Planejamento estratégico, autonomia e motivação do servidor: como essas relações são expressas nas representações sociais?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2023-06-30
Orientador(res)
Fontes Filho, Joaquim Rubens
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A definição de objetivos pelo planejamento estratégico influencia a motivação dos servidores públicos? A questão é relevante para uma melhor compreensão das potenciais limitações para a implementação eficaz e eficiente da estratégia. O estudo utilizou a Teoria das Representações Sociais-TRS para identificação do núcleo central e do sistema periférico da representação social dos objetivos organizacionais. Os dados foram coletados por meio do teste de evocação de palavras, com 324 respondentes, cujas evocações foram lematizadas e categorizadas para a aplicação da técnica de quatro casas de Vergès, método quali-quantitativo que analisa frequência e importância para a obtenção dos elementos centrais e periféricos da representação social. Adicionalmente, foram realizadas as análises de similitude e de conteúdo, para verificar o grau de conexão entre os elementos do núcleo central e o periférico, com apoio de software específico. As percepções do grupo social dos servidores públicos revelam que a definição de objetivos pela Organização influencia positivamente na motivação, visto que os elementos da representação social encontram-se associados à motivação de alta qualidade e ao ciclo de alto desempenho, além de estarem vinculados a alguma forma de planejamento estratégico, seja com sua abordagem essencialmente racional ou lógico-incremental. O presente estudo contribui para a pesquisa da motivação, relacionando-a ao contexto organizacional e ao regime de governança no qual o servidor público está inserido; e ressalta a aplicabilidade da Teoria das Representações Sociais na Administração Pública, a qual forneceu elementos consistentes para a interpretação dos resultados. Como implicação prática, permite recomendar aos gestores envolvidos no PE que levem em conta na formulação e implementação os elementos que compõem o sistema periférico da representação social. Trata-se de um estudo original, que utiliza a TRS para relacionar os efeitos da definição de objetivos com o campo da motivação no serviço público.


Descrição