A crise financeira e a política monetária no Brasil

dc.contributor.advisorDana, Samy
dc.contributor.authorEspindola, Ricardo Molari
dc.contributor.memberMoura, Alkimar R.
dc.contributor.memberFerreira, Carlos Kawall Leal
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EESPpor
dc.date.accessioned2015-02-27T19:28:03Z
dc.date.available2015-02-27T19:28:03Z
dc.date.issued2015-02-04
dc.description.abstractThe financial crisis that began in 2007 generated a major recession in the United States and affected the global economy with disastrous consequences for the growth and the rate of unemployment in several countries. The major Central Banks of the world have to give greater importance to policies that ensure financial stability. There is a consensus regarding the need for advanced regulatory and prudential measures capable of reducing the financial risks. However, there are differences in the use of the basic interest rate, not only as a necessary tool to ensure price stability, but also to ensure financial stability and prevent the formation of financial bubbles. In the last twenty years, Brazil has experienced a period of great expansion of its credit market, fruit of the economical and financial establishments. The Central Bank of Brazil had a successful performance during the crisis and demonstrated its ability in using instruments of monetary politics and prudential measures in a complementary manner. Over the past four years, the macroeconomic conditions have deteriorated and Brazil has gone through a period of low growth, a level of inflation that reaches its target ceiling and a rise in national debt. While macro-prudential policies were able to prevent the formation of financial bubbles, the fiscal and monetary policies were far too expansionary. In this period there was a weakening in the reaction function of the Central Bank, which has failed to comply with the principle of Taylor.eng
dc.description.abstractA crise financeira iniciada em 2007 gerou uma grande recessão nos Estados Unidos e abalou a economia global com consequências nefastas para o crescimento e a taxa de desemprego em vários países. Os principais Bancos Centrais do mundo passaram a dar maior importância para políticas que garantam a estabilidade financeira. É consensual a necessidade de avanços regulatórios e de medidas prudenciais capazes de reduzir os riscos financeiros, mas existem divergências quanto ao uso da taxa básica de juros, não só como um instrumento necessário para garantir a estabilidade de preços, como também para garantir a estabilidade financeira e evitar a formação de bolhas. O Brasil viveu nos últimos vinte anos um período de grande expansão do mercado de crédito, fruto das estabilidades econômica e financeira. O Banco Central do Brasil teve atuação exitosa durante a crise e demonstrou habilidade em utilizar instrumentos de política monetária e medidas macroprudenciais de forma complementar. Nos últimos quatro anos, as condições macroeconômicas se deterioraram e o Brasil atravessou um período de crescimento baixo, inflação próxima ao teto da meta e aumento do endividamento. Enquanto as políticas macroprudenciais foram capazes de evitar a formação de bolhas, as políticas fiscal e monetária foram demasiadamente expansionistas. Neste período houve um enfraquecimento na função-reação do Banco Central, que deixou de respeitar o princípio de Taylor.por
dc.identifier.citationESPINDOLA, Ricardo Molari. A crise financeira e a política monetária no Brasil. Dissertação (Mestrado Profissional em Finanças e Economia) - FGV - Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2015.por
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/13460
dc.language.isopor
dc.subjectVenture capitaleng
dc.subjectIPOeng
dc.subjectGerenciamento de resultadospor
dc.subjectCertificaçãopor
dc.subject.areaEconomiapor
dc.subject.bibliodataOferta pública inicial de títulos (Finanças)por
dc.subject.bibliodataCapital de riscopor
dc.subject.bibliodataInvestimentospor
dc.subject.bibliodataSociedades comerciais - Finançaspor
dc.titleA crise financeira e a política monetária no Brasilpor
dc.typeDissertationeng
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Ricardo Espindola - Monografia MPFE.pdf
Tamanho:
1.11 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
4.6 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: