Análise das candidaturas de pessoas negras para as assembleias legislativas: Pernambuco e Pará

Resumo

O presente trabalho buscou analisar as candidaturas de pessoas negras nas eleições de 2022 para as Assembleias Legislativas do Estado de Pernambuco e do Estado do Pará. A pesquisa foi realizada no âmbito da disciplina “Política e Instituições Brasileiras” da graduação em Direito da Fundação Getúlio Vargas e orientada pela docente Luciana Gross Cunha. A atividade procura responder às seguintes questões: como era o cenário dessas candidaturas nas eleições de 2018 e como está para 2022, em termos de quantidade e estratégias de campanha? As mudanças percebidas se relacionam com alterações na legislação eleitoral/ decisões do Judiciário? Há algum partido que se destaca em relação ao número de candidaturas com o perfil indicado? Os programas dos partidos políticos e as campanhas de seus candidatos são compatíveis? Também foi produzido um infográfico para que algumas das informações principais do trabalho fossem expostas de uma maneira mais fácil de compreender, uma vez que o intuito do projeto é sua publicação na Biblioteca Social da FGV Direito SP, a fim de que o conteúdo produzido seja disponibilizado a todos e todas.


Descrição
Área do Conhecimento