Influência de variáveis macroeconômicas no gerenciamento da provisão para IBNR pelas seguradoras brasileiras

Data
2016-12-20
Orientador(res)
Cardoso, Ricardo Lopes
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Este estudo investiga os impactos do ambiente macroeconômico no gerenciamento da provisão para sinistros ocorridos mas não avisados, conhecido como IBNR (incurred but not reported), pelas sociedades seguradoras, ao longo da última década. Desenvolveu-se um modelo de detecção do gerenciamento da acumulação discricionária específica para o IBNR, que foi aplicado a uma amostra composta por 57 seguradoras atuantes no segmento de danos, para testar as seguintes hipóteses:  H1 – Sociedades seguradoras com altas (baixas) margens de solvência, diante de um cenário macroeconômico expansivo (recessivo), subestimam (superestimam) provisão para IBNR.  H2 – Sociedades seguradoras e com vendas elevadas (baixas), diante de um cenário macroeconômico expansivo (recessivo), superestimam (subestimam) provisão para IBNR.  H3 – Sociedades seguradoras altamente (pouco) alavancadas, diante de um cenário macroeconômico favorável, subestimam (superestimam) provisão para IBNR.  H4 – Sociedades seguradoras com (sem) problemas de liquidez, diante de um cenário macroeconômico recessivo, subestimam (superestimam) provisão para IBNR. O estudo confirmou as hipóteses H1, H3 e H4. A hipótese H2 não pode ser confirmada pelos métodos utilizados, pois o resultado do modelo não foi estatisticamente significante. Este estudo pretende colaborar com a literatura sobre gerenciamento de informações contábeis, principalmente àqueles utilizados para aferição dos métodos de provisionamento da sociedades seguradoras e assemelhadas, por meio de acumulações específicas. Para se compreender os determinantes do gerenciamento, no caso em tela, foi utilizada a influência do cenário macroeconômico, porém outros cenários como concorrência, tipo de produto provisionado e investimentos financeiros da provisão também podem ser testados como moderadores da relação erro discricionário e índices contábeis da empresa, em estudos futuros. Os resultados deste estudo contribuem com o próprio mercado segurador para uma visão gerencial mais focada nos riscos inerentes às políticas fiscais, bem como para a sociedade em 8 geral, que pode analisar de forma mais criteriosa seus investimentos e contratações no mercado segurador. Também é esperado que este estudo venha a somar com outros tantos já desenvolvidos no meio acadêmico, no que se refere ao gerenciamento de informações contábeis, contribuindo para a evolução da linha de pesquisa.


Descrição
Área do Conhecimento