Jango e o debate historiográfico: definindo novas perspectivas

Data
2011-10-18
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O livro Jango e o debate historiográfico: definindo novas perspectivas de Ângela de Castro Gomes e Jorge Ferreira apresenta uma posição original em relação à figura de um dos presidentes menos estudados de nosso país, contribuindo então no processo de revisão deum dos paradoxos da historiografia brasileira: apesar de João Goulart ser o presidente em exercício durante um evento considerado dos mais marcantes da História do Brasil no século XX, poucos historiadores se dispuseram a analisar a sua figura. Quando é estudado, limitam-se a pensá-lo dentro da perspectiva da teoria do populismo, largamente difundida por Francisco Weffort, em que seu governo é considerado o marco do processo que culminou no golpe de 1964. Recentemente, muitos historiadores vêm criticando essa análise teleológica do governo de Jango.


Descrição
Área do Conhecimento