Os caminhos da solidariedade: ação pública e economia solidária no Vale do Ribeira

Data
2020-02-21
Orientador(res)
Alves, Mário Aquino
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente estudo propõe-se a investigar o relacionamento entre sociedade civil e governos subnacionais na formação e manutenção de sistemas econômicos alternativos, dentro do mote da economia solidária. Para tanto, realizamos um estudo qualitativo de caso único a respeito da criação da COOPERCENTRAL VR, uma central de cooperativas da agricultura familiar com 13 organizações e cerca de 1.200 famílias, criada na região do Vale do Ribeira paulista, em 2017. Inicialmente, realizamos um debate bibliográfico acerca do tema da economia solidária e problematizamos a forma como tem sido utilizado o conceito de solidariedade por seus principais autores. Em seguida, buscamos a construção de um referencial teórico interdisciplinar para a investigação do conceito, nos valendo de uma abordagem relacional e mobilizando autores dos campos da administração pública, da sociologia econômica, da teoria das organizações e da teoria social. A partir daí, foram apresentadas, por meio de uma análise narrativa, o histórico de formação da cooperativa central, seu contexto espaço-temporal, os mecanismos organizativos, sua relação com o Estado e as políticas públicas e os desafios em sua consolidação. Como conclusão da pesquisa, nota-se a importância de uma negociação ativa em torno da manutenção desses sistemas econômicos alternativos. Por parte das cooperativas, têm-se a relevância de aspectos materiais para seu desenvolvimento e participação na ação pública, bem como os ganhos obtidos com a diversificação das estratégias de engajamento e a criação de vínculos de solidariedade com atores públicos. Podemos ainda entender diferentes predisposições por parte de agentes do Estado na facilitação ou na resistência à incorporação de pautas da agricultura familiar e da economia solidária nas agendas públicas, a depender desses vínculos. Finalmente, procuramos argumentar como a tensão entre a racionalidade de mercado e a racionalidade solidária constitui e caracteriza este tipo de organização.


Descrição
Área do Conhecimento