A volatilidade dos títulos de renda fixa pós-fixados indexados à inflação, comparada a volatilidade da renda variável no Brasil no período 2006-2017

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2017-12-04
Orientador(res)
Sampaio, Joelson Oliveira
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A importância do risco na formação de portfólios compostos por ativos de renda fixa e de renda variável é um assunto recorrente em trabalhos acadêmicos que visam auxiliar os gestores na composição de Carteiras Eficientes. O estudo da correlação das volatilidades dos retornos entre estes mercados no Brasil é abordado neste trabalho analisando o período de fevereiro de 2006 a agosto de 2017. Foi utilizado como indicador de renda fixa o IMA-B 5+ com o objetivo de destacar o aumento da participação dos títulos de renda fixa pós-fixados indexados à inflação na composição da Dívida Pública Mobiliária Federal interna após a adoção do regime de metas de inflação em 1999. O IBrX 50 foi utilizado como indicados do mercado de renda variável. As volatilidades nos dois mercados foram calculadas pelos desvios padrão dos retornos mensais e também pelo modelo GARCH(1.1). Os resultados apontaram que não existe uma tendência definida sobre o nível da volatilidade dos dois mercados com o passar do tempo, da mesma forma que não existe uma relação estável entre as volatilidades do mercado de renda fixa e renda variável. A não coincidência temporal dos picos e baixas de volatilidade foi confirmada pela grande variação das razões entre as volatilidades destes mercados. As volatilidades calculadas pelo modelo GARCH(1.1) apresentaram padrão semelhantes às calculadas pelos desvios padrão dos retornos. Os resultados deste trabalho diferem dos resultados dos trabalhos anteriores que compararam a volatilidade da renda fixa com a da renda variável focando em títulos prefixados. Enquanto os trabalhos de referência apontavam que a volatilidade da renda variável estava por volta de três vezes a da renda fixa para títulos prefixados, nosso trabalho encontrou como resultado que a volatilidade para os títulos de renda fixa atrelados a um índice de preços representaram mais de 50% da volatilidade da renda variável.


Descrição
Área do Conhecimento