Desenvolvimento do sistema financeiro e crescimento econômico: evidências do caso brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2019-11-08
Orientador(res)
Sanvicente, Antonio Zoratto
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Este estudo examina a relação entre crescimento econômico e desenvolvimento do sistema financeiro, por meio da análise do mercado brasileiro no período de 1997 a 2018. Utilizando um modelo de vetor autoregressivo (VAR) e aplicando testes de causalidade de Granger, é investigada a potencial associação entre o desenvolvimento do sistema financeiro, representado por duas diferentes variáveis, sendo a primeira o total de empréstimos bancários ao setor privado em percentual do PIB, e a segunda correspondendo ao valor de mercado das empresas listadas na B3 em percentual do PIB. Desta maneira, foi possível levar em consideração os dois potenciais canais de transmissão, especificamente o sistema bancário e o mercado acionário. O crescimento real do Produto Interno Bruno representa o crescimento econômico no modelo desenvolvido. A parte empírica deste estudo aplicou os procedimentos desenvolvidos por Toda e Yamamoto (1995). A principal conclusão deste estudo é que existe evidência de que há causalidade unidirecional no sentido de Granger entre desenvolvimento do sistema financeiro e crescimento econômico (sendo o último precedido pelo primeiro), tanto quando analisado sob a ótica do canal bancário, quanto por meio do mercado de ações.


Descrição
Área do Conhecimento