Adoção de sistemas de predição jurídica: uma aplicação e extensão da “Teoria Unificada de Aceitação e Uso de Tecnologia” - UTAUT

Data
2023-09-29
Orientador(res)
Francisco, Eduardo de Rezende
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O setor jurídico passa por uma reestruturação impulsionado pelo potencial de eficiência da transformação digital. A ciência de dados avançada faz emergir uma nova onda de pesquisas e desenvolvimentos comerciais destinados à predição jurídica. Este estudo explora os atributos pessoais, tecnológicos e relacionados à confiança e transparência que influenciam a intenção de adoção de Sistemas de Predição Jurídica (SPJ) entre operadores do direito. SPJ utilizam recursos computacionais como mineração de dados e inteligência artificial (IA) para predizer eventos no contexto jurídico. Esses sistemas detêm o potencial de antecipar cenários, identificar riscos e oportunidades, além de fornecer insights ou recomendações. Apesar do crescente interesse acadêmico e de mercado sobre o tema, pesquisas específicas sobre a intenção de adoção de SPJ ainda precisam ser realizadas. É proposto um modelo adaptado de UTAUT, que introduz os construtos de Confiança como variável exógena à intenção de adoção e Transparência como moderadora dessa relação. Foi desenvolvido como instrumento de pesquisa um survey. Os dados foram analisados através de PLS-SEM. O modelo proposto explicou 62,2% da variância na Intenção de Adoção de SPJ, com Expectativa de Desempenho, um construto core de UTAUT, apresentando a relação mais forte com a variável dependente. A hipótese sobre o preditor Confiança foi parcialmente suportada. O efeito moderador de Transparência não foi suportado. O estudo amplia a literatura existente ao expandir UTAUT em um contexto pouco explorado e também permite que desenvolvedores possam identificar que atributos melhor explicam a intenção de adoção de SPJ.


Descrição
Área do Conhecimento