Efeito da qualidade das práticas de governança sobre as estruturas de remuneração executiva

dc.contributor.advisorFontes Filho, Joaquim Rubens
dc.contributor.authorCoelho, Giselle Cilaine Ilchechen
dc.contributor.memberBuchbinder, Felipe
dc.contributor.memberRezende, José Francisco de Carvalho
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EBAPEpor
dc.date.accessioned2018-10-29T13:36:17Z
dc.date.available2018-10-29T13:36:17Z
dc.date.issued2018-10-10
dc.degree.date2018-10-10
dc.description.abstractObjetivo – Este estudo pretende investigar o efeito da qualidade das práticas de governança sobre as estruturas de remuneração executiva. Metodologia – Para atingir os objetivos propostos foi realizado um estudo quantitativo, fundamentado em procedimentos estatísticos como testes das hipóteses, por meio de modelo de regressão linear múltipla. A abrangência da amostra, 174 empresas, e a utilização de variáveis de controle e a transformação logarítmica de algumas variáveis, possibilitaram modelos estatisticamente significantes e com bons níveis de capacidade preditiva. Resultados – Foi demonstrado que a qualidade das boas práticas de governança corporativa não gera influência sobre a remuneração executiva, bem como sobre o CEO pay slice. No entanto, há evidências de que o efeito das boas práticas de governança corporativa reduz o conformity gap e, portanto, possibilita maior aderência às boas práticas de remuneração executiva. Limitações – A principal limitação da pesquisa deve-se à análise de apenas um ano, podendo trazer efeitos sazonais como o desligamento de executivos. Outro ponto importante é que inúmeras empresas não forneceram as informações de remuneração de seus executivos, estando amparadas, naquele ano, pelo mandado de segurança obtida pelo IBEF, abrangendo cerca de 19% das empresas da amostra, podendo gerar algum tipo de viés nos resultados. Contribuições práticas – A partir dos resultados, conclui-se que no Brasil as estruturas de governança não geram influência sobre as práticas de remuneração, no entanto, o incentivo à aderência às boas práticas deve estar sempre presente como forma de reduzir o conflito de agência. Contribuições acadêmicas – Este estudo contribui para a pesquisa de um conceito pouco conhecido no Brasil, conformity gap, demonstrando estatisticamente que as empresas mais maduras em governança corporativa possuem maior conformidade às boas práticas de remuneração executiva. Originalidade – Conforme observou-se em uma pesquisa prévia acerca do tema, este é o primeiro estudo sobre remuneração executiva que apresenta o efeito da qualidade das práticas de governança sobre a remuneração executiva, com a utilização de expressões pouco conhecidas no Brasil como variável dependente, conformity gap e com o CEO pay slice.por
dc.description.abstractPurpose – This study intends to investigate the effect of quality of governance practices on structure of executive compensation. Design/Methodology – In order to reach the proposed objectives, a quantitative study was carried out, based on statistical procedures as hypothesis tests, using a multiple linear regression model. The sample coverage, 174 companies, and the use of control variables and the logarithmic transformation of some variables, allowed for statistically significant models with good levels of predictive capacity. Findings – It has been demonstrated that the quality of good corporate governance practices does not generate influence on executive compensation, as well as CEO pay slice. However, there is evidence that the effect of good corporate governance practices reduces the conformity gap, thus, it allows greater adherence to good executive remuneration practices. Research limitations – The main limitation of the research is due to the analysis of only one year and can have seasonal effects such as the dismissal of executives. Another important point is that numerous companies didn’t provide the compensation information of their executives, being supported in that year by the security order obtained by the IBEF, covering about 19% of the companies in the sample and may generate some type of bias in the results. Practical Implications – Based on the results, it can be concluded that in Brazil, governance structures do not influence remuneration practices, however, encouraging adherence to good practices should always be present as a way to reduce agency conflict. Academic Implications – This study contributes to the research of the little known concept in Brazil, conformity gap, statistically demonstrating that more mature in corporate governance have greater compliance with good executive remuneration practices. Originality – As noted in a previous research, this is the first study on executive compensation that presents the effect of the quality of governance practices on executive compensation, using the expression little known in Brazil as a dependent variable, conformity gap and with CEO pay slice.eng
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/25656
dc.language.isopor
dc.subjectGovernança corporativapor
dc.subjectRemuneração executivapor
dc.subjectTeoria da agênciapor
dc.subjectCorporate governanceeng
dc.subjectExecutive compensationeng
dc.subjectAgency theoryeng
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.subject.bibliodataGovernança corporativapor
dc.subject.bibliodataExecutivos - Salários, etc.por
dc.titleEfeito da qualidade das práticas de governança sobre as estruturas de remuneração executivapor
dc.typeDissertationeng
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Dissertacao_GiselleCoelho_Aprovada_10_10_18.pdf
Tamanho:
815.16 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
PDF
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
4.6 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: