, Yihao
    Esta tese consiste em três artigos independentes em macroeconometria. No primeiro artigo, buscamos estudar a previsibilidade dos retornos de um amplo conjunto de 17 commodities que podem ser classificadas em 5 diferentes categorias, usando técnicas de combinação de previsões e modelos de aprendizado de máquina (machine learning). Já no segundo artigo, propomos investigar a performance de um amplo técnicas de aprendizado de máquina machine learning e modelos tradicionais na literatura de previsão do preço do petróleo. Na era das grandes bases de dados, novas ferramentas automatizadas podem potencialmente melhorar a precisão da previsão do preço do petróleo em relação às abordagens tradicionais. Além disso, contribuímos para a literatura de previsão do preço do petróleo ao construir previsões da função de densidade condicional a partir das técnicas de machine learning. Finalmente, no terceiro artigo realizamos o nowcast da inflação americana, medido pelo Consumer Price Index All Items. Nesse artigo, construímos um framework econométrico de duas etapas que combina a interpolação de variáveis mensais via filtro de Kalman e técnicas de aprendizado de máquina para construir as previsões de curto prazo.
  • Item
    Essays in Macroeconometrics
    (2022-02-22) Pimentel, Luana
    Esta tese consiste em três artigos independentes em macroeconometria. No primeiro artigo, construímos um Índice de Condições Financeiras (ICF) para o Brasil que visa identificar choques financeiros capazes de influenciar a atividade econômica futura. O segundo artigo visa comparar propriedades de diferentes métodos de estimação do hiato do produto, a fim de buscar a metodologia de melhor desempenho no contexto da economia brasileira. Finalmente, o terceiro artigo objetiva explorar os avanços nas técnicas de aprendizado de máquina para realizar projeções trimestrais do PIB brasileiro e avaliar o potencial ganho de precisão de projetar o PIB por setores.
  • Item
    Essays on Brazilian Credit Market
    (2021-12-22) Santos, Everton Gomes Ferreira de Abreu dos
    Essa tese é composta por três capítulos relacionados ao mercado de crédito brasileiro. Em todos foram feitas análises empíricas com utilização de dados ao nível do indivíduo. No primeiro artigo utilizamos dados das operações de crédito de uma grande instituição financeira para avaliar a sensibilidade à taxa de juros do uso da linha de crédito rotativo do cartão de crédito. Para identificar um efeito causal, utilizamos descontinuidades encontradas na política de crédito, que viabilizaram a aplicação de regressões descontínuas. Encontramos que o usuário do cartão de crédito não é sensível à taxa juros na decisão de utilizar a linha de crédito rotativo. Contudo, aplicando a mesma metodologia para avaliar a sensibilidade à taxa de juros no uso do crédito pessoal, conseguimos encontrar uma sensibilidade relevante. Argumentamos que esse contraste pode explicar parte da diferença da taxa de juros do cartão comparativamente as demais linhas. Além disso, estimando as sensibilidades para diferentes subamostras, identificamos que consumidores com maior grau de educação apresentam maior sensibilidade à taxa de juros. No segundo artigo o objetivo é mensurar o impacto da maior disponibilidade de crédito sobre o valor dos aluguéis residenciais, bem como sobre a qualidade dos domicílios e a probabilidade de residência em casa própria. Para contornar as dificuldades usuais de identificação, nos aproveitamos de choques exógenos produzidos por alterações de regras do programa Minha Casa Minha Vida, bem como de algumas descontinuidades na política do programa. Nossos resultados sugerem que existe relação causal entre a maior oferta de crédito e os preços dos aluguéis, mas não conseguimos encontrar indícios de que mais crédito aumente a qualidade dos imóveis ou a taxa de residência em casa própria. No artigo final investigamos o grau de assimetria de informação entre as instituições financeiras brasileiras, através da comparação da qualidade da informação disponível publicamente em relação a informação privada. Para tanto, combinamos dados de crédito para empresas coletados pelo Banco Central junto a todas as instituições financeiras, que é uma informação privada (mas aberta a pesquisadores), com uma base de dados de conhecimento público (do Serasa). Mostramos que acessar a informação privada melhora substancialmente a tomada de decisão de crédito, permitindo aprovar mais clientes e reduzir a taxa de inadimplência. Adicionalmente, encontramos sinais de impactos de seleção adversa, uma vez que clientes mais arriscados tem maior propensão a mudar de banco, apresentam maior taxa de inadimplência após migrarem, e são sujeitos a piores condições de crédito.
  • Item
    Economic analyses of the consequences of the Brazilian distributed generation policy
    (2021-07-30) Cunha, Gabriel Rocha de Almeida
    Mecanismos de incentivo à geração distribuída de pequeno porte têm se disseminado em setores elétricos em todo o mundo. No Brasil, este tipo de iniciativa foi regulamentada em 2012, e tem levado a um crescimento exponencial no número de unidades consumidoras que escolhem investir em “telhados solares” e outras iniciativas de geração distribuída. A velocidade de adoção desses sistemas tem implicações importantes para o planejamento da expansão do sistema elétrico e para a tarifa de energia – em particular afetando os consumidores que continuam a ser supridos pela rede elétrica. Este trabalho em primeiro lugar apresenta um exercício econométrico buscando descrever os parâmetros de preferência governam a escolha dos consumidores entre adotar ou não um sistema de geração distribuída. São avaliadas duas abordagens: uma abordagem paramétrica em que aplica-se o modelo de difusão de tecnologias de Bass (comumente usado no contexto de disseminação acelerada da geração distribuída) e uma abordagem fundamentalista que utiliza hipóteses menos estritas sobre o formato da curva de adoção. Estes dois modelos resultaram em parametrizações coerentes entre si, e são usados para apresentar previsões caso a política de incentivos no Brasil permaneça constante. Neste contexto, avalia-se o custo incorrido pela sociedade quando os adotantes da geração distribuída não pagam pelos custos fixos da rede elétrica, bem como a característica regressiva desta política (que beneficia principalmente consumidores de alta renda). Adicionalmente, é apresentada uma análise do ponto de vista do regulador – admitindo que este pode fixar os preços percebidos pelo consumidor final tanto para a rota convencional (compra de energia diretamente da rede) quanto para a rota de geração distribuída (aquisição de um sistema independente, possivelmente com um pagamento adicional à empresa distribuidora de energia). Determina-se qual a estratégia de precificação que maximiza o bem-estar da sociedade levando em conta a resposta dos consumidores a estes sinais de preço, tanto para o caso geral quanto aplicado à realidade do mercado de geração distribuída brasileiro.
  • Item
    Essays on economic policies, education and labor
    (2021-08-28) Freire, Maria Eduarda Ferraz
    Essa tese contém três ensaios independentes em política econômica, economia do trabalho e educação, que abrangem questões que afetam a economia brasileira. O primeiro artigo investiga o impacto de corrupção sobre crescimento de firma. Usando dados de firmas brasileiras, nós analisamos o crescimento no número de trabalhadores de construtoras envolvidas em corrupção usando o método de controle sintético. O exercício contrafactual estimado por controle sintético sugere que firmas teriam crescido mais sem corrupção, mesmo antes de ter seu envolvimento ser exposto. Para o conjunto restrito das maiores firmas desse grupo, o resultado é um pouco diferente: Essas firmas crescem mais do que teriam crescido com corrupção até terem seu envolvimento exposto. Após exposição, essas firmas sofreram uma redução mais drástica do que suas contrapartes. Portanto, os benefícios em se envolver com corrupção parece ser pequenos para as firmas, enquanto os custos de exposição parecem ser substanciais. O segundo artigo estuda o papel que políticas de ação afirmativa desempenham em declaração de raça no Brasil. Tais políticas podem impactar declaração de raça através de dois diferentes mecanismos. Primeiro, via redução do estigma e, consequentemente, aumento da identidade negra. Segundo, ao gerar incentivos para que as pessoas mudem sua declaração de raça devido ao benefício de acesso ao ensino superior. Usando informações sobre vagas para cotas para indivíduos não-brancos de todas as instituições públicas de ensino superior no Brasil, nós estimamos que tais políticas explicam cerca de metade do aumento de indivíduos jovens que se declaram como não-brancos de 2011 até 2015. Esse efeito é observado principalmente para aqueles que estudam em escolas públicas. Apesar de nós não podermos separar esses dois mecanismos, nós fornecemos evidências quantitativas de políticas afirmativas resultando em cruzamento de fronteiras raciais. Por último, o terceiro artigo investiga os principais determinantes de salários de professores de economia em universidades públicas federais no Brasil. Nós encontramos que apenas experiência e ter um diploma de doutorado afetam salários. No geral, um ano adicional de experiência aumenta salário mensal em cerca de 4% e ter doutorado aumenta cerca de 70% dos salários. Resultados de pesquisa, como número de publicações, número de livros publicados e capítulos de livros escritos são não significantes. Assim como performance de ensino. Participar em bancas de defesa de pós-graduação e graduação, e orientar alunos também possuem coeficientes não significantes. Isso sugere que professores de alta performance não teriam incentivos de trabalhar em universidades públicas, dado que eles não são remunerados de acordo. Apenas quando restringimos nossa amostra para o grupo dos quatro melhores departamentos de economia que número de publicações em ranked journals tem um impacto positivo e significante, mas ainda menor do que experiência e ter diploma de doutorado.
  • Item
    Essays in applied microeconomics: housing, transportation, and education
    (2021-12-02) Varejão Neto, Edmilson de Siqueira
    Essa tese de doutorado é composta por três artigos que usam técnicas econômicas para oferecer contribuições ao debate de três desafios atuais da sociedade brasileira: a promoção do desenvolvimento econômico por meio do investimento em educação; mecanismos para viabilização de investimentos em mobilidade urbana; e avaliação de políticas regulatórias sobre plataforma tecnológicas inovadoras. Nesta seção, apresento brevemente cada um destes artigos. O primeiro artigo avalia o impacto econômico de políticas alternativas de investimento na educação pública no Brasil ocorridas ao longo do século vinte. Especificamos cenários contrafactuais de gastos públicos mais elevados em educação e mensuramos seus efeitos econômicos considerando dois canais distintos: um canal demográfico em que a escolaridade reduz as taxas de fecundidade e um canal de produção pelo qual a escolaridade aumenta a produtividade por trabalhador. Aumentar os gastos com educação primária pública em um por cento do PIB a cada ano aumentou a estimativa contrafactual do PIB per capita em até 26 por cento em relação ao nível observado em 1985 e reduziu o tamanho estimado da população em 14 por cento. Esses resultados são consistentes com nossa hipótese e sugerem que os baixos níveis de gastos com educação primária no século XX foram onerosos para o Brasil. O segundo artigo avalia o efeito da abertura de uma nova estação de transporte sobre os preços dos imóveis no Rio de Janeiro. Nossa hipótese é que os valores das propriedades nas proximidades da nova estação são uma proxy para o valor adicionado criado pelos investimentos em transporte público. Descobrimos que a abordagem de regressão hedônica gera um parâmetro de tratamento de -0,111 contra -0,049 usando uma variável de controle de efeito fixo; um segundo resultado é que os efeitos de ganhos de acessibilidade de novas infraestruturas de transporte são maiores em imóveis próximos ao BRT do que ao Metrô. Esse resultado pode ser explicado pela alta renda média nos bairros das estações de Metrô em relação aos bairros de BRT. No terceiro artigo, criamos um modelo estrutural para estudar a competição entre os mercados de aluguel tradicionais (longo prazo) e os mercados de aluguel P2P (curto prazo) (por exemplo, Airbnb). Usamos o modelo para simular cenários de imposto sobre a receita dos mercados P2P. Verificamos que a política tributária proposta não leva a uma grande realocação de propriedade entre plataformas, e os poucos imóveis realocados são mais caros que a média e localizados nas áreas mais nobres da cidade. Os padrões de substituição que observamos sugerem fortemente que o Airbnb oferece uma alternativa imperfeita para o mercado habitacional tradicional de longo prazo.
  • Item
    Salary bonuses and informality
    (2021-04-30) Ribeiro, Luciana Rabelo
    Este artigo desenvolve um modelo de equilíbrio com firmas heterogêneas no setor formal e informal que postam salários e trabalhadores que fazem on the job search. Os trabalhadores formais com salário menor ou igual a duas vezes o mínimo recebem abono salarial e o valor do benefício é de um doze avos do salário mínimo recebido mensalmente. A partir de análises de contrafactuais, mostro que o abono salarial não muda a alocação de trabalhadores entre os setores da economia e que o fim do benefício gera um aumento no salário médio mesmo sem a redução dos impostos sobre a folha de pagamento de firmas formais.
  • Item
    Essays on monetary policy transmission, banking, and the COVID-19 shock.
    (2021-12-07) Mesquita, Daniel Teixeira
    Essa tese contém dois artigos independentes. No primeiro, investigamos o comportamento do canal de redistribuição como uma possível resposta para um mecanismo de transmissão da política monetária mais fraco nos EUA depois da crise de 2008, como foi sugerido pela literatura existente. Tirando proveito das estatísticas suficientes apresentadas no modelo de Auclert (2019), não conseguimos encontrar mudança substancial no canal de redistribuição quando comparado aos níveis pré-crise, o que indica que a perda de efetividade da política monetária deve ter outras explicações. Apesar da relativa estabilização, os resultados reafirmam a importância do aspecto redistributivo como um amplificador do mecanismo de transmissão da política monetária. O segundo artigo avalia o impacto da pandemia de COVID-19 nos mercados de crédito locais no Brasil. In particular, a pandemia de COVID-19 causou uma crise global tanto na saúde pública quanto na economia, à qual os governos responderam com grandes intervenções. Usando o Brasil com laboratório, nós investigamos a influência da pandemia e das intervenções que sucederam nos mercados de crédito locais. Primeiro, achamos que a pandemia impactou negativamente e de forma significativa o crédito local. Segundo, utilizando uma base de dados nova e manualmente coletada sobre as intervenções governamentais, nós mostramos que as intervenções têm efeitos heterogêneos: efeitos positivos de intervenções mais brandas (i.e., distanciamento social e proibição de aglomerações) e reaberturas tardias, e efeitos negativos de intervenções mais severas (i.e., fechamento de serviços não essenciais e reaberturas antecipadas. Terceiro, mostramos que os bancos públicos realizaram mais empréstimos que os bancos privados durante a crise causada pela COVID-19, mas que essa diferença foi menos pronunciada em relação àquela observada durante a crise de 2008. Nós confirmamos nossos resultados usando preferências políticas locais observadas antes da pandemia como instrumentos para as intervenções e, também, através de testes de ortogonalização e placebo.
  • Item
    Essays on Energy and Natural Gas Industry
    (2021-09-22) Zimmermann, Guilherme Gugelmin
    Esta tese consiste em três artigos independentes focados em economia da energia. O primeiro artigo investiga como o aumento da concorrência no setor de produção de gás natural impactaria as distribuidoras de gás natural e as economias regionais ao longo do tempo. O segundo artigo avalia o aumento de eficiência que uma distribuidora de gás natural deve atingir após a privatização para fazer com que essa privatização valha a pena para o Estado, do ponto de vista fiscal. O terceiro artigo estuda como os preços e as mudanças tecnológicas impactam o consumo residencial de energia elétrica por famílias heterogêneas com diferentes níveis de renda.
  • Item
    Essays on decision theory
    (2020-12-18) Rivello, Alessandro Tolomiotte
    Ainda que seja um padrão assumir que as preferências de um agente econômico é completa, essa hipótese é considerada forte. De acordo com von Neumann e Morgenstern (1953)(p. 631) “It is very dubious, whether the idealization of reality which treats this postulate as a valid one, is appropriate or even convenient.”, no mesmo sentido, Aumann (1962), diz “Of all the axioms of utility theory, the completeness axiom is perhaps the most questionable”. Assim, o objetivo desta tese é contribuir para a literatura sobre preferências incompletas através de três capítulos. O Capítulo 1 estende a noção de dominância estocástica para ambientes dinâmicos. O resultado principal desse capítulo é uma caracterização clara de ordens de dominância entre processos estocásticos. O critério base para definição dessas ordens é a escolha unanime de um processo em detrimento a outro dentro de grupos de agentes que maximizam a utilidade esperada descontada. O Capítulo 2 estende o Teorema do Máximo de Berge permitindo que se considere preferências incompletas. Uma versão simples do Teorema do Máximo é obtida considerando-se uma preferência fixa e conjuntos factíveis convexos. Nesse capítulo, também mostramos que uma nova condição de continuidade sobre os domínios de comparabilidade, além das hipóteses tradicionais de continuidade, é condição suficiente para que o limite de uma sequência de elementos maximais, onde cada elemento desse vem de um problema de decisão integrante de uma sequência convergente de problemas de decisão, é elemento maximal do problema limite. Apesar de suficiente, essa nova condição de continuidade sobre os domínios de comparabilidade não é necessária em geral. Contudo, fornecemos hipóteses adicionais sobre as quais essa nova condição de continuidade é necessária e suficiente. O Capítulo 3 define e estuda a classe de “preferências conexas”, isto é, preferências que podem ser incompletas, mas tem domínios de comparabilidade maximais conexos. Esse capítulo oferece quatro novos resultados. O Teorema 3.1 identifica condições necessárias para que preferências contínuas sejam conexas no sentido acima, enquanto o Teorema 3.2 fornece condições suficientes. A partir desse último resultado, o Teorema 3.3 caracteriza os domínios de comparabilidade maximais. Finalmente, o Teorema 3.4 apresenta condições que garantem que tais domínios de comparabilidade sejam conexos por caminhos. Utilizando esses resultados é provada uma estreita relação entre a conexidade de um espaço e os axiomas impostos em uma preferência definida nesse espaço para o caso de espaços compactos, no mesmo espírito do resultado clássico de Schmeidler (1971).