Mídia e COVID-19 na América Latina: uma abordagem sociocognitiva de discursos presidenciais

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2021
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Este estudo apresenta uma discussão sobre mídia e COVID-19 na América Latina, examinando os posicionamentos dos líderes políticos e oportunizando uma análise sobre os processos de significação pelos quais esse evento estabiliza sentidos e ativa modelos mentais sobre o conceito de cidadania dos distintos países latinos, em particular, do Brasil e do Uruguai. Para isso, nossa investigação é fundamentada sob a Análise Crítica do Discurso, numa perspectiva sociocognitiva (VAN DIJK, 2000; 2006; 2012; 2016). A metodologia utilizada possui caráter essencialmente analítico e interpretativo com base na abordagem quali-quantitativa. Os resultados mostram-nos que, dentre a América Latina, Uruguai e o Brasil se divergem no combate à pandemia. Enquanto o líder político uruguaio faz funcionar um efeito de unidade no país, Jair Bolsonaro ataca às instituições (OMS e mídia), despreza a ciência e rompe com o efeito de unidade do Estado brasileiro.


Descrição
Área do Conhecimento