Estrutura de capital e patamar de confiança empresarial: uma abordagem setorizada no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2014
Orientador(res)
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

A literatura de finanças tem abordado como a confiança excessiva impacta as decisões de investimentos e financiamentos. Gerentes que apresentam confiança em excesso no futuro da empresa são propensos a preferir dívida para financiamento. Isso pode levar a um aumento da probabilidade de dificuldades financeiras e aumento dos custos de capital. O objetivo deste trabalho é estudar o impacto da confiança gerencial sobre a estrutura de capital utilizando uma amostra setorizada de empresas brasileiras. Adota-se os indicadores de duas base de dados, ou sejam, o indicador de confiança setorial do IBRE – Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas e a base de dados setorial da Macrodados Sistemas Gerenciais. Constata-se que 74% das variações conseguem serem explicadas pelas variáveis inclusas no modelo. Com o modelo de efeito fixo e a correção robusta de White, constata-se que as diversas observações são estatisticamente diferentes nos diversos setores. Esta conclusão reforça a idéia da importância da abordagem do setor de atividade para o estudo de Estrutura de Capital. Cada setor possui especificidades que o leva à composição de fontes de financiamento diferenciadas.


Descrição
Área do Conhecimento