Women small-business owners in the informal economy: is the way women do prices a competitive advantage?

Data
2023-02-02
Orientador(res)
Arvate, Paulo Roberto
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Apesar dos avanços na discussão de gênero, as mulheres ainda são altamente sub-representadas em cargos de liderança em todos os tipos de organizações. Mulheres empresárias enfrentam muitos desafios ao operar seus negócios, mas essas empreendedoras também podem ter certas vantagens por causa de seu estilo de liderança feminino, especialmente sua Orientação relacional. O objetivo principal do nosso trabalho é investigar se há diferença de desempenho entre as empresas informais de propriedade de mulheres em relação às de propriedade de homens no mesmo setor, e o eu justifica esse resultado. O estudo explora as diferenças de gênero na orientação relacional dos empreendedores e suas interações de mercado com os clientes. Observa-se que as mulheres empreendedoras são mais propensas a aplicar uma abordagem relacional e tendem a adotar uma estratégia de preços diversificada. Utilizamos um banco de dados único e nacional, com informações de quase 68.000 proprietários no Brasil. A relação causal entre as variáveis (metodologia IV – variável instrumental) mostra que as proprietárias produzem um desempenho de empresa melhor do que os proprietários do sexo masculino e usam uma combinação de preços baseado em custo e preços baseado em valor para o cliente para atingir esse resultado. Além disso, para verificar o resultado quantitativo obtido, também é realizada uma pesquisa qualitativa com lideranças femininas que atuam na economia informal.


Descrição
Área do Conhecimento