Custos afundados: framed field experiments aplicados a auditores internos governamentais

Data
2022-06-03
Orientador(res)
Tabak, Benjamin Miranda
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Neste trabalho, buscamos aproximar as literaturas de economia comportamental e de auditoria. Para isso, aplicamos experimentos para pesquisar variáveis associadas a um dos vieses cognitivos: o de custo afundado (a falácia do custo afundado, o efeito custo afundado), variável comportamental cuja interferência no processo decisório pode levar a decisões sub-ótimas. Representado pela ideia de throwing good money after bad, testamos se servidores da auditoria interna governamental do Poder Executivo federal, profissionais com alto nível de instrução, estavam sujeitos a esse tipo de efeito. Nesse público, também testamos se o nível de testosterona pré-natal, medido pela proporção 2D:4D, e se outras variáveis (como idade, tempo de serviço, nível de atenção, intensidade de custo afundado, percepção sobre a probabilidade de sucesso de ações) estão associadas a custos afundados. Obtivemos resultados com significância estatística indicando, dentre outros, que profissionais com alto nível de instrução sofrem do viés de custo afundado e que o hormônio testosterona e a percepção sobre a probabilidade de sucesso influenciam custos afundados.


Descrição
Área do Conhecimento