O Brasil em Armas: os impactos da Primeira Guerra Mundial sobre as relações político-militares brasileiras

Data
2019-08-22
Orientador(res)
Rocha, Alexandre Luís Moreli
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918) abriu o Século XX com um dos conflitos mais mortais travados pela humanidade. Ao final de quatro anos e meio, a guerra deixou o assustador número de aproximadamente 20 milhões de mortos. A “Grande Guerra” dissolveu quatro dos maiores impérios europeus, possibilitou o surgimento do primeiro país socialista da História, enfraqueceu a hegemonia britânica e abriu espaço para que uma das piores epidemias já presenciadas, a Gripe Espanhola, ceifasse um número de vidas equiparável às que foram perdidas nos campos de batalha da Europa. Para sempre atrelada às imagens das trincheiras, ao uso de gases venenosos e ataques de infantaria praticamente suicidas contra ninhos de metralhadoras, a Primeira Guerra Mundial, apesar de o nome sugerir o contrário, é por muitas vezes retratada como um conflito europeu. Até mesmo alguns historiadores acabam por resumir a guerra, principalmente durante a prática do ensino escolar à uma fase de movimento, seguida pela fase de trincheiras e mais uma vez movimento em 1918, uma descrição que na realidade retrata apenas as fases do front ocidental europeu, deixando de fora a realidade das demais linhas de frente na Europa Oriental, nos continentes africano e asiático, nas águas dos oceanos Pacífico e Atlântico e mesmo no litoral da América do Sul. É nessa ausência de percepção sobre a dimensão da Primeira Guerra Mundial que a América Latina, e consequentemente o Brasil, ficam praticamente esquecidos, tanto em sua atuação diplomática e militar, quanto no impacto que o conflito teve sobre a economia, a política, a cultura e mesmo a identidade nacional do continente. Com o intuito de aprofundar os estudos historiográficos sobre o Brasil durante a Primeira Guerra Mundial, a dissertação a seguir abordará os impactos criados pela Grande Guerra sobre a política e sobre as Forças Armadas brasileiras, com o intuito de elucidar o processo de centralização do estado e definição de uma identidade nacional em meio ao conflito mundial.


Descrição
Área do Conhecimento