Issues in the industrial organization of energy markets

Data
2020-12-17
Orientador(res)
Trindade, André Garcia de Oliveira
Sant’Anna, Marcelo Castello Branco
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo

Esta tese de doutorado é composta por três artigos que se encontram na intersecção entre os campos da Microeconomia Aplicada, da Economia do Meio-Ambiente e Energia, e da Organização Industrial Empírica. Nesta seção, apresento brevemente cada um destes artigos. O primeiro artigo, Natural Gas Demand in Brazil: Evidence from the Residential and Industrial Sectors, é um trabalho desenvolvido em conjunto com André Trindade. Neste artigo, estimamos elasticidades de demanda por gás natural para os setores residencial e industrial no Brasil. Utilizamos dados de painel, de onze estados brasileiros, para o período entre Janeiro de 2007 e Dezembro de 2017. Os nossos resultados sugerem uma elasticidade de demanda de curto prazo por gás natural de –0,18 no setor residencial e –0,22 no setor industrial. Esses resultados são consistentes com resultados prévios da literatura econômica e com evidências anedóticas de membros da indústria. O segundo artigo, The Welfare Effects from Electricity Theft: Evidence from Brazil, é um trabalho desenvolvido em conjunto com André Trindade e Marcelo Sant’Anna. Nesse artigo, perguntamos: o quanto (se algum) de excedente do consumidor os consumidores residenciais perdem em função da atividade de furto de eletricidade? Para responder a essa pergunta, estimamos um modelo estrutural de demanda por eletricidade para estudar as decisões das famílias sobre consumo e furto. Em seguida, simulamos cenários contrafactuais onde o roubo de energia não é permitido. Na versão atual do nosso modelo, a proibição do furto reduz o excedente do consumidor médio. No terceiro e último artigo, Electricity Tariff Flags and Consumer Behavior, eu estudo se a implementação do sistema de bandeiras tarifárias no Brasil mudou a forma como os consumidores respondem a alterações no preço da energia elétrica. Para isso, construo um modelo econométrico de demanda por eletricidade no setor residencial no Brasil, utilizando dados agregados das principais empresas nacionais de distribuição de energia elétrica. Os meus resultados sugerem que a resposta dos consumidores às bandeiras é limitada, mas problemas relacionados à endogeneidade das variáveis do modelo devem ser considerados em versões futuras desse trabalho.


Descrição
Área do Conhecimento