O Impacto da Infra-Estrutura Sobre o Crescimento da Produtividade do Setor Privado e do Produto Brasileiro

Data
1997-08-01
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

O presente trabalho apresenta uma análise empírica do setor de infra-estrutura brasileiro no período 1950-1995. Concentra-se na estimação das elasticidades do produto e da produtividade em relação ao capital e investimento em infra-estrutura desagregados em cinco setores (energia elétrica, telecomunicações, ferrovias, rodovias e portos) bem como em relação a medidas físicas de estoque de capital. Investiga-se também o sentido de causação entre o capital de infra-estrutura e o PIB e a produtividade total dos fatores (PTF). Os resultados obtidos confirmam para o Brasil a existência de uma forte relação entre infra-estrutura e produto no longo prazo. As nossas estimativas para elasticidaderenda de longo prazo situam-se entre 0,55 e 0,61 sendo que os setores que influenciam mais intensamente o PIB são os de energia elétrica e transportes. As estimativas de longo prazo da elasticidade da PTF em relação ao capital em infra-estrutura são também altas e bastante significativas, da mesma forma que o impacto das medidas de estoque físico de capital sobre o PIB.


Descrição
Rio de Janeiro
Assunto

Área do Conhecimento