Finanças comportamentais e arbitragem: a estratégia contrária é racional?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2015
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente trabalho teve como propósito avaliar a estratégia de arbitragem a partir dos efeitos de momentum e overreaction, buscando respostas sobre se o desvio comportamental de curto prazo, provocado pelo excesso de confiança, é corrigido no longo prazo. Os resultados foram indicativos de maior retorno das ações pequenas, perdedoras de alto B/M, com não rejeição estatística. Foi verificado o efeito overreaction tanto no curto como no longo prazo no caso de ações perdedoras, pequenas e com alto B/M, com predominância dos aspectos comportamentais sobre os fundamentos e rejeição da eficácia da arbitragem a partir do modelo de três fatores.


Descrição
Área do Conhecimento