A prática da inovação aberta como estratégia para o desenvolvimento contínuo do sistema AGHUse, um aplicativo de gestão hospitalar

Data
2019
Orientador(res)
Cyrino, Álvaro Bruno
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente trabalho visa avaliar a influência da constituição societária e da prática da inovação aberta na promoção do desenvolvimento diferenciado do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. O HCPA é o hospital-escola da UFRGS e foi constituído como uma empresa pública de direito privado em 1970. É um hospital que presta serviços na assistência de saúde ao SUS, entregando uma estrutura bem equipada, utilizando tecnologias de ponta e responsável pela formação qualificada de profissionais da área da saúde. Além disso, o HCPA adotou, desde sua criação, ferramentas de informatização de seus processos, a fim de otimizar suas ações e investimentos, bem como melhor realizar gestão do hospital. Para abordar tais questões, foi realizada uma pesquisa em dados secundários, tais como documentos e artigos periódicos científicos; bem como foram realizadas entrevistas com gestores do HCPA e da FAB, instituição parceira do HCPA, como fonte de dados primários. A interpretação destes dados construiu o racional do presente trabalho. Através destas, foi possível verificar que a figura jurídica do HCPA foi determinante como base para o estabelecimento de um hospital-escola que é referência no país. Ainda, a avaliação dos depoimentos dos gestores do HCPA e da FAB permitiu a confirmação da influência positiva da constituição societária única do HCPA, para seu desenvolvimento. Adicionalmente, a prática da inovação aberta para a transformação do AGHU em AGHUse foi fundamental para permitir a aquisição de novas funcionalidades para o sistema de forma mais rica, mais econômica e em menor intervalo de tempo. Assim, foi confirmada a ideia de que a forma como o HCPA foi constituído, em modelo único, e a prática da inovação aberta oferecem condições para a instituição ter se desenvolvido de forma diferenciada em relação a seus pares, os HUF, que nasceram como setores de universidades federais, tendo baixa autonomia e possibilidade de investimentos reduzidos. Por fim, foi possível perceber que houve boa aceitação e nenhum relato de manifestações de resistência interna, nos diferentes momentos de implantação das sucessivas versões do aplicativo de gestão hospitalar, demonstrando que as equipes do HCPA se apropriaram e foram protagonistas da transformação digital da instituição em prol da eficiência da prestação de serviços de qualidade para a população, através do SUS.


Descrição