Articulando perspectivas teóricas para analisar a informatização da saúde pública no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2013
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

No Brasil, embora nos últimos trinta anos venham sendo desenvolvidos sistemas de informação em saúde (SIS), ainda se encontram barreiras à utilização das tecnologias da informação e comunicação (TIC) em benefício da saúde. Em linha com isso, este ensaio articula duas escolas de pensamento – (a) TIC em países em desenvolvimento e (b) informação e informática em saúde –, de forma a propor um modelo para avaliar a informatização da saúde no Brasil. Tal modelo considera a informática como uma política pública que objetiva desenvolver TIC para atender às necessidades de saúde da sociedade. Para tal, define dimensões de análise, quais sejam: democratização, eficácia, preservação e sinergia. Além disso, o modelo permite analisar a trajetória dessa política pública, por meio da influência dos atores, espaços de discussão, sistemas e padrões de interoperabilidade a ela associados. Ao final, este artigo elenca algumas proposições de pesquisa para teste em trabalhos futuros.


Descrição