Avaliação do Impacto no Custo per Capita (CPC) das Operadoras de Planos de Saúde (OPS) do Programa de Incentivos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para Implementação de Programas de Promoção de Saúde e Prevenção de Doenças

Data
2022-12-27
Orientador(res)
Campos, Eduardo Lima
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Este trabalho objetiva investigar se os incentivos concedidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para a implementação, por parte das operadoras de planos de saúde (OPS), de programas de promoção de saúde e prevenção de doenças (promoprev), resultam em redução do custo per capita destas empresas. Para tanto comparam-se as evoluções dos custos per capita três anos antes e três anos após a aprovação do programa de promoprev pela ANS em dois grupos de OPS, sendo um de tratadas (com programas aprovados e inscritos) e outro de controle (sem programas aprovados ou inscritos), com atributos semelhantes entre si quanto aos seus portes, modalidades e localizações geográficas. Utilizou-se a metodologia diferenças em diferenças (DiD) e seus testes de robustez para verificar o efeito médio do tratamento proposto (implementação do programa) nos tratados - redução, estatisticamente significativa, do custo per capita das OPS. Não foi encontrada diferença na variável de interesse entre as empresas, denotando que, da forma como estão estabelecidos os programas atualmente, não há como afirmar que tenham retorno financeiro positivo medido pelo custo per capita das OPS.


Descrição