Value-at-risk: aplicação de cinco metodologias a carteiras teóricas compostas por ações e títulos de renda fixa no Brasil

dc.contributor.advisorEid Júnior, William
dc.contributor.authorLombardo, Marcia
dc.contributor.memberPuggina, Wladimir A.
dc.contributor.memberSantos, José Evaristo dos
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESPpor
dc.date.accessioned2010-04-20T20:14:42Z
dc.date.available2010-04-20T20:14:42Z
dc.date.issued2000-04-04
dc.description.abstractFaz revisão teórica dos modelos de value-at-risk (VAR). Revisa principais estudos anteriores sobre VAR no Brasil e no exterior. Testa o desempenho de cinco metodologias de VAR, a saber: metodologia Paramétrica com uso da Volatilidade Histórica, Paramétrica com uso da Volatilidade EWMA, Paramétrica com uso da Volatilidade GARCH(1,1), Simulação Histórica e uma Metodologia Híbrida proposta por BOUDOUKH e taI (1998). Aplica as metodologias a carteiras teóricas compostas por proporções diversas de ações e títulos de renda fixa de 30 dias no mercado financeiro brasileiro. O trabalho encontra evidências da superioridade da Metodologia Híbrida com fator de caimento de 0,99 e da Simulação Histórica, sendo esta apenas marginalmente inferior, Estes resultados se coadunam com evidências encontradas nas séries em estudo de não normalidade, heterocedasticidade e autocorrelação.por
dc.description.abstractThis work analyses the performance of five value-at-risk methodologies, namely the Parametric Methodology making use of Historic Volatility, Parametric Methodology making use of Exponencial Weighting Moving Average (EWMA), Parametric Methodology making use of GARCH( 1,1), Historic Simulation and a Hybrid Methodology proposed by BOUDOUKH et aI. (1998). These models were applyied to the return time series of Ibovespa and 30-day fixed rate bonds, setting up five theoretic portfolios with varying weights of these two assets. Evidences in the studied period showed a superior performance of the Hybrid Methodology using a decay facto r of 0,99, followed closely by Historic Simulation. These results agree with the main time series characteristics, that is, non-normality, autocorrelation and heteroskedasticity of returns. Considering the remaining Parametric Methodologies, the EWMA volatility with decay factor of 0,99 achieved better results than GARCH (1, 1) and historic volatility. The worst results were provided by historic volatility. The initial hypothesis of this work, refering to a possible relationship between the performance of different VAR methodologies and the volatility level of the portfolio, that is, high/low volatility assets could have a major/minor response to methodology change, was not sustained by empirical evidences.eng
dc.identifier.citationLOMBARDO, Marcia. Value-at-risk: aplicação de cinco metodologias a carteiras teóricas compostas por ações e títulos de renda fixa no Brasil. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2000.
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/4735
dc.language.isopor
dc.subjectValue-at-riskeng
dc.subjectVAReng
dc.subjectEWMAeng
dc.subjectGARCH (1;1)eng
dc.subjectMetodologia paramétricapor
dc.subjectVolatilidadepor
dc.subjectSimulação históricapor
dc.subjectMetodologia híbridapor
dc.subjectAçõespor
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.subject.bibliodataInvestimentos - Análisepor
dc.subject.bibliodataAvaliação de riscos - Metodologiapor
dc.subject.bibliodataAtivos financeiros de renda fixapor
dc.titleValue-at-risk: aplicação de cinco metodologias a carteiras teóricas compostas por ações e títulos de renda fixa no Brasilpor
dc.typeDissertationeng
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
1200000458.pdf
Tamanho:
3.14 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
PDF