Efeitos do aumento de vendas online em trabalhadores de lojas físicas em uma grande rede de varejo nacional

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2021-07-16
Orientador(res)
Santos, Fernando Burgos Pimentel dos
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Existe um intenso movimento global para digitalização de processos e serviços, potencializado pela ampliação do acesso a dispositivos que se conectam a internet. Esse fenômeno é um importante fator de competitividade entre empresas, pois é capaz de reduzir custos operacionais e expandir a capacidade geográfica na captação de clientes. No comércio varejista, essa se tornou uma ação quase mandatória a partir da crise sanitária promovida pela COVID-19 em 2020, com restrições de circulação intermitentes e até impossibilidade de abertura de lojas físicas em momentos mais críticos, acelerando exponencialmente um processo que já vinha se acentuando nos últimos 10 anos. Nesse cenário, emerge um risco social sobre a capacidade de lojas físicas se manterem relevantes e, por consequência, da manutenção dos empregos no setor. Assim, este trabalho tem o objetivo de analisar os efeitos da digitalização de vendas nos empregos do varejo físico. Para isso, realizou-se uma análise dos maiores comércios varejistas do Brasil a fim de identificar uma empresa que opere em um modelo misto entre e-commerce e lojas físicas que pudesse contribuir para a compreensão desse contexto em um estudo de caso. Após identificar o caso ideal com base em critérios objetivos, foi feita uma análise documental de indicadores e estratégias relacionados a esse tema e foram realizadas entrevistas semiestruturadas junto aos trabalhadores dessa empresa para identificar os efeitos desse processo em relação ao número de vagas oferecidas, identificando possíveis lacunas de qualificação, riscos e oportunidades que possam preparar essa força de trabalho para se manter relevante no varejo. A pesquisa permitiu a geração de algumas reflexões, considerando o recorte realizado: 1) Não foi identificada uma tendência na diminuição do número de lojas físicas em grandes redes de varejo, apesar do crescimento do e-commerce. 2) A loja é parte de uma estratégia omnicanal, integrando serviços e experiências promovidos online e sendo uma peça central na expansão de redes. 3) O número de funcionários aumentou em linha com o crescimento total do varejista, não havendo impacto em desemprego direto se considerado o ambiente interno da empresa. 4) A capacidade de investimento em tecnologia e a criação de marketplaces vêm gerando um efeito de concentração do varejo em grandes redes. 5) São exigidas novas habilidades, principalmente aos vendedores, para ter uma atuação digital mais ativa dentro da loja, interagindo e prospectando clientes através de redes sociais, o que pode ser uma barreira para profissionais sem essa habilidade.


Descrição
Área do Conhecimento