Reúso de dados na era do Big Data: uma jornada rumo a novos paradigmas no setor financeiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2019-02-28
Orientador(res)
Diniz, Eduardo Henrique
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A crescente oferta de dados e de tecnologias para processá-los alavancada pelo Big Data (BD) fomenta as expectativas de geração de inteligência e valor a partir da informação. Nesse cenário, é cada vez mais comum que os dados sejam utilizados para novos fins, distintos daqueles para os quais foram gerados. Essa prática, denominada reúso de dados, oferece grandes oportunidades de desenvolvimento, mas também pode trazer implicações pouco discutidas na academia e na sociedade como um todo. Para contribuir com esse debate, esta tese visa caracterizar o reúso de dados, identificar seus desafios e propor um modelo para explicar como os atores estão lidando com tais desafios na prática. O trabalho concentrou-se no setor financeiro e foi realizado em 3 etapas, dando origem a 3 artigos. O primeiro realiza uma revisão bibliográfica para refletir sobre a literatura existente e uma meta análise de casos reportando reúso de dados em artigos empíricos. A partir dessa meta-análise, é proposto um esquema classificatório para o reúso de dados baseado em duas dimensões: fonte dos dados (pública, privada interna ou externa à organização) e finalidade do reúso (repropósito ou recontextualização). A reflexão sobre os potenciais desafios dos diferentes tipos de reúso sugere que eles podem variar em função da distância entre a geração e o uso dos dados, dando origem a 3 níveis de desafios: direto, intermedial e extremo. O segundo artigo propõe um modelo conceitual para explorar casos de reúso de dados na prática. Inspirado no Multilevel Framework (Pozzebon, Diniz & Jayo, 2009), o modelo utiliza os elementos do contextualismo (Pettigrew, 1985), da SST (Social Shaping of Technology), da abordagem processual (Langley, 1999; Pettigrew, 1997) e do reúso de dados. Nesta etapa, o modelo foi exercitado em um estudo de caso exploratório na empresa Alpha, que oferece uma ferramenta para análise de risco de crédito baseada em perfis comportamentais gerados a partir de dados da rede de celulares. A terceira etapa da pesquisa realizou um estudo de 3 casos, representando diferentes tipos de reúso de dados: um banco (repropósito e recontextualização de dados internos - nível de desafio direto), um bureau de crédito (repropósito de dados externos públicos e privados - nível de desafio intermedial) e fintechs (recontextualização de dados externos públicos e privados - nível de desafio extremo). A análise dos casos identificou as temáticas principais envolvidas em seus desafios e permitiu refletir sobre suas dimensões legais, tecnológicas, intrínsecas, societais e econômicas. Nos casos, o processo pelo qual os atores lidam com os desafios do reúso de dados na prática revelou uma dinâmica cíclica de ajuste/aprendizado e de mobilização. Tal processo é animado por grupos que mobilizam recursos por meio de uma abordagem de posse ou de prática de poder, como também observado em outro estudo de casos envolvendo colaboração complexa. Esse trabalho contribui para o avanço das pesquisas sobre reúso de dados discutindo conceitos e questões relevantes, especialmente para o campo de SI. Suas escolhas metodológicas e teóricas podem inspirar outras pesquisas que compartilhem o desafio de explorar fenômenos complexos.


Descrição
Área do Conhecimento