Como investidores do segmento Private do Banco do Brasil se comportam em ciclos econômicos “instáveis”, em relação ao seu portfólio de investimentos?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2018-01-08
Orientador(res)
Sampaio, Joelson Oliveira
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Este trabalho tem como propósito contribuir com a literatura por meio de uma pesquisa voltada ao estudo das relações entre os mercados de renda fixa e renda variável no Brasil. Sob essa ótica, o objetivo dessa pesquisa é realizar uma análise por meio de modelos econométricos para explorar a relação entre investimento de renda fixa e renda variável, e como estes são alocados em determinados momentos da economia, seja em tempos de instabilidade econômica ou em tempos relativamente estáveis. Para isso será utilizado um banco de dados, contendo informações com índices, informações financeiras que contribuam na construção deste trabalho, bem como a utilização de modelagem econométrica para a construção de parâmetros que sirvam de apoio para evidenciar os principais resultados deste estudo que, por sua vez, visa afirmar que em tempos de crise os investidores tendem a ter comportamentos mais conservadores em comparação a períodos de certo equilíbrio econômico. Os principais resultados da pesquisa foi a transferência dos ativos de renda variável para renda fixa, demonstrando que em situação de tensão na economia os investidores de fato se tornam mais avesso ao risco.


Descrição
Área do Conhecimento