Transformação digital: aplicações e limitações de seu uso em empresas de seguro no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2018-12-14
Orientador(res)
Costa, Ricardo Sarmento
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Objetivo – Este estudo analisou em que medida as empresas de seguro no Brasil estão preparadas para trabalhar com novos modelos de negócio em um ambiente cada vez mais digital, diante do novo contexto mundial a partir da Quarta Revolução Industrial. Metodologia – A pesquisa dividiu-se entre um aprofundamento teórico – a partir de uma análise bibliográfica – que orientou a execução de uma pesquisa de característica qualitativa exploratória, baseada em análises e entrevistas com relação à realidade da área de estudo escolhida. A pesquisa de campo conta com um questionário respondido por pessoas que trabalham em empresas nacionais e multinacionais que atuam no mercado brasileiro de seguros e as entrevistas foram feitas com especialistas da área de seguros no Brasil. Resultados – Foi demonstrado que as seguradoras brasileiras estão em busca de inovação tecnológica em um mercado marcado pela regulação, burocracia e intermediários. Percebeu-se que a tecnologia é uma ferramenta importante, porém, as seguradoras também precisam se atentar ao desenvolvimento humano, rever seus processos e regras de negócio. Fatores esses, podem se apresentar até mais importantes do que o investimento tecnológico. Além disso, identificou-se que a pressão pela redução de custos, rentabilização dos ativos e o provável acirramento da concorrência são os grandes motivadores para a transformação digital nas seguradoras brasileiras. Limitações – As limitações deste trabalho podem ser observadas sob o aspecto prático, já que se optou pela realização de pesquisa bibliográfica, questionários e entrevistas. Tais ações demandam demasiado tempo, tanto para a sua realização como para sua análise. Consequentemente, não foi possível realizar um recorte mais amplo do mercado nacional de seguradoras, oportunidade que pode ser trabalhada em pesquisas futuras. A pesquisa se restringiu ao mercado brasileiro, em pesquisas futuras, pode-se trabalhar com o contexto mundial. Aplicabilidade do trabalho – Este trabalho traz subsídios para a definição de estratégias das empresas de seguro no Brasil. Trata-se de um mercado tradicionalmente burocrático e associado a atividades lentas e manuais, sendo, deste modo, um dos que mais necessita da inovação tecnológica para ter como possibilidade real o acompanhamento da evolução e competitividade do mercado. A partir desses resultados, as seguradoras podem identificar forças e fraquezas presentes em sua organização ligadas diretamente ao processo de transformação digital. Contribuições para a sociedade – Analisando o ramo de seguros no Brasil, identificou-se sua importância para a economia brasileira e como os fatores históricos influenciam no processo de transformação que as seguradoras precisam para se adaptar aos novos modelos de negócio. Originalidade – Este estudo está entre os primeiros que analisam o impacto da transformação digital no ramo de seguros no Brasil.


Descrição
Área do Conhecimento