Grupos vulneráveis e direitos humanos: foco em povos indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais

Data
2015
Autores
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Povos indígenas, comunidades tradicionais e quilombolas estão entre os principais afetados pela implementação e operação de grandes obras na Amazônia, na medida em que seus modos de vida são intensamente vulneráveis aos impactos ambientais e sociais desencadeados. Tais abalos não apenas representam uma ameaça à reprodução cultural, mas também à integridade e bem-estar físico dessas populações, dada a intrincada interdependência entre as condições materiais de existência e os territórios tradicionalmente ocupados. Historicamente, a relação entre esses grupos e os eixos de desenvolvimento designados à Amazônia é marcada por processos de expropriação territorial, restrição do acesso aos recursos naturais, violência e coerção, entre outros desdobramentos. Nas últimas décadas, populações tradicionais organizaram-se como uma das partes mais vocais de oposição a grandes empreendimentos e suas visões e posições são indispensáveis à reflexão sobre aprendizados e ao aprimoramento das práticas.


Descrição
Área do Conhecimento