Elaboração de um indicador de governança corporativa para as empresas de água e esgoto no Brasil e avaliação de seus impactos sobre a eficiência técnica

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2021-06-29
Orientador(res)
Colombo, Jéfferson Augusto
Esteves, Luiz Alberto
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O saneamento no Brasil é um desafio enfrentado pelo poder público há décadas, e a governança corporativa se apresenta como um tema em evidência no mundo corporativo, sobretudo no Brasil, em virtude da forte entrada de capital estrangeiro e abertura de mercado nos últimos anos. Apesar da importância do tema, não foram encontrados estudos na literatura nacional que propusessem um score de governança e avaliassem seus potenciais impactos na eficiência técnica das empresas do setor. Esta dissertação busca suprir essa lacuna ao construir, de forma pioneira, um Índice de Governança Corporativa (IGC) para uma amostra de 53 prestadoras de serviço de água e esgoto no Brasil, entre 2015 e 2019. Utiliza-se esse indicador para avaliar, empiricamente, seus potenciais efeitos sobre o nível de eficiência técnica das empresas do setor, estimado por meio da análise envoltória de dados. Os resultados da aplicação de modelos de regressão linear com diferentes especificações sugerem que a governança corporativa não influencia positivamente a eficiência técnica de tais empresas, ceteris paribus. A variável tamanho, por outro lado, parece ser um forte determinante da eficiência. Tais resultados possuem implicações diretas para gestores públicos e privados e contribuem para o debate atual sobre a necessidade de modernização e melhoria de eficiência e governança corporativa das empresas de saneamento no Brasil.


Descrição
Área do Conhecimento