Informações vigiadas? Percepções dos usuários de wi-fi livre

Data
2019-06-06
Orientador(res)
Cunha, Maria Alexandra Viegas Cortez da
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A vigilância tornou-se um fenômeno amplamente explorado na década de 2010 no campo da administração da informação. Os principais temas abordados referem-se à influência que a vigilância possui no âmbito governamental, nos espaços urbanos, na vida das pessoas e como as tecnologias têm modificado as formas de vigiar. Há uma lacuna de conhecimento no entendimento de como o indivíduo percebe a vigilância em suas ações cotidianas. Assim, desenhou-se como objetivo compreender a percepção dos cidadãos sobre a vigilância de informações associadas ao oferecimento de serviços públicos de acesso à internet. A questão é relevante porque entender o dia-a-dia de uma sociedade sob vigilância sob a ótica dos indivíduos, entendendo a aceitação e a resistência à vigilância e o que significa viver em uma sociedade sob vigilância, pode ajudar a influenciar a governança e práticas futuras associadas à vigilância em uma cidade inteligente. No desenvolvimento da pesquisa empírica foram realizadas sessões de grupo de foco para levantamento das informações e os dados foram analisados sob a lente da Teoria das Representações Sociais. O grupo social investigado pela pesquisa é composto por jovens estudantes universitários de faculdades de tecnologia. Como resultado, obteve-se um mapa das representações sociais do grupo e conclui-se que a vigilância das informações é percebida pelo grupo social, entendida e aceita, incluindo a exposição das informações pessoais.


Descrição
Área do Conhecimento