Três contribuições conceituais neofuncionalistas à teoria institucional em organizações

dc.contributor.affiliationFundação Getúlio Vargas - FGV
dc.contributor.affiliationUniversidade Estadual de Maringá
dc.contributor.authorCrubellate, João Marcelo
dc.contributor.unidadefgvEscolas::EAESP
dc.date.accessioned2018-04-06T13:15:24Z
dc.date.available2018-04-06T13:15:24Z
dc.date.issued2007
dc.description.abstractThe most recent efforts in institutional theory applied to organization studies search for ways to overcome consequences of traditional dichotomies based on levels of analysis, social structures versus agency as source of practices, and so on. If in other social sciences that debate has received fundamental contributions in the last three or four decades, that is not the case for Organization Theory, where discussions are much more recent and based specially on Sociology authors. The main purpose of this theoretical essay is to describe some neofunctionalist concepts - system openness and closeness, double contingency and expectation of expectations - proposed by Niklas Luhmann, discussing their impact on those dichotomies, in the realm of Luhmannian theory of institutions. This effort is expected to contribute with alternatives to that theoretical discussion that mark institutional organization theory at least in the last two decades.eng
dc.description.abstractOs esforços mais recentes na teoria institucional em organizações buscam a superação de dicotomias tradicionais quanto a níveis de análise, quanto à relação entre estruturas e capacidade de agência enquanto fontes das práticas sociais e outras. Se em outras áreas da teoria social os esforços de superação destas dicotomias já contam com avanços significativos, em teoria das organizações tais tentativas são muito mais recentes e vêm sendo feitas, na sua maioria, por apropriação de conceitos e teorias de outras áreas, principalmente da Sociologia. Neste sentido o objetivo principal deste ensaio teórico é descrever os conceitos de abertura e fechamento sistêmicos, dupla contingência e expectativa de expectativas - conceitos próprios da teoria dos sistemas sociais autopoiéticos, na perspectiva desenvolvida por Niklas Luhmann - e analisar as possibilidades evidenciadas por tais conceitos para novos encaminhamentos em relação a embates teóricos que há pelo menos duas décadas são travados no âmbito da teoria institucional em organizações.por
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.identifier.citationRevista de Administração Contemporânea. Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração, v. 11, n. spe1, p. 199-222, 2007.
dc.identifier.doi10.1590/S1415-65552007000500010
dc.identifier.fileS1415-65552007000500010.pdf
dc.identifier.issn1415-6555
dc.identifier.scieloS1415-65552007000500010
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/10438/21205
dc.language.isopor
dc.publisherAssociação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
dc.relation.ispartofseriesRevista de Administração Contemporânea
dc.rights.accessRightsopenAccesseng
dc.sourceSciELO
dc.subjectInstitutional theoryeng
dc.subjectLuhmanneng
dc.subjectNeofunctionalismeng
dc.subjectOrganizationseng
dc.subjectTeoria institucionalpor
dc.subjectLuhmannpor
dc.subjectNeofuncionalismopor
dc.subjectOrganizaçõespor
dc.subject.areaAdministração de empresaspor
dc.subject.bibliodataTeoria da organizaçãopor
dc.subject.bibliodataDesenvolvimento institucionalpor
dc.titleTrês contribuições conceituais neofuncionalistas à teoria institucional em organizaçõespor
dc.typeArticle (Journal/Review)eng
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
S1415-65552007000500010.pdf
Tamanho:
97.24 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format