Inclusão da população da base da pirâmide em sistemas de logística reversa: um estudo de criação de valor compartilhado na cadeia de reciclagem

Data
2018-02-20
Orientador(res)
Orsato, Renato J.
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A inclusão da população da base da pirâmide ou Base-of-the Pyramid (BoP) como fornecedores ou produtores por empresas tem sido debatida na literatura como oportunidade de negócios que beneficiaria ambas as partes. Entretanto, diversos questionamentos sobre a viabilidade da inclusão devido as diversas barreiras enfrentadas pela BoP, como dificuldade de produção e transação, podem limitar o ganho econômico e social. Apesar disso, há evidências que apontam para atuações em que empresas incluem a BoP em suas cadeias de suprimento e conseguem gerar benefícios para si e para os demais atores envolvidos. Utilizando um estudo de caso único em profundidade com uma empresa do setor de embalagens, buscou-se entender como é realizada a criação de valor compartilhado na cadeia de logística reversa de empresas atuando com pessoas da base da pirâmide. Para isso, foram realizadas 14 entrevistas semiestruturadas que com diversos atores da cadeia como empresa focal, cooperativas de reciclagem e empresa de remanufatura. Os resultados indicam que ao transpor as diversas barreiras por meio de treinamentos nas cooperativas e investimentos nos demais elos, a empresa conseguiu criar valor compartilhado para toda a cadeia. A atuação em todos os elos levou a empresa a aumentar o seu percentual de reciclagem gerando maior valor para seu cliente e, ao mesmo tempo, teve impacto direto na base da pirâmide ao ajudar na melhora não só de rendimento dos catadores, mas também no seu empoderamento. Porém, a barreira criada por conflitos internos nas cooperativas foi vista como fator limitante para maior criação de valor. Com esses resultados, intende-se avançar com os estudos da base da pirâmide proposto por Prahalad e, ao mesmo tempo, unir o tema com estudos em logística reversa. Por fim, pretende-se contribuir para o avanço do debate sobre a viabilidade de ações socioambientais pelas empresas ao apresentar como as empresas têm feito essas ações de maneira a criar valor compartilhado.


Descrição
Área do Conhecimento