Desafios da responsabilidade estatal pela letalidade de jovens negros: contextos sociais e narrativas legais no Brasil (1992-2020)

Resumo

O artigo investiga os desafios enfrentados pela responsabilidade do Estado diante da mortalidade de jovens negros no Brasil, entre 1992 e 2020. Analisa os contextos sociais e as narrativas legais que cercam essas mortes, destacando a falta de responsabilização estatal e a marginalização desses eventos na esfera legal. Aborda a disparidade racial e a violência sistêmica, destacando a necessidade de uma abordagem mais abrangente e justa para lidar com essa questão complexa.


Descrição
Área do Conhecimento