Desenvolvimento de uma economia de hidrogénio verde no Brasil: obstáculos e viabilizadores

dc.contributor.advisorOliveira, José Antônio Puppim de
dc.contributor.authorThomsen, Max
dc.contributor.memberBerdejo, Ludwig Miguel Agurto
dc.contributor.memberCavicchini, Andrea
dc.contributor.memberSalvado, João Cotter
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPE
dc.date.accessioned2024-02-05T14:39:43Z
dc.date.available2024-02-05T14:39:43Z
dc.date.issued2023-10-19
dc.degree.date2023-10-19
dc.description.abstract​Objetivo - Esta dissertação tem como objetivo identificar os principais obstáculos e estratégias viabilizadoras para o desenvolvimento de uma economia de hidrogênio verde (GH2) no Brasil. ​Metodologia - O estudo de caso engloba uma análise de dados qualitativos obtidos por uma série de entrevistas com especialistas e da literatura relevante, através de cinco proposições teóricas sobre barreiras à transição para o GH2, fundamentadas na perspectiva multinível de sistemas sociotécnicos. ​Resultados - Descobriu-se que as barreiras econômicas e institucionais são as mais predominantes, pois vários fatores inibem as decisões de investimento financeiro e uma estrutura regulatória insuficiente perpetua a incerteza no mercado. Além disso, os recursos e a infraestrutura necessários ainda não estão suficientemente disponíveis, e a colaboração insuficiente entre as diversas partes interessadas torna desafiadora a coordenação para o desenvolvimento desse mercado incipiente. ​Limitações - Este estudo de caso é limitado pela escassez de dados aplicáveis, pelo conjunto não exaustivo de especialistas entrevistados e pelo fato de que os desenvolvimentos no GH2 são rápidos e a precisão e a relevância das conclusões podem estar sujeitas a alterações. Entre as primeiras a usar a estrutura teórica específica em relação ao GH2, esta pesquisa conseguiu mostrar que a perspectiva multinível é uma estrutura adequada para analisar as transições para o GH2, seus obstáculos e estratégias viabilizadoras em contextos nacionais específicos. ​Aplicabilidade do trabalho - Com base na discussão das barreiras identificadas e das estratégias facilitadoras, são propostas nove abordagens estratégicas para o desenvolvimento do setor GH2, tratando principalmente de abordagens para aumentar a viabilidade econômica e criar um ambiente regulatório favorável no Brasil. As barreiras identificadas e as estratégias práticas podem ser consideradas pelos decisores políticos e do sector privado no desenvolvimento e avaliação da sua abordagem ao desenvolvimento da economia do hidrogénio verde no Brasil. ​Originalidade - Segundo o conhecimento do autor, esta é a primeira análise científica do desenvolvimento da economia verde do hidrogénio no Brasil através da perspectiva da teoria das transições da sustentabilidade, nomeadamente a perspectiva multinível.por
dc.description.abstractPurpose - This dissertation aims to identify the main obstacles and enabling strategies for the development of a green hydrogen (GH2) economy in Brazil. Design/Methodology - To this end, this case study encompasses an analysis of qualitative data from a series of expert interviews and relevant literature, through the lens of five theoretical propositions about barriers to the transition to GH2, grounded in the multi-level perspective on socio-technical systems. Findings - It was found that economic and institutional barriers are the most prevalent, as numerous factors inhibit financial investment decisions and an insufficient regulatory framework perpetuates uncertainty in the market. Additionally, required resources and infrastructure are not yet sufficiently available, and insufficient collaboration between diverse stakeholders makes coordination for the development of this incipient market challenging. Research limitations - This case analysis is limited by the scarcity of applicable data, the noncomprehensive range of interviewed experts and the fact that developments in GH2 are rapid and the accuracy and relevance of the study’s findings may therefore be subjected to changes. Among the first to use the specific theoretical framework in connection to GH2, this research was able to show that the multi-level perspective is an adequate framework to analyze transitions toward GH2, its obstacles and enabling strategies in specific national contexts. Practical implications - Based on the discussion of identified barriers and enabling strategies, nine practical strategic approaches for the development of the Brazilian GH2 sector are proposed, primarily addressing approaches to increase economic viability and create a favorable regulatory environment. The identified barriers and practical strategic approaches can be considered by political and private sector decision makers in developing and evaluating their approach to the development of the green hydrogen economy of Brazil. Originality - To the author's knowledge, this is the first scientific analysis of the development of the green hydrogen economy in Brazil through the lens of sustainability transitions theory, namely the multi-level perspective.eng
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/34816
dc.language.isoeng
dc.rights.accessRightsOpenAccesseng
dc.subjectDescarbonizaçãopor
dc.subjectHidrogénio verdepor
dc.subjectBarreiras à transiçãopor
dc.subjectTransição para a sustentabilidadepor
dc.subjectPerspectiva multinívelpor
dc.subject.bibliodataSustentabilidadepor
dc.subject.bibliodataCarbono - Aspectos ambientaispor
dc.subject.bibliodataMeio ambiente - Administração - Aspectos econômicospor
dc.subject.bibliodataPolítica ambiental - Brasilpor
dc.titleDesenvolvimento de uma economia de hidrogénio verde no Brasil: obstáculos e viabilizadorespor
dc.typeDissertationeng
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
B48843_Max Thomsen_Dissertation.pdf
Tamanho:
1000.62 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
4.99 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: