FGV EAESP - GVces - Papers

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 7 de 7
  • Item
    Declaração do capital natural
    (Centro de Estudos em Sustentabilidade (FGVces), 2012-01) Centro de Estudos em Sustentabilidade (FGVces)
    Uma declaração do setor financeiro demonstrando nosso compromisso durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável [Rio +20 Earth Summit] em trabalhar para integrar as considerações do Capital Natural aos nossos produtos e serviços financeiros para o século 21.
  • Item
    Finanças sustentáveis e o caso do Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa
    (Centro de Estudos em Sustentabilidade (FGVces), 2006) Monzoni, Mario; Biderman, Rachel; Brito, Renata Peregrino de
    O presente artigo apresenta um histórico da construção do modelo de investimento socialmente responsáveis (SRI) no Brasil e no Mundo. Apresenta o histórico e metodologia de formulação do Índice de Sustentabilidade Empresarial da BOVESPA (ISE), destacando os desafios de criação de uma nova ferramenta para o mercado de ações brasileiro a fim de detectar a capacidade de geração de valor das empresas e o nível de risco associado ao seu desempenho em diferentes dimensões da sustentabilidade.
  • Item
    Environmental issues related to electricity exchange between South American Countries
    (2016) Dinato, Ricardo Mattos; Silva, Vinicius Oliveira da; Gimenes, André Luiz Veiga; Udaeta, Miguel Edgar Morales; Grimoni, José Aquiles Baesso
    Since resources are not homogenously distributed throughout the planet, commerce of raw material between countries becomes a necessity. The present work analyzes the commerce of electricity between South American countries under the environmental perspective, using Life Cycle Assessment. The year 2012 was chosen to sketch the scenario of exportation and importation of electricity among the South American countries because it is the most recent data. To assess the electricity matrix of the countries, six categories of environmental impact were chosen: climate change, terrestrial acidification, freshwater eutrophication, particulate matter emission, natural land transformation, and fossil depletion. Among these categories, Paraguay was the best rated country, with the lowest environmental impact in five categories — except in natural land transformation, in which it had the highest, because of its hydroelectric-based matrix. The impact categories were divided into three groups: global pollution, local pollution, and depletion of natural resources. In the case of global pollution, energy integration of the continent can favor the global reduction of greenhouse gas emissions. As for local pollution, it is worth noting that countries exporting electricity consider the environmental impact within the country itself when negotiating MWh sales prices; it is necessary to internalize the externalities. Regarding the depletion of natural resources, the analyzed environmental impact categories are not critically important to these countries in the present moment. Energy integration in South America can be a vector to promote sustainable development in the region but it is necessary that environmental and social issues are duly considered in the decisionmaking processes.
  • Item
    The fossilization of the brazilian electric matrix under the lifecycle assessment perspective
    (2015) Dinato, Ricardo Mattos; Kulay, Luiz Alexandre
    The increasing participation of fossil fuel thermoelectric plants in the Brazilian electricity grid in the past few years has led to a worsening of its environmental impact, a correlation made evident by data on CO2 emissions divulged by the Ministry of Science, Technology and Innovation (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MCTI) for the National Interconnected System since 2006. Moreover, the environmental concerns are often limited to quantifying the emissions so as to inform the country’s energy planning. The present study assesses the environmental impact of the Brazilian electricity grid during the period 2006-2013 in order to verify the environmental effects of the use of different sources in terms of Climate Change (CC), Consumption of Primary Energy (CPE), Freshwater Eutrophication (FEu), Terrestrial Acidification (TAc), Agricultural Land Occupation (ALO), and Natural Land Transformation (NLT). It was also made a comparison between CO2 emission data divulged by MCTI — who quantifies only the burning of fossil fuel — and greenhouse gases emission (GHG) inside the Life Cycle Thinking model. The results show an increase in the environmental impact in almost all categories. In FEu, the 2009 impact was only 46% when compared to 2013; for TAc, 2009 emissions were 53% when compared to 2013. In face of the LCT model, the emission data divulged by MCTI are revealed to be underreported. The results of both cases, however, are compatible in terms of variation trends. It is concluded that a systemic approach of the environmental impact of electricity generation would bring more subsidies for a more efficient energy planning.
  • Item
    Compras públicas sustentáveis como incentivo à inovação e à produção sustentável (IX Simpoi 2006)
    (2006) Monzoni, Mario; Biderman, Rachel; Betiol, Luciana Stocco
    Este artigo aborda aspectos conceituais, práticos, econômicos, jurídicos e institucionais referentes à licitação sustentável, procurando ilustrar cada uma das situações com exemplos práticos, seja da realidade européia, onde já estão mais adiantados nessa temática, ou do Brasil, que já conta com algumas experiências importantes. Aborda também a oportunidade de inovação e de novos mercados, gerada pela adoção de políticas governamentais de compras sustentáveis – ou licitação sustentável.
  • Item
    Influência da matriz elétrica na adaptação de inventários de ciclo de vida para o cenário brasileiro
    (Associação Brasileira de Ciclo de Vida, 2014) Dinato, Ricardo Mattos; Armelin, Renato Soares; Monzoni Neto, Mario Prestes; Luccas, Felipe Giasson
    A ausência de um banco de dados nacional é frequentemente apontada pelos profissionais da área como um dos maiores gargalos à realização de estudos de ciclo de vida no Brasil. Dessa forma, a utilização de bancos de dados internacionais torna-se a única alternativa para viabilizar a elaboração de tais estudos. Um dos bancos mais utilizados é o suíço ecoinvent, que se encontra na versão 3. Como os processos existentes no ecoinvent não retratam a realidade brasileira, a adaptação mais básica que costuma ser realizada é alterar a matriz elétrica. No presente estudo, foram escolhidos 20 elementos desse banco de dados e foi feita a alteração da matriz elétrica, com o objetivo de compreender os impactos de tal alteração. O software SimaPro foi utilizado e o método de avaliação de impacto IPCC 2007 GWP 100a foi o escolhido para avaliar o desvio entre o elemento original do ecoinvent e o elemento adaptado. Os resultados demonstram que o desvio chega a 214% dentro da amostra escolhida. O estudo conclui que a utilização de bancos de dados internacionais sem as devidas adaptações ao cenário brasileiro pode levar a resultados não condizentes com a realidade. A alteração da matriz elétrica é a adaptação mais básica, mas isso não garante o alinhamento com o material produzido no Brasil.
  • Item
    O pensamento do ciclo de vida como abordagem sistêmica para a tomada de decisão das compras públicas
    (2014) Appugliese, Gabriela Alem; Betiol, Luciana Stocco; Ramos, Laércio