“Sempre que eu falo que #VidasNegrasImportam, alguém diz que todas as vidas importam”: hashtags, emoções e relações étnico-raciais no Twitter brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022
Autores
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A presente pesquisa teve como objetivo mapear e investigar as principais interações e produções de significados em torno da hashtag #VidasNegrasImportam na plataforma de mídia social Twitter. Em uma abordagem quali-quantitativa, que aliou técnicas computacionais de manipulação de dados à uma etnografia digital, realizou-se um exame dos engajamentos que ocorreram na plataforma entre os anos de 2015 e 2021. Os dados quantitativos coletados mostraram que as mensagens que mais recebiam atenção dos usuários foram publicações sobre eventos extraordinários que romperam com as expectativas do cotidiano. Em paralelo, o trabalho etnográfico evidenciou que a hashtag #VidasNegrasImportam era um elemento performático utilizado em disputas semânticas que articulavam expressões de raiva, tristeza, nojo, ódio, entre outras gramáticas sentimentais, para manifestar as complexas tramas de poder que alicerçam as bases da sociedade brasileira e que repercutem na contradição de que sempre que alguém diz “#VidasNegrasImportam, alguém diz que todas as vidas importam”.


Descrição
Área do Conhecimento